Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Algumas formas verbais podem provocar dúvidas, principalmente as de certos verbos raros, irregulares ou defectivos

Conjugação - Armadilhas verbais

Verbos irregulares em "-iar"

a) Para anunciar o último debate político na Globo, em outubro, o jornal publicou: "Bonner media o programa". O redator se esqueceu de que o verbo mediar é um dos irregulares entre os geralmente regulares terminados em -iar . São quatro os irregulares com tal terminação:mediar , ansiar , incendiar e odiar . Intermediar e remediar, derivados de "mediar", como ele se conjugam.

Então o redator da notícia global teria escrito melhor: "Bonner medeia o programa". É preciso reconhecer que há uma tendência à regularização dos verbos e à simplificação geral da língua, o que explica em parte o "media" do texto. De todo modo, para não esquecer de que entre os verbos em -iar há quatro irregulares, basta lembrar o nome do mês de maio , pois as quatro letras iniciais desses verbos formam essa palavra: "mediar ", " ansiar ", " incendiar ", " odiar ".
Todos se conjugam como "odiar". O de io, me de io, an se io, incen de io. Com eles, claro, os derivados interme de io e reme de io. (Ganham um E nas formas rizotônicas - tônica na raiz.)

b) M obiliar é proparoxítono (tônica na antepenúltima sílaba), nas formas rizotônicas: mobílio, mobílias, mobília, mobiliamos, mobilieis, mobíliem; mobílie, mobílies, mobílie, mobiliemos, mobilieis, mobíliem.
São regulares os outros: adiar, afiar, agenciar, arriar, comerciar, desfiar, diligenciar, premiar, sentenciar  etc.:  adio, afio, agencio, arrio, comercio, desfio, diligencio, licencio,  premio, sentencio.
(Os maiores dicionários indicam a conjugação de verbos, principalmente  irregulares.)

Quando "ver" vira "vir"(Confusão no futuro do subjuntivo)
Os verbos ver e vir confundem-se no futuro do subjuntivo. O mesmo ocorre com os compostos: antever, prever, rever etc.; convir, intervir, revir etc. O resultado dessa aparente mudança de identidade são escorregões formais até de pessoas bem escolarizadas.
É preciso tomar cuidado então para não dizer coisas como:
"Se ela me ver " ou "Quando ela me ver ".
Deve ser " vir ",  futuro do subjuntivo de " ver ":
"Se ela me vir "; "Quando ela me vir ".

Pode-se extrair o futuro do subjuntivo do pretérito perfeito do indicativo, terceira pessoa do plural.

Verbo VER: eles viram ; tira-se o sufixo (am) e obtém-se a primeira pessoa do futuro do subjuntivo: VIR.

Verbo VIR: eles vieram ; menos a terminação (am) e obtém-se a primeira pessoa do futuro do subjuntivo: VIER
Futuro do subjuntivo

VER            VIR
Vir            Vier
Vires            Vieres
Vir            Vier
Virmos    Viermos
Virdes    Vierdes
Virem           Vierem

Convém notar que prover difere do modelo de ver . Conjuga-se como ver em presente do indicativo (provejo, provês, provê, provemos, provedes, provêem), mas se torna regular no pretérito perfeito, de modo que sua terceira pessoa plural é proveram : provi, proveste, proveu, provemos, provestes, proveram (-am) = prover.

Portanto, em prover , o futuro do subjuntivo e o infinitivo pessoal têm a mesma forma, como ocorre com todos os verbos regulares:  prover, proveres, prover, provermos, proverdes, proverem.
Em "pôr" e "querer", só "S"

Em textos distraídos, de vez em quando aparecem coisas como "puzer"  ou "quizeste", formas incorretas e antigas. O dicionário de Moraes e Silva, edição de 1813, por exemplo, registra: "Puz de parte a tradução que fazia". Coisa dos tempos do Brasil imperial, como se vê. Desde 1943, com a uniformização da grafia, não há mais z em nenhuma das formas assumidas pelos verbos pôr, querer e derivados (antepor, propor, predispor; requerer etc.) É sempre s: pus, pôs, puser, pusesse, antepuser; quis, quiser, quisesse, requiser etc.

"Adequar", um verbo no limbo

A maioria dos gramáticos e dicionaristas considera defectivo o verbo "adequar" (defectivos são vocábulos a que faltam algumas formas comuns a outros da mesma classe.) Sendo defectivo, não se conjugam as formas de "adequar" em que a vogal tônica é u. É o que ocorre em quase todo o presente do indicativo e, portanto, nos tempos e pessoas derivados: o presente do subjuntivo e o imperativo negativo, além da 3ª pessoa do singular, da 1ª e da 3ª do plural do imperativo afirmativo. Presente do indicativo: adequamos, adequais. Presente do subjuntivo: adequemos, adequeis. Imperativo afirmativo: adequemos, adequai. Imperativo negativo: não adequemos, não adequeis.

Os outros tempos são regulares. Recomenda-se que as formas inexistentes sejam substituídas pelas equivalentes de verbos irregulares sinônimos: acomodar, adaptar, amoldar e ajustar. A forma pronominal é mais usada: "adequar-se". Mas nem todos concordam em que "adequar" seja um verbo "defeituoso". O Houaiss, por exemplo, traz sua conjugação completa. Na dúvida, o melhor é ficar com a maioria e, por enquanto, continuar considerando adequar um legítimo defectivo.

O bizarro "parir"
Apesar de causarem estranheza e serem um tanto malsoantes, algumas formas de "parir" podem ser usadas à vontade por quem precisar, diz a maioria dos sábios. Inclusive a 1ª pessoa do presente do indicativo e todas as do presente do subjuntivo. Esse verbo já foi tratado como defectivo, a que faltavam essas formas, mas não há razão para isso: presente do indicativo - pairo, pares, pare, parimos, paris, parem; presente do subjuntivo - paira, pairas, paira, pairamos, pairais, pairam.

Portanto, se uma senhora grávida tiver programado cirurgia cesariana em data a escolher, dependente do signo astrológico, poderá anunciar:
"Eu pairo (=dar à luz) no dia que quiser, de amanhã a uma semana."

E o parceiro, compreensivo: "Que ela paira à vontade, porque eu já fiz o que podia."

FONTE: http://revistalingua.uol.com.br/textos/62/artigo248985-1.asp
Postado por: José João Bosco Pereira às 00:06
http://revistalingua.uol.com.br/textos/62/artigo248985-1.asp
Enviado por J B Pereira em 21/09/2012
Código do texto: T3894358
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2826 textos (1569582 leituras)
35 e-livros (529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/04/21 16:07)
J B Pereira