Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

objeto preposicionado e pleonástico - classificação dos pronomes oblíguos.

Veja o exemplo de objeto direto preposicionado logo a seguir:

"Como beber dessa bebida amarga?"

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff2509200835.htm

Beber é verbo transitivo direto: quem bebe - bebe o quê?

Mas, veja que aparece no exemplo acima beber dessa bebida...

ora, Beber dessa bebida tem o sentido de beber parte da bebida e não toda a bebida.

Sim, Beber, sendo VTD, continua sendo VTD, o complemento verbal dessa bebida é o objeto direto preposicionado, porque existe a preposição (de + essa).

________________________________________

Sua professora está correta quanto à classificação dos objetos pleonásticos: veja abaixo:

http://www.portugues.com.br/gramatica/objeto-direto-pleonastico.html

Aquelas inesquecíveis melodias (OBJETO DIRETO), ouço-as (OBJETO DIRETO PLEONÁSTICO) constantemente.

Os presentes (OBJETO DIRETO), entreguei-os (OBJETO DIRETO PLEONÁSTICO),à aniversariante.

Constatamos que o objeto direto da oração foi expresso no início da oração e, em seguida, foi novamente repetido por intermédio de um pronome – perfeitamente ajustável ao discurso.

Então, as e os são objeto direto pleonástico. Os pronomes são os objetos pleonásticos.

______________

http://www.infoescola.com/portugues/objeto-direto-e-indireto-pleonasticos/

Leia a frase a seguir, de Dalton Trevisan: “

Às violetas  (OBJETO INDIRETO) , na janela, não lhes (OBJETO INDIRETO PLEONÁSTICO)poupei água”.

O verbo poupar é transitivo direto e indireto, já que fazemos duas perguntas a ele: “não poupei o quê a quem?”.

Logo, às violetas respondem a pergunta “a quem?” (objeto indireto).

O pronome lhes refere-se também às violetas. o lhes é o objeto indireto pleonástico.

Percebe-se que o escritor teve a intenção de dar ênfase ao objeto indireto.

Portanto, tem-se aqui expresso um objeto indireto pleonástico.

_____________

Outra questão é a classificação de pronomes oblíquos átonos e tônicos. Veja abaixo:

http://www.portugues.com.br/gramatica/pronomes-pessoais-obliquos.html

Os pronomes pessoais se subdividem em pronomes pessoais do caso reto ( TEM A FUNÃO DE SUJEITO)e do caso oblíquo (TEM A FUNÇÃO DE OBJETO DIRETO OU INDIRETO DEPENDENDO DO VERBO EM QUE OS PRONOMES OBLÍQUOS ESTÃO LIGADOS) .

Observemos, pois, (entre vírgula, o pois tem sentido de então):

Os pronomes pessoais se subdividem em pronomes pessoais do caso reto e do caso oblíquo

 portanto:

* Os pronomes oblíquos apresentam-se sob duas formas:

- Átonos – são empregados sem preposição:

Indaguei-lhe acerca do acontecido.

- Tônicos – são obrigatoriamente regidos de preposição:

Disseram a mim toda a verdade.
___________________
http://bdm.bce.unb.br/bitstream/10483/1947/1/2011_AnaCl%C3%A1udiaSousaOliveira.pdf


http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff2509200835.htm
Enviado por J B Pereira em 30/04/2014
Reeditado em 30/04/2014
Código do texto: T4789248
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2826 textos (1570295 leituras)
35 e-livros (529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 22:01)
J B Pereira