Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flores para você...

Por que festejamos o Natal? Para celebrarmos o nascimento de Cristo, seria uma das respostas.
Por que fazemos festa de Aniversário? Para festejarmos a vida de alguém que amamos.
Mais uma vez reli a reportagem sobre a origem do dia da mulher e pensei em quanto sofrimento causou o simples fato de ser mulher.
Ser mulher - fato condicionante para receber um salário menor, para ter que aturar piadinhas de mau gosto de homens que se acham "os tais". Para sentir medo de matar uma barata. Para cortar o dedo e não conseguir abrir a lata de Leite Condensado. Para ter que lavar, passar, cozinhar, trabalhar, educar os filhos e ainda ter que estar linda para quando o marido for procurar...
Ser mulher... Fato condicionante para que aquele grande amigo seu só se abra com você, porque só você o compreende. Para vencer mais um dia com uma TPM filha da mãe e voltar para casa com um sorriso no rosto. E beijar quem você ama. E dar o ombro para o filho que sentiu sua falta.
Mulher... Que ama, que chora, que sofre, que rí.
Mulher que desbrava uma floresta todos os dias, desde o momento em que levanta da cama até a hora em que se deita novamente.
Mulher - fato condicionante para despertar o amor de um, ou de vários homens, apenas com um toque, um sussurro, um calor.
Mulher, que se entrega, sem medo do que vai encontrar pela frente.
Ouço muito falar sobre igualdade entre homens e mulheres. Mas, admito que discordo. Existem coisas que só um homem pode fazer. E existem coisas, que só cabem a uma mulher.
Somente uma mulher consegue gerar a vida. É nela que tudo começa e que tudo se vai.
Conheci muitas mulheres em minha vida.
Mulheres que me ensinaram, mulheres que me decepcionaram, mulheres a quem eu devo muito do que sou e mulheres que eu desejo muito reencontrar pelas andanças da minha vida.
De todas estas mulheres, tirei algo. Hoje, ao me olhar no espelho, me sinto quase plena, porque ainda há um estágio em minha vida que ainda não vivi. Mas com toda certeza, ao olhar a minha face refletida no espelho, sinto que tenho uma responsabilidade muito grande pela frente: honrar as mulheres de minha vida, porque aonde eu for, elas vem comigo.
Hoje não é o dia da Mulher. Hoje é a lembrança da luta. Hoje é dia de lembrar que TODOS os dias a presença ou a lembrança de uma mulher permeia a nossa vida, e nos recorda o quanto somos fortes e o quanto somos capazes de ir mais além.
Além dos nossos próprios limites, como foram as operárias que morreram queimadas na fábrica naquele 8 de março e aquelas outras mulheres que também morreram queimadas, em consequência da ignorância e do medo de toda uma geração de covardes.
Desde tempos imemoriais, a dor está associada às mulheres que ousaram lutar por aquilo em que acreditavam. Morreram por seus sonhos e por suas realidades.
Mas vivem em cada mulher que ergue sua cabeça para o Sol e diz, eu sou uma guerreira desta Terra. Abençoai-me, querida Mãe, para que eu sempre honre a tua existência.
Que eu nunca me esqueça o quanto chorastes por mim. Para que nunca saia de minha memória, a responsabilidade que eu tenho de viver minha vida o mais plenamente possível.

Por este dia, um carinhoso abraço a todas aquelas que tem o dom de serem entituladas "MULHERES", porque isto é um fato condicionante para serem reconhecidas como "ESPECIAIS".
J Butterfly
Enviado por J Butterfly em 08/03/2009
Código do texto: T1476166

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
J Butterfly
Manaus - Amazonas - Brasil
51 textos (15414 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/10/19 19:56)
J Butterfly