Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


FIM DE NOITE 
 

MOTE
Eis-me a pensar, enquanto a noite envolve a terra,
Olhos fitos no vácuo, a amiga pena em pouso,
Eis-me, pois a pensar... De antro em antro, de serra
Em serra, ecoa, longo, um requiem doloroso.

Francisca Júlia da Silva Munster
 
Eis-me a pensar, enquanto a noite envolve a terra,
em rostos ansiosos que emolduram as ruas,
mediante à maior tragédia do universo, a guerra.
Queiramos ou não, existem muitas falcatruas.

A vida nos mostra imagens cruéis de violência.
Olhos fitos no vácuo, a amiga pena em pouso.
Por percepção abalada e triste experiência
busca, entre colegas, segurança e repouso.
 
Ainda que tenha recebido ajuda, muito erra.
Inquietações e angústias fecham-lhe caminhos.
Eis-me, pois a pensar... De antro em antro, de serra
em serra, de parceiros muitos burburinhos.
 
Por estar deprimida, perdeu várias chances,
deixou de vivenciar um momento precioso,
duelando com emoções e inúmeras faces.
Em serra, ecoa, longo, um requiem doloroso.

 
Ilda Maria Costa Brasil
Enviado por Ilda Maria Costa Brasil em 22/05/2019
Código do texto: T6653807
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Ilda Maria Costa Brasil
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1975 textos (107505 leituras)
6 e-livros (1138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/19 16:53)
Ilda Maria Costa Brasil

Site do Escritor