Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMAS PARA PESQUISA OU TRABALHOS EM GRUPO OU EM DUPLAS - 2015


"sucesso profissional depende tanto de saber escrever português com clareza, quanto dos outros conhecimentos técnicos."


Fonte: http://www.rhportal.com.br/artigos/wmview.php?idc_cad=4jflaf_ku

_____________________
INTRODUÇÃO

https://professorrodrigolima.wordpress.com/

Língua Portuguesa X Profissional
por professorrodrigolima em 15/02/2013

Os estudos e os avanços tecnológicos no mercado de trabalho comprovam a globalização.
Hoje o profissional consegue comunicar-se com inúmeras pessoas, ou até aonde a rede de computadores mundial alcançar.
Assim, investir na sua própria formação, estudando Língua Portuguesa, demonstra não só uma preocupação com o desenvolvimento eficaz dos trabalhos realizados, mas, principalmente, resulta em uma atitude de preocupar-se com o tipo de visão que o mercado de trabalho e a sociedade terão de tal profissional.
Portanto, falar e escrever bem não são atitudes de segundo plano, são ações primordiais para qualquer profissional.

______


[Os cursos técnicos e superiores são] um dos setores do mercado produtivo que se faz presente em todos os locais; portanto, de grande abrangência e diversificações em suas atividades, apresentando um grande crescimento, pois a formação de pessoal especializado será capaz de atender as necessidades e as exigências do mercado de trabalho nestaS áreaS, salvaguardando a integridade física e mental do trabalhador capaz de interagir em situações novas e em constante mutação.

Constata-se, assim, a necessidade cada vez maior da formação de profissionais de nível técnico na área, possibilitando o exercício de suas atividades, de acordo com as normas legais, para responder às exigências decorrentes das formas de gestão, de novas técnicas e tecnologias e da globalização nas relações econômicas, o que vêm transformando a sociedade. Esse profissional precisa, sem dúvida, não só dominar os conhecimentos técnicos, mas a escrita, para uma maior credibilidade profissional.Publicado em: Linguagem, Trabalho e Tecnologia" (TEXTO ADAPTADO A ESSA INTRODUÇÃO)

SE PUDER, FAÇA AS LEITURAS:

Língua Portuguesa X Profissional
por professorrodrigolima em 15/02/2013

A importância da Língua Portuguesa para a carreira

Você sabe o que é Comunicação Visual?

Semiótica na Comunicação – Uma questão de Linguagem

A COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL

Os dez mandamentos do e-mail. Medo de mensagens mal interpretadas, contaminação da marca e perda de produtividade fazem empresas seguirem regras para a conversa on-line.

Os dez erros de português das empresas – Matéria da Revista Língua Portuguesa de Edgard Murano
__________

O que é plágio?

Segundo o Dicionário Michaellis de Língua Portuguesa, plagiar = pla.gi.ar (plágio + -ar2 ) vtd.
1) Cometer furto literário, apresentando como
sua uma ideia ou obra, literária ou científica, de
outrem: Acusaram Eça de plagiar Zola. 2) Usar
obra de outrem como fonte sem mencioná-la.
3) Imitar, servil ou fraudulentamente.
A Constituição Federal Brasileira garante o
direito à propriedade intelectual e a ampara.
Conforme o Código Penal, a violação ao
direito autoral é crime e pode ser punida com
reclusão de 4 anos, além de também poder ser
imputado ao plagiador o crime de falsidade
ideológica. Saiba mais sobre a lei que altera,
atualiza e consolida a legislação sobre direitos
autorais e dá outras providências sobre o
assunto no endereço <www.planalto.gov.br/
ccivil_03/Leis/L9610.htm>.

Planejamento de apresentações orais e visuais
• Produção da apresentação audiovisual
• Apresentação


FONTE: http://www.etecjosedagnoni.com.br/downloads/Nucleobasico/VOL.2-LINGUAGEM_TRABALHO_E_TECNOLOGIA.pdf
_______________________
TEMAS LIGADOS À GRAMÁTICA:

Gramática normativa  - material de LTT- núcleo básico - Centro paula Souza - p. 109

"A gramática normativa (também conhecida como gramática
tradicional), como o nome diz, é aquela que apresenta normas
para a produção de textos. Trata-se da norma culta ou de
prestígio (norma padrão da língua). É geralmente a gramática
estudada nas escolas, assunto dos livros didáticos de Língua
Portuguesa. Apesar de enfocar apenas uma das variantes da
língua, essa variante é reconhecida como a mais importante
em nossa sociedade. Há vários outros tipos de gramática, como
a descritiva, que descreve usos e não padrões convencionais
da língua, e a histórica, que trata da fonética e da morfologia
evolutivas da Língua Portuguesa, da formação das línguas
neolatinas e do uso do português no Brasil.
Em uma gramática normativa, revise as seguintes classes
gramaticais: artigo, pronome, adjetivo e numeral. Depois, reveja
os textos que você já produziu em seus trabalhos escolares,
procure palavras que pertençam a essas classes gramaticais e
observe sua concordância com os substantivos. Também há regras
especiais de concordância nominal. Procure-as em uma gramática
normativa e elabore uma síntese com explicações e exemplos."

Para consultar
Termo
utilizado Características Exemplo
fazer Quando exprime tempo, é invariável. Faz cinco anos que ele voltou.
haver Com o sentido de existir, é invariável. Houve muitos acidentes.
preferir Quando relaciona dois elementos, pede a
preposição “a”.
Prefiro ler a resumir.
para eu fazer
(ou outros
verbos)
Não se usa o pronome “mim” na função
de sujeito.
Ele pediu para eu levar os relatórios.
entre mim e
você
Com a preposição entre, usa-se mim se
este pronome for colocado primeiro.
Ele está entre mim e você.
aonde É usado com verbos de movimento. Não sei aonde ele quer chegar. Aonde vamos?
onde Indica lugar, não tempo nem pessoa. Onde fica a loja? Perto da empresa onde trabalho?
por que
(frases
declarativas)
Quando estiver explícita ou implícita
a palavra “razão”, ou no sentido de
“pela qual”.
Explique por que você faltou. Não sei por que ele
saiu. Só eu sei as estradas por que passei.
por que
(frases
interrogativas)
Sempre que estiver no início ou no meio
de uma questão.
Por que ela está preocupada?
por quê Ao final da frase interrogativa ou próximo
de outro sinal de pontuação.
Não foi ao cinema por quê?
porque Usado nas respostas. Eu faltei porque estava doente. Ele saiu depressa
porque estava atrasado.
porquê Funciona como substantivo. Não sei o porquê do riso. Começo a entender o
porquê da dúvida.
menos É invariável, nunca feminino. Menos cansada, menos disposição.
mas:  É designativo de oposição; semelhante a porém, entretanto, todavia.
Trabalha muito, mas ganha pouco.
más: Plural do adjetivo má. Pessoas más destruíram o local de trabalho.

mais Designativo de aumento, grandeza, soma,
adição.
Quero mais água. Quanto mais leitura, mais
informação.
crase (à, às) É a fusão da preposição “a” com o artigo
definido feminino “a” ou “as”. Portanto,
nunca ocorre antes de palavra masculina,
verbos ou pronomes pessoais.
Eles passearam a pé. Ele começou a chorar.
Dirijo-me a V.Sª. Fui à nova secretaria. O assunto
só diz respeito às pessoas presentes.
acerca Semelhante a: “sobre”, “a respeito de”. Falei acerca deste assunto.
há cerca de Indica estimativa de tempo. Voltei há cerca de uma hora.
senão Semelhante a “caso contrário”, “a não ser
que”.
É bom que a crise passe, senão teremos cortes...
se não Semelhante a “caso não”. Se não melhorar, teremos problemas.
de mais Contrário de “de menos”. Ela não fez nada de mais.
demais Exerce função de intensidade ou de um
pronome.
Há pessoas demais. Voltem os dois e prossigam os
demais.
bastante: Singular quando indica intensidade, plural
quando indica quantidade.
Elas estão bastante cansadas. Há bastantes
carteiras nesta sala.
meia: Usada só para indicar o substantivo ou a
metade.
Minha meia sujou. Sobrou meia garrafa de água


_______________
NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA.
Variedade socialmente privilegiada

http://www.etecjosedagnoni.com.br/downloads/Nucleobasico/VOL.2-LINGUAGEM_TRABALHO_E_TECNOLOGIA.pdf

Empréstimos linguísticos e estrangeirismos
http://www.etecjosedagnoni.com.br/downloads/Nucleobasico/VOL.2-LINGUAGEM_TRABALHO_E_TECNOLOGIA.pdf
"Típicos das linguagens profissionais, os empréstimos linguísticos e
estrangeirismos estão presentes na Língua Portuguesa e em outros
idiomas. Alguns profissionais ou grupos de pessoas, pelo uso constante
de termos específicos de sua profissão, costumam usar esse vocabulário em seu dia a dia e assim ele vai aos poucos se incorporando à linguagem de outros grupos (empréstimos da linguagem técnica para a língua comum).
Em outros casos, pela dificuldade de encontrar um termo
para traduzir um conceito de outra língua (ou mesmo pela inexistência
desse termo na Língua Portuguesa), o vocábulo estrangeiro é
simplesmente incorporado ao nosso idioma ou é aportuguesado e, pelo
uso constante, passa a ser o mais adequado, integrando, desse modo,
o nosso vocabulário. Exemplos: mouse, deletar, escanear, resetar etc.
(empréstimo de palavras e/ou termos de outras línguas, conhecido como estrangeirismo). Esses estrangeirismos podem ou não ser adequados, conforme o contexto. Por exemplo, há empresas que não só adotam o uso de estrangeirismos como também o valorizam, estimulando a repetição de termos como stand by, resetar, restartar, printar, entre outros, a todo instante. No entanto, há outras que os veem como vício de linguagem e não aceitam o seu uso indiscriminado. " (P. 27)
http://www.etecjosedagnoni.com.br/downloads/Nucleobasico/VOL.2-LINGUAGEM_TRABALHO_E_TECNOLOGIA.pdf
MORFOLOGIA

ESTUDO DO VERBO: ESTRUTURAS E CONJUGAÇÕES

SINTAXE DA FRASE

TIPOS DE SUJEITOS E DE PREDICADOS

SINTAXE DA ORAÇÃO

CONCORDÂNCIA NOMINAL

CONCORDÂNCIA VERBAL

TIPOS E GÊNEROS DE TEXTO

REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL

VARIANTES DA LÍNGUA

FIGURAS DE LINGUAGEM

 A construção dos sentidos  _  Intertextualidade
http://www.etecjosedagnoni.com.br/downloads/Nucleobasico/VOL.2-LINGUAGEM_TRABALHO_E_TECNOLOGIA.pdf

ESTILOS DE ÉPOCA EUROPEUS E BRASILEIROS

MACHADO DE ASSIS, GRACILIANO RAMOS, GUIMARÃES ROSA, MARIO DE ANDRADE, CARLOS D. DE ANDRADE, RUBEM BRAGA, JOÃO CABRAL DE MELO NETO,

F. PESSOA, GOETHE, PIRANDELLO, SHAKESPEARE, EDGAR ALLAN POE,

A FILOSOFIA DA EXISTÊNCIA

COMPLEXIDADE DO SISTEMA SOCIAL

DOUTRINA SOCIAL DA IGREJA CATÓLICA

PARTES DO TCC - MONOGRAFIA DE FINAL DE CURSO

• Composição e formatação do TCC - p. 82
• Formatação do TCC
• Revisão do TCC

http://www.etecjosedagnoni.com.br/downloads/Nucleobasico/VOL.2-LINGUAGEM_TRABALHO_E_TECNOLOGIA.pdf

LTT: "A linguagem na história do Homem
Ela é o veículo pelo qual todo o conhecimento acumulado
pelos seres humanos pôde ser preservado. Sem ela, seria
inconcebível a vida humana na forma como a conhecemos..."

REDAÇÃO OFICIAL E EMPRESARIAL _ Textos técnicos


. Coesão e coerência
 Relevância e completude das informações apresentadas

 A produção do texto definitivo (P. 93)

 Dissertação
 Descrição
Elementos da narrativa
As regras estudadas no ensino fundamental para a produção de
uma narrativa são as mesmas usadas para o texto técnico, com
as devidas adequações, como vemos a seguir:
• personagens – pessoas envolvidas no procedimento relatado;
• tempo – quando os procedimentos foram ou devem ser
realizados;
• espaço – onde os procedimentos foram ou devem ser
realizados;
• enredo – organização dos fatos ocorridos;
• foco narrativo – normalmente escrito em terceira pessoa
(impessoalidade), mas também pode ser escrito na primeira
pessoa do singular ou do plural (identificando o técnico ou o
aluno que elaborou o relato)."

FONTE: http://www.etecjosedagnoni.com.br/downloads/Nucleobasico/VOL.2-LINGUAGEM_TRABALHO_E_TECNOLOGIA.pdf

Formatação do ofício
Formatação do requerimento
 Carta comercial
Formatação da procuração
Formatação do currículo
 Relatório
Relatando uma visita técnica
Relatando experimentos técnico-científicos
Entrevista
Roteiro

 Citações bibliográficas no corpo do texto
e expressões em latim
 Epígrafe
"A epígrafe é um trecho de alguma obra literária ou poética (normalmente de referência no assunto tratado) que é citado logo no início de um livro ou de cada um dos capítulos. Ela deve ter algum vínculo com o texto que será apresentado na sequência."
3.2.5 Alusão

Uso de pronomes de tratamento

FONTE: http://www.etecjosedagnoni.com.br/downloads/Nucleobasico/VOL.2-LINGUAGEM_TRABALHO_E_TECNOLOGIA.pdf

• Processos de organização textual
• Fichamento ou relatório de leitura
• Paráfrase, resumo, resenha e citação
• Mecanismos coesivos
• O uso da pontuação
• Textos técnicos

COMPETÊNCIAS DA REDAÇÃO PARA O ENEM

Mecanismos coesivos -  Elipse -  Uso de conectivos - O uso da pontuação

http://www.etecjosedagnoni.com.br/downloads/Nucleobasico/VOL.2-LINGUAGEM_TRABALHO_E_TECNOLOGIA.pdf

"Para organizar um texto, é preciso levar em conta o contexto no qual ele se insere.
Dependendo dele, são necessários determinados procedimentos para organizar os elementos linguísticos utilizados. Esses procedimentos garantem a coesão e a coerência textuais. Estudaremos alguns deles a seguir, especialmente os textos verbais.
2.4.1 Referência e substituição..."
_________________________

ATUALIDADES - TEMAS POR ÁREA - CURSOS TÉCNICOS

SEGURANÇA NO TRABALHO

SEGURANÇA ALIMENTAR

Claude Lévi-Strauss: O ato de se alimentar.  05/01/2013 Equipe Malagueta
Fonte: “Farinha, Feijão e Carne-seca: um tripé culinário no Brasil colonial” (Ed. Senac SP) e “O Antropólogo da Cozinha” (Estadão/Paladar).
"... a cozinha é articuladora das categorias natureza e cultura e  também expressa uma linguagem por interligar  sistemas de oposições."
https://professorrodrigolima.wordpress.com/

ÉTICA NOS RELACIONAMENTOS

STRESS E SOLUÇÕES

HISTÓRIA DA CIÊNCIA

LIDERANÇA E ORGANIZAÇÃO DE TRABALHO EM GRUPO

APERFEIÇOAMENTO DO CURRÍCULO E OPORTUNIDADES

DISCERNIMENTO VOCACIONAL E CAMPO DE TRABALHO (MERCADO E TALENTO)

AVANÇOS E DESAFIOS DA VIDA POLÍTICA - DEMOCRACIA 1

PARTICIPAÇÃO POLÍTICA - DEMOCRACIA 2

O JOVEM NA VIDA POLÍTICA - DEMOCRACIA 3

A MULHER E A POLÍTICA - DEMOCRACIA 4

MEMÓRIA E HISTÓRIA - HISTÓRIA DAS MINORIAS SOCIAIS E DE GÊNERO - DEMOCRACIA 5

O BEM DA HUMANIDADE CONTRA A FOME - DEMOCRACIA 6

O BEM DA HUMANIDADE CONTRA A GUERRA

O BEM DA HUMANIDADE CONTRA A CORRUPÇÃO

O BEM DA HUMANIDADE CONTRA OS IMPACTOS ECOLÓGICOS

O BEM DA HUMANIDADE CONTRA O CRIME DE RACISMO

O BEM DA HUMANIDADE CONTRA A VIOLÊNCIA E SUAS FORMAS

O BEM DA HUMANIDADE CONTRA A DISCRIMINAÇÃO DA MULHER

O BEM DA HUMANIDADE CONTRA A COMPETIÇÃO PREDATÓRIA CAPITALISTA E O ENGODO IDEOLÓGICO SOCIALISTA

O BEM DA HUMANIDADE E AS PESQUISAS BIOGENÉTICAS

O BEM DA HUMANIDADE E A PESQUISA ESPACIAL

O BEM DA HUMANIDADE E AS RELIGIÕES - RELIGIOSIDADE E MÍSTICA

O BEM DA HUMANIDADE E O ACESSO À CIÊNCIA

O BEM DA HUMANIDADE E O ACESSO À VIDA DE QUALIDADE

A VIDA DOS TRABALHADORES: DESAFIOS E SOFRIMENTOS - CONFIDÊNCIAS 1

A VIDA DAS MULHERES EM CASA E NO TRABALHO - CONFIDÊNCIAS 2

A VIDA DOS IDOSOS E O ACESSO À SAÚDE - CONFIDÊNCIAS 3

A VIDA DOS ESTUDANTES E O ACESSO AO MERCADO E AO PRIMEIRO TRABALHO - CONFIDÊNCIAS 4

________________

TEMAS POLÊMICOS

EUTANÁSIA

CONTROLE DA NATALIDADE E ABORTO

CÉLULAS-TRONCO

PENA DE MORTE

TRÁFICO DE PESSOAS, ANIMAIS E PATENTES

HOMOSSEXUALIDADE

LUCRO E ECOSSISTEMA

LIBERDADE E SOCIEDADE DE CONTROLE

SOCIEDADE DO DESCARTE - CONSUMISMO

SOCIEDADE DO ESPETÁCULO

INDÚSTRIA CULTURAL E ARTE

DETERMINISMO E LIBERDADE

EDUCAÇÃO E MASSIFICAÇÃO

INCLUSÃO E EXCLUSÃO SOCIAL - EDUCAÇÃO

POLUIÇÃO E QUALIDADE DO AR, SOLO E ÁGUA

CRIMINALIDADE - MINORIDADE PENAL OU MAIORIDADE

TRÁFICO DE ARMAS E DROGAS


___________________


Redação e Produção de Textos – Links
por professorrodrigolima em 02/03/2012 | Deixe um comentário
Como começar uma Redação

http://www.mundovestibular.com.br/articles/5072/1/10-Formas-de-Comecar-uma-redacao-dissertativa-/Paacutegina1.html – Dicas de como começar uma Redação – Importante a leitura

 

Como construir um texto dissertativo

http://www.algosobre.com.br/redacao/como-construir-um-texto-dissertativo.html – Como construir um texto dissertativo

 

Dicas de Redação

http://blogunesp.vunesp.com.br/?p=168 – 5 dicas para uma boa redação -Blog Vunesp

http://veja.abril.com.br/blog/enem-vestibulares/redacao/como-fazer-uma-redacao-nota-10-no-enem/ – Redação Nota 10

http://oglobo.globo.com/educacao/os-35-passos-para-uma-redacao-nota-dez-no-enem-2011-2866649 – Redação: 35 passos

 

Enem: Redações Nota 10

http://professoredmundo.com.br/?p=480 – Enem: Redações Nota 10 – 2 modelos

http://letrasmundosaber.blogspot.com/2008/12/texto-dissertativo-argumentativo.html – Exemplo de texto dissertativo

 

UNICAMP – Provas corrigidas – Redação – Língua Portuguesa

http://www.comvest.unicamp.br/vest_anteriores/provas_comentadas.html

 

Modelos de Redação – Melhores Redações – FUVEST

http://www.fuvest.br/vest2013/bestred/bestred.html – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2013

http://www.fuvest.br/vest2012/bestred/bestred.html  – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2012

http://www.fuvest.br/vest2011/bestred/bestred.html – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2011

http://www.fuvest.br/vest2010/bestred/bestred.html – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2010

http://www.fuvest.br/vest2009/bestred/bestred.stm – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2009

http://www.fuvest.br/vest2008/bestred/bestred.stm – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2008

http://www.fuvest.br/vest2007/bestred/bestred.stm – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2007

http://www.fuvest.br/vest2006/bestred/bestred.stm –  Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2006

http://www.fuvest.br/vest2005/bestred/bestred.stm – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2005

http://www.fuvest.br/vest2004/bestred/bestred.stm – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2004

http://www.fuvest.br/vest2003/bestred/bestred.stm – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2003

http://www.fuvest.br/vest2002/bestred/bestred.stm – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2002

http://www.fuvest.br/vest2001/bestred/bestred.stm – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2001

http://www.fuvest.br/vest2000/provas/redac.stm – Algumas das Melhores Redações do Vestibular FUVEST 2000

 

Correção da Redação _ Fuvest – Dica de como entender uma proposta de redação.

http://estaticog1.globo.com/2012/01/08/fuvest/anglo/REDACAO.pdf

 

Editorial – Leiam estas fontes

http://www.estadao.com.br/opiniao/ Estadão – Recomendo

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/

http://www.valor.com.br/opiniao – Valor – Recomendo

http://oglobo.globo.com/opiniao/

http://jcrs.uol.com.br/site/colunas.php

http://bandnewstv.band.com.br/noticias/conteudo.asp?ID=82687

http://cbn.globoradio.globo.com/home/HOME.htm – CBN – Recomendo – Há editoriais por temas!

FUVEST

Lista de Corte Fuvest

http://www.fuvest.br/vest2012/informes/ii122012.html

ENEM
http://www.sitedoenem.org/

 Publicado em: Vestibulares - ENEM - FUVEST


 FONTE: Professor Rodrigo Lima - 05/01/2013
Destinado aos aluno de L.T.T. e LPL da Etec Carlos de Campos e Jorge Street
https://professorrodrigolima.wordpress.com/page/2/


__________________

Quando puder, leia em férias e sem compromisso:
 
Grande sertão: veredas.

A menina que roubava livros e ver o filme.


J B Pereira
Enviado por J B Pereira em 24/07/2015
Reeditado em 25/07/2015
Código do texto: T5322295
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2826 textos (1570295 leituras)
35 e-livros (529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 22:55)
J B Pereira