Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diretrizes para elaboração de textos
SUMÁRIO

Apresentação

Conforme sua natureza — oficiais, empresariais, jornalísticos, etc. —, além dos aspectos gerais de redação, os textos devem obedecer a certos critérios específicos.

Baseado na Manual de Redação da Presidência da República (1991) e em bons autores, damos abaixo um resumo dessas diretrizes. E acrescentamos também os critérios de avaliação de textos da Coletânea REDIGIRMelhor.


Confira.
Nota introdutória

Os lembretes, lições e cursos da Coletânea REDIGIRMelhor constituem recomendações e orientações de caráter geral, aplicáveis a textos informativos e técnicos.  

A maioria dos lembretes centra-se na espécie dissertação-argumentativa, visto que "em nosso dia a dia, com raras exceções, é [o tipo textual argumentativo] que se manifesta sob a forma de dissertações escolares, monografias científicas, cartas, ofícios, relatórios, petições jurídicas e editoriais de jornais" (Antônio Suárez Abreu). 

Citam-se também os seguintes tipos de redação: a redação na internet, o texto jornalístico, a redação de atos e termos administrativos, a redação legislativa, o texto jurídico, o texto acadêmico. Esses têm peculiaridades, estilos e normas próprios, que é necessário observar. 

Há textos que exigem ênfase, como os destinados a argumentar, persuadir, emocionar. Esses textos requerem intensidade e expressividade, para o que são utilizados alguns recursos: repetições e interrupções intencionais, adjetivação, inversão de termos na frase, modalizadores, mecanismos estilísticos da coordenação e subordinação etc. 

Mas em qualquer caso não se deve perder de vista a legibilidade (clareza, coerência) do texto nem a formalidade da linguagem dos atos e comunicações oficiais, legislativos e jurídicos. 

Aspectos gerais da redação oficial

A impessoalidade é, ao lado da publicidade, princípio fundamental de administração pública, e característica da redação oficial, juntamente com a concisão, a clareza, formalidade e uniformidade.
 
A redação oficial de ser estritamente impessoal: não há lugar na redação oficial para impressões pessoais (...)Ela deve ser isenta da interferência da individualidade que a elabora. 
..................................
A concisão é antes uma qualidade do que uma característica do texto oficial. Conciso é o texto que consegue transmitir um máximo de informações com um mínimo de palavras. (...)
 
O esforço de sermos concisos atende, basicamente ao princípio de economia lingüística, à mencionada fórmula de empregar o mínimo de palavras para informar o máximo. Não se deve de forma alguma entendê-la como economia de pensamento, isto é, não se devem eliminar passagens substanciais do texto no afã de reduzi-lo em tamanho. Trata-se exclusivamente de cortar palavras inúteis, redundâncias, passagens que nada acrescentem ao que já foi dito.
 
Procure perceber certa hierarquia de idéias que existe em todo texto de alguma complexidade: idéias fundamentais e idéias secundárias. Estas últimas podem esclarecer o sentido daquelas, detalhá-las, exemplificá-las; mas existem também idéias secundárias que não acrescentam informação alguma ao texto, nem têm maior relação com as fundamentais, podendo, por isso, ser dispensadas.
 
A clareza deve ser a qualidade básica de todo texto oficial, conforme já sublinhado na introdução deste capítulo. Pode-se definir como claro aquele texto que possibilita imediata compreensão pelo leitor. No entanto a clareza não é algo que se atinja por si só: ela depende estritamente das demais características da redação oficial. Para ela concorrem:
 
a) a impessoalidade, que evita a duplicidade de interpretações que poderia decorrer de um tratamento personalista dado ao texto;
b) o uso do padrão culto de linguagem, em princípio, de entendimento geral e por definição avesso a vocábulos de circulação restrita, como a gíria e o jargão;
c) a formalidade e a padronização, que possibilitam a imprescindível uniformidade dos textos;
d) a concisão, que faz desaparecer do texto os excessos lingüísticos que nada lhe acrescentam.
 
É pela correta observação dessas características que se redige com clareza. Contribuirá, ainda, a indispensável releitura de todo texto redigido.

Fonte: Manual de Redação da Presidência da República, 1991

Observação: A 3a. edição do MR/PR,
no Cap. I - Atributos da redação oficial, traz esses
mesmos conceitos, um pouco mais desenvolvidos.


Voltar

Diretrizes básicas para a redação clara de textos institucionais
 
1 - Dirigir-se diretamente ao leitor, usando nome e prenome
2 - Escrever, sem que possível, na voz ativa
3 - Preferir as orações verbais às orações nominais
4 - Escolher cuidadosamente o vocabulário, evitando o jargão e explicando os termos técnicos
5 - Ser consistente, evitando sinônimos pelo mero prazer da vaidade usar somente as palavras necessárias
6 - Escrever orações curtas
7 - Pôr as orações do período na ordem lógica (sujeito, verbo, complementos)
8 - Evitar construções complexas
9 - Usar listas quando houver vários itens a abordar
10 - Não redigir períodos com negativas múltiplas. Transformar as orações negativas em positivas sempre que puder
11 - Evitar cadeias de nomes  

Fonte:  Desburocratização linguística. Como simplificar textos administrativos. Neide Rodrigues de Souza Mendonça – Pioneira, SP, s/d

Voltar
Requisitos da redação eficiente

A eficiência na redação requer, basicamente:
 
1. texto claro, conciso e correto
2. parágrafos reduzidos e frases curtas
3. lógica conexão entre as frases
4. coerência na concatenação das ideias e dos parágrafos
5. acurada associação do pertinente a cada tópico ou parte
6. nitidez na caracterização dos tópicos
7. consistência e coerência nos parágrafos, evitando desvios, intercalações e distorções
8. restrições ao uso da voz passiva de agente indeterminado
9. restrição ao uso de orações subordinadas adjetivas desenvolvidas
10. preferência da frase afirmativa
11. preferência do verbo ao substantivo para expressar ação ou movimento
12. parcimônia no uso de adjetivações

Fonte: Guia de redação. João Luiz Ney. Nova Fronteira, RJ, 1995
 
Voltar
Teste sua redação

Diz o professor João Luiz Ney, em seu precioso Guia de redação (1995):
 
A experiência dos estudiosos da redação profissional tem revelado ser fundamental observarmos critérios de ordem prática, que nos permitem certificar-nos de que:


Fonte: Guia de redação. João Luiz Ney. Nova Fronteira, RJ, 1995

Voltar
Características do moderno texto empresarial

Em seu livro Redação empresarial - Escrevendo com sucesso na era da globalização (1999), Miriam Gold aponta esses tópicos essenciais para elaboração de um texto empresarial moderno:


Fonte: Redação empresarial. Escrevendo com sucesso na era da globalização.
Miriam Gold. MakronBooks, SP, 1999
 
Voltar
Aspectos a serem considerados no aperfeiçoamento do texto

Para a boa redação de textos, Lucília Garcez (Técnica de redação, 2001) recomenda sejam observados os seguintes aspectos:
 


Fonte: Técnica de redação.Lucília H. do Carmo Garcez, Martins Fontes, SP, 2001

 
Voltar
Critérios de avaliação de textos - REDIGIRMelhor.

A Coletânea REDIGIRMelhor também possui critérios de correção dos textos.

Veja:

Voltar
Referências
 
- Manual de Redação da Presidência da República, PR/Brasília, 1991
- Desburocratização linguística. Como simplificar textos administrativos. Neide Rodrigues de Souza Mendonça – Pioneira, SP, s/d
- Guia de redação. João Luiz Ney. Nova Fronteira, RJ, 1995
- Redação empresarial. Escrevendo com sucesso na era da globalização. Miriam Gold. MakronBooks, SP, 1999
- Técnica de redação.Lucília H. do Carmo Garcez, Martins Fontes, SP, 2001

 
ACGuima
Enviado por ACGuima em 02/12/2020
Reeditado em 04/12/2020
Código do texto: T7125654
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
ACGuima
Lambari - Minas Gerais - Brasil
37 textos (974 leituras)
7 e-livros (3716 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/05/21 03:21)
ACGuima

Site do Escritor