Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poliglotas em nossa própria língua

Anglicismo, galicismo, espanholismo e tantos outros "ismos" para indicar a aversão que alguns puristas ainda conservam sobre palavras importadas.

Em comunicação o que conta é nos fazermos entendidos com um vocabulário adequado aos nossos interlocutores.

A globalização é um processo irreversível, sobretudo com a velocidade oferecida pelos meios digitais. Chineses estudam inglês e português, brasileiros se aperfeiçoam em mandarim e inglês; americanos percebem que não são mais a única superpotência e se inclinam à influência chinesa mundial.

No primeiro parágrafo destaquei os "ismos" como indicativos de uma certa intolerância a palavras importadas. Um deputado tentou, por decreto, proibir o uso de palavras estrangeiras e não conseguiu seu intento. Imperou o bom-senso.

Não há mais espaço para xenofobia no mundo. O Brasil é um país que tem como norma o acolhimento de todos os povos e isso se dá desde nossa colonização pelos portugueses. Italianos, japoneses, angolanos, senegaleses contribuíram e contribuem em nossos costumes e vocabulário. Temos recebido muitos venezuelanos, sírios, e todos têm seu espaço em nossa pátria.

Determinados vocábulos estão de tal forma incorporados ao nosso falar que por vezes até nos esquecemos de sua forma original. "Football", originou o nosso futebol - que alguns queriam transformar em LUDOPÉDIO. "Abat-jour" em seu original francês pode ser encontrado em sua forma aportuguesada nos melhores dicionários: abajur.

Tudo é questão de adequação e como lembra o imortal Evanildo Bechara: "devemos ser poliglotas dentro de nossa própria língua". Temos muitos falares regionais e conhecê-los possibilita uma maior integração.
Bispoeta
Enviado por Bispoeta em 06/12/2020
Código do texto: T7128802
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Bispoeta
São Paulo - São Paulo - Brasil, 64 anos
592 textos (3259 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/05/21 03:18)
Bispoeta