Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ilustração: Montagem com capas de dicionários verbais
Verbos da atividade profissional
SUMÁRIO

Apresentação
 
Na linguagem profissional, em atividades públicas ou privadas, é importante conhecer alguns verbos e seus significados. A escolha precisa dos verbos, a variedade do seu uso, conferem precisão e beleza aos textos que temos de redigir na vida profissional.

Abaixo vai uma lista desses verbos.

Confira.

Verbos da atividade profissional
 

Contar, dizer, narrar, referir, relatar
 
 
 Contar é dar conta de coisas familiares, objeto da conversação comum, sem averiguar-lhes verdade ou ficção, a pessoa que quase sempre tem interesse de saber estas coisas.
 Dizer é às vezes se toma na acepção de contar: "Por mais que diga, ainda há muito que dizer".
 Narrar é expor metódica e minuciosamente, para prender a atenção.
 Referir é contar fielmente o que se ouviu.
 Relatar é expor minu
ciosamente, depois de haver estudado a matéria.

Dicionário de sinônimos. Antenor Nascentes -
Nova Fronteira, RJ, 3a. edição, 1981

Os verbos dicendi ou de elocução
 
Os verbos dicendi, cuja principal função é indicar o interlocutor que está com a palavra, pertencem, grosso modo, a nove áreas semânticas, cada uma das quais inclui vários de sentido geral e muitos de sentido específico:

 
a) de dizer: afirmar, declarar
b) de perguntar: indagar, interrogar
c) de responder: retrucar, replicar
d) de contestar: negar, objetar
e) de concordar: assentir, anuir
f) de exclamar: gritar, bradar
g) de pedir: solicitar, rogar
h) de exortar: animar, aconselhar
i) de ordenar: mandar determinar
 
Comunicação em prosa moderna.
Othon M. Garcia - Editora FGV, RJ, 8a. edição, 1980

Verbos declarativos
 
São utilizados no discurso para introduzir falas dos personagens (narração, notícias, relatos).

Os mais comuns são: dizer, declarar, afirmar.

Verbos como: admitir, reconhecer, lembrar, salientar, ressaltar, confessar não são sinônimos de dizer, e carregam certo juízo de valor.

 
Novo manual da redação.
Folha de S. Paulo, SP, 1992

Verbos do relatório
 
Os verbos mais usados no relatório são estes:

Dizer, questionar, informar, discordar, alegar, aduzir, inferir, deduzir, concluir.

Veja uma lista completa: 

Os verbos da inspeção e da auditoriaaqui
 
Escolha precisa de verbos

Na escolha dos verbos, devemos preferir o que traduz, com mais precisão, o que queremos expressar:

♦ Na frase: O fiscal disse que a empresa sonegava impostos, o verbo dizer é menos preciso que: revelou, assegurou, comunicou, garantiu, afirmou, relatou, provou.

♦ Na frase: O líder da oposição disse que a obra é eleitoreira, se utilizarmos outro verbo, podemos mudar a informação: denunciou, ironizou, protestou, advertiu, insinuou.

♦ Na frase: O ônibus com mercadorias irregulares se evadiu por uma estrada secundária, quem se evade é o motorista, e não o ônibus.

♦ Na frase: O contribuinte não deu retorno à intimação, o verbo não significa responder ou atender, que são os que devem ser usados.

Na frase: Atitudes que despertam dúvidas, é melhor substituir o verbo despertam por provocam – para não deixar dúvida...

Nas seguintes acepções os verbos residir, estabelecer e domiciliar pedem preposição em: 
          
          Reside na rua...
          Estabelecido na avenida...
          ​​​​​Domiciliada na praça...

Verbos genéricos

Tome cuidados com verbos genéricos e largamente utilizados. Quando for empregá-los, procure variar:

♦ Dar: conceder; permitir; oferecer; cometer; manifestar; destinar; indicar; ministrar; produzir; gerar; propiciar; garantir; bater; aplicar.
♦ Dizer: referir; enunciar; exprimir; expor; explicar; afirmar; exclamar; falar; aconselhar; frisar.
♦ Estar: achar-se; permanecer; viver; comparecer; convir; consistir; ser presente; permanecer.
♦ Fazer: executar; criar; produzir; realizar; construir; compor; causar.
♦ Ser: existir; viver; chamar-se; ficar; acontecer; provir; proceder; tornar-se; ocorrer; constituir.
♦ Ter: possuir; haver; segurar; conservar; obter; conquistar; adquirir; receber; desfrutar; dominar; julgar; ocupar; sentir; manter.

Para falar e escrever melhor o português.
Adriano da Gama Kury. Nova Fronteira, RJ, 1989.

Não se recomenda o uso de “ter lugar” na acepção: o evento teve lugar.

O verbo “acontecer” também não cai bem nessa acepção. Assim, é melhor utilizar uma destas opções:

♦ Ser: O evento será...
♦ Dar-se: O evento se deu... – Realizar-se: Será realizado no próximo mês...♦ Efetuar-se: Efetuou-se no dia ...
♦ Celebrar-se: A cerimônia foi celebrada...
♦ Verificar-se: Neste ano, verificou-se o cumprimento da meta...
♦ Ocorrer: O evento ocorreu na cidade de...
♦ Suceder: Sucedeu ontem no auditório da...
♦ Cumprir-se: Cumpriu-se hoje mais uma etapa do curso de formação dos...
Não "defina" tudo

Não use o verbo definir para toda e qualquer coisa. Ele pode ser alternado com:

♦ Criar: gerar, dar existência, originar
♦ Instituir: Dar começo a; estabelecer, criar, fundar
Determinar: Indicar com precisão; definir, precisar; fixar
♦ Ajustar: Convencionar. Combinar, estipular
♦ Traçar: Esboçar, delinear, projetar, determinar
♦ Fixar: Determinar, firmar, assentar, estabelecer
♦ Estabelecer: Criar, instituir, fundar; determinar
Formular: Expor com precisão, exprimir (um conceito, pedido, proposta etc.);  articular, manifestar.
 
Evite usar
 
♦ Penalizar, como sinônimo de apenar, castigar, punir, prejudicar. Empregue-o somente com o significado de causar pena;                    
♦ Partilhar no sentido de participar. Use-o somente no sentido de dividir, repartir, separar;                                                                             
♦ 
Elencar: prefira outros: catalogar, enumerar, relacionar, inventariar, classificar, arrolar.
 
Evite repetir

Causar: use também originar, motivar, provocar, produzir, gerar, levar a, criar.
Constatar: alterne com atestar, apurar, averiguar, certificar-se, comprovar, evidenciar, observar, notar, perceber, registrar, verificar.
Detalhar: alterne com particularizar, pormenorizar, delinear, minudenciar.
♦ Dirigir: quando empregado com o sentido de encaminhar, alterne com transmitir, mandar, encaminhar, remeter, enviar, endereçar.
♦ Informar: alterne com comunicar, avisar, noticiar, participar, inteirar, cientificar, instruir, confirmar, levar ao conhecimento, dar conhecimento; ou perguntar, interrogar, inquirir, indagar.
♦ Objetivar/ter por objetivo: Ter por objetivo pode ser alternado com pretender, ter por fim, ter em mira, ter como propósito, no intuito de, com o fito de. Objetivar significa antes ‘materializar’, ‘tornar objetivo’ (objetivar ideias, planos, o abstrato), embora possa ser empregado também com o sentido de ‘ter por objetivo’. Evite-se o emprego abusivo alternando-o com sinônimos como os referidos.
♦ Operacionalizar: Prefira realizar, fazer, executar, levar a cabo ou a efeito, pôr em obra, praticar, cumprir, desempenhar, produzir, efetuar, construir, compor, estabelecer.
♦ Ressaltar: varie com destacar, sublinhar, salientar, relevar, distinguir, sobressair.
Tratar de: empregue também contemplar, discutir, debater, discorrer, cuidar, versar, referir-se, ocupar-se de.

Manual de Redação da Presidência da República

Redação técnico-jurídica

Na redação técnico-jurídica, deve-se adotar preferencialmente o vocabulário do próprio legislador:
 

 Ação: propor; intentar
Contestação, reconvenção: oferecer
Embargos de declaração: opor; interpor
Reclamação: manifestar
♦ Exceção: arguir
Medidas cautelares, mandados de segurança: requerer
Apelação, agravo de instrumento,
embargos infringentes, recurso extraordinário:
interpor

 
Linguagem forense. Eliasar Rosa
Editora Freitas Bastos, RJ, 2003

Na linguagem técnico-jurídica, é preciso observar a correlação entre verbos e objetos:

♦ Instaurar  inquérito
Endossar  cheque
♦ Prolatar  sentença
♦ Avalizar  promissória
Inquirir  testemunha
♦ Lavrar  ata (auto, multa)
♦ Outorgar  procuração, 
♦ Resilir  contrato (acordo)
♦ Cominar  pena
♦ Arrestar  bem (objeto)     
Verbos fracos em "izar"

Evite usar os verbos fracos e terminados em –izar, tais como:

Verbos fracos                Substitua por
utilizar...............................  usar                     
finalizar............................. acabar/terminar
agilizar.............................. apressar
otimizar............................. melhorar
inicializar.......................... iniciar
(em computação, prefira-se o primeiro verbo) 
minimizar......................... diminuir
operacionalizar................ executar
flexibilizar......................... modificar
visualizar.......................... olhar, ver

 
Redação de normas

Na redação de normas, procedimentos e requisitos, os verbos internacionalmente utilizados são estes:
 
♦  Dever: os requisitos devem ser rigorosamente seguidos; não se permitem desvios.
♦  Poder: exprime requisitos para os quais há liberdade de escolha.
 Convir: indica procedimentos preferíveis, mas não exigíveis.    
                                                       
Como escrever melhor.
José Paulo de Oliveira; Carlos Alberto Motta
Publifolha, SP, 2000

Referências
 
- Dicionário de sinônimos. Antenor Nascentes - . Nova Fronteira, RJ, 3a. edição, 1981
- Comunicação em prosa moderna. Othon M. Garcia - Editora FGV, RJ, 8a. edição, 1980
- Para falar e escrever melhor o português. Adriano da Gama Kury. Nova Fronteira, RJ, 1989.
- Novo manual da redação. Folha de S. Paulo, SP, 1992
- Manual de Redação da Presidência da República. Brasília, DF, 1991
- Linguagem forense. Eliasar Rosa. Editora Freitas Bastos, RJ, 2003
- Dicionário de verbos jurídicos. Antonio Henriques; Maria Margarida de Andrade. Atlas, SP
- Como escrever melhor. José Paulo de Oliveira; Carlos Alberto Motta. Publifolha, SP, 2000

 
ACGuima
Enviado por ACGuima em 02/12/2020
Reeditado em 04/12/2020
Código do texto: T7125678
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
ACGuima
Lambari - Minas Gerais - Brasil
37 textos (972 leituras)
7 e-livros (3695 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 00:43)
ACGuima

Site do Escritor