Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


NÉVOA NO AMANHECER
MOTE 
Contemplo a madrugada da janela
esta névoa que se ergue do gramado
e me encanto com os cravos perfumados.
Foi-se a noite, eu apago as minhas velas.
Jussara Maria Nodari Lucena
 
GLOSA
Contemplo a madrugada da janela,
captando a beleza da natureza
e olhando tudo como sentinela,
repleto de ímpar fascínio e nobreza.
 
O cenário desaparece em segundos.
Esta névoa que se ergue do gramado
tragou, rápida, muitos educandos,
entre eles, Luís, no Festival, acalmado.
 
Capital e parques, antes enfumados,
aos poucos, adquirem o seu esplendor
e me encanto com os cravos perfumados,
o que me intui, pela vida, amplo ardor.
 
Com o meu eu bastante fortalecido,
com brio, vi o céu despir-se das estrelas
e, por Deus, senti-me favorecido.
Foi-se a noite, eu apago as minhas velas.

 
 
Ilda Maria Costa Brasil
Enviado por Ilda Maria Costa Brasil em 27/10/2019
Código do texto: T6780230
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Ilda Maria Costa Brasil
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1975 textos (107589 leituras)
6 e-livros (1138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/19 13:44)
Ilda Maria Costa Brasil

Site do Escritor