Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

3 -Frases , Citações e Textos Favoritos -

"Quando estamos sozinhos, somos pela metade. Quando somos dois, somos um. Quando deixamos de ser um dos dois, não somos nem a metade que começamos a história".   ( Fabrício Carpinejar)

"Saudade é solidão acompanhada, é  quando o amor ainda não foi embora, mas o amado já..." ( Pablo Neruda)
 
"O amor é quando a gente mora um no outro'. ( Mario Quintana).
 
" Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche."   ( Martha Medeiros).

“  Porque entre o sim e o não é só um sopro, entre o bom e o mau apenas um pensamento, entre a vida e a morte só um leve sacudir de panos – e a poeira do tempo, com todo o tempo que eu pedi, tudo recobre, tudo apaga, tudo torna tão simples e tão indiferente.
( O Silêncio dos Amantes, de Lya  Luft)

" Ver um mundo num Grão de areia e um Céu numa Flor Silvestre, ter o infinito na palma da sua mão, e a eternidade numa hora'' ( William  Blake)

'A beleza agrada apenas os olhos; é a doçura nos modos que encanta a alma."  ( Voltaire)

Silêncio de sim e coisa que dói do que essa compulsão mesmo sabendo que não tenho nada a dizer.  ( Casa Entre Vertebras,Romance,  De Wesley Peres)

"Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões é que se ama verdadeiramente. Porque eu, só por ter tido carinho, pensei que amar é fáci"l . ( C . Lispector)

"Para escrever, enfim , vale a pena continuar sendo criança em alguma região de si mesmo. Vale a pena não crescer demais. Que sabe, talvez por isso que admiro tantos os anões.' "9 A Louca da Casa, de Rosa Montero)

“  Existe muito loucura do amor, mas também existe muito razão na loucura  ( Nietzsche)

'Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito". Clarice Lispector

Com certeza, se casem. Se casar com uma boa mulher, será um homem feliz. Se casar com uma má, se convertirá em filósofo. (Socrates)

"Com todo perdão da palavra, eu sou um mistério para mim'.
(Clarice Lispector)

"Quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós". (Clarice Lispector)

" A laranja cortada ao meio,  úmida de amor, anseia pela outra.  E bem assim que eu te desejo".  ( Maria Quintana)

Não sou um santo. A menos que para você um santo seja um pecador que  simplesmente segue se esforçando ( Nelson Mandela)
Todos nascemos originais e morremos cópias  (Jung)
Se acreditas em tudo o que lês, melhor não ler. (provérbio japonês)

"A potência intectual de homem se mede pela dose de humor que ele é capaz de usarr. ( Nietzsche)

“ Que o breve seja um longo pensar. Que o longo seja um curto sentir. Que tudo seja leve de tal forma que o tempo nunca leve"( Alice Ruiz)

“Sonhar  é acordar- se para dentro". ( Mario Quintana)

‘Sempre perdoe aos seus inimigos, mas nunca se esqueça o nome deles" . (Robert Kennedy)

‘Não roube... O governo odeia concorrência’.(Angel)

Existe muita loucura no amor, mas também existe muita razão na loucura." - Nietzsche

" Sei de cor o som do seu corpo, sei a textura de suas páginas mais azuis, sei os peixes de sua voz e quais as suas janelas não se abrem, sei a umidade de seu chão, sei as paredes de sua chuva, sei a lua em seu umbigoo, sei suas vírgulas se fazendo caminho para o que não sei e a rouquidão específica de cada um dos seus silêncios e a ruptura de seus pensamentos quando me envio em leve vento fazendo- me grafia invisivel em sua nuca, sei a mobília de seus olhos e os ruídos de suas aldravas, sei a sutil ranhura de seus dentes em meu cansaço, sei a alvura extrema de sua ante- sala e a nódoa que impede minha fala, sei a acústica de todo o seu corpo suando enquanto dorme sonhando o mapa envanescente dos meandros do miolo rumoroso ser em carne viva".  Pois aqui estou, metafórico e físico, encordoado na imagem do seu grito, sabendo o que não sei, falando o infalável, aqui esto, fora de qualquer casa, dentro de qualquer casa, caminhável, caminhante, quase permitindo que as palavras me digam, sendo as palavras, quase sendo o que não digo, aqui estou, não redigindo a carta que me pediu, em que falaria de mim e só de mim, aqui estou, redigindo o seu corpo, fazendo do seu corpo palavra, ainda que sabendo que nem mesmo nas palavras pode um homem banhar-se outra vez do mesmo rio.
 ( Casa Entre Vértebras- Romance, de Wesley Peres)

Roberto Passos do Amaral Pereira
Enviado por Roberto Passos do Amaral Pereira em 24/11/2008
Reeditado em 01/07/2012
Código do texto: T1300691

Comentários

Sobre o autor
Roberto Passos do Amaral Pereira
Vitória - Espírito Santo - Brasil
1288 textos (133698 leituras)
11 áudios (1593 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/20 14:28)
Roberto Passos do Amaral Pereira