Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um "maluco" no céu

E lá se vai você... A hora de sua partida não sei ao certo, sei apenas que, foi durante a madrugada. A hora da despedida: 10h da manhã de hoje.
Choro, inconformismo, saudades... É este misto de sentimentos que fazem as "honras" da casa, ou melhor, da capela.

Você deve estar se perguntando porque você, se é que já tens consciência disso, afinal de contas, contigo era tudo "festa" e é bem capaz de você ainda estar curtindo uma ressaca daquelas...

Olha, vê se ao chegar aí, não apronta muito, hein?! São Pedro não toleraria nem a metade do que você aprontou por aqui. Se bobear, chega cantando: "teco, teleco, telecoteco é a batida do maneco castigando o tamborim, teco, teleco, telecoteco tá na crista do sucesso até fechar um botequim..."
Um dos seus hits preferidos, mas vá com calma! Risos...

Preferi não me despedir de você, ou melhor, não fui até lá para fazer isso, não me sentiria bem, afinal, com mais essa "cacetada", somam-se três perdas em menos de um ano. É demais para o meu coração e você sabe que ele "anda" não muito legal. Então, achei melhor ficar por aqui e fazer uma despedida mais "descontraída".

É claro que chorei ao saber de sua partida, estava torcendo muito para que você saísse do hospital, e com a sua tremenda cara de pau esperava que você me dissesse: "só tenho 52 anos, "tô" muito novo para morrer. Risos...

É fato que você estacionou nessa idade, toda vez me dizia a mesma, por isso eu já nem te perguntava mais. Ah não, teve um tempo que você deu um estagnada nos 45 também. A cara de pau será uma característica sua, sempre. Risos...

Hoje o céu não ganhou mais uma estrela, e sim, um "maluco" no pedaço. Um cara de coração mole, mas por vezes, inconsequente como um adolescente, porém, um "maluco" do bem.
Aqui no andar de baixo, essa loucura chamada Terra, ficaram corações saudosos, pessoas que tinham por você um imenso carinho.

Por mais doloroso que seja, a verdade é que, Deus fez o melhor pra você.
É com lágrimas nos olhos que digo: "vá com Deus e vá em paz, pois um dia nos reencontraremos".
Que o Criador te tenha sempre nos braços.


À você "macaco" que, fez parte da minha vida por anos e anos.
Deixará saudades, sem sombra de dúvidas.
Um grande beijo de quem sempre te quis muito bem.
Vanessa Pires
Enviado por Vanessa Pires em 26/01/2011
Reeditado em 01/04/2011
Código do texto: T2752847
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Vanessa Pires
Petrópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
132 textos (33388 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/21 22:35)
Vanessa Pires