Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Senhora

Eu busquei por ti ó Sabedoria das Poesias... Mas tive medo porque me deparei com algo aterrador: Eram os teus olhos tão profundos como o mais poderoso dos mares a afogar-me nessas delícias de teu nome; o amor. Por inteiro possui-me; por inteiro desmembrou-me; por inteiro me transpassou, e eu aflito, simplesmente pedi por um longo socorro; por mais poesias! Por mais poesias! e nisso tudo; me veio um clamor pela perfeição. Sou alma; sou espírito; sou corpo; e, até mesmo, um anjo, mas me deparando com esse espelho de mim mesmo me vem à mente um sentimento demoníaco, de que as palavras, essas palavras, tem vida, e que constrói esse âmago e esse Elã Vital filosófico, que me leva ao clímax de dizer apenas; existo. É, nesta encruzilhada em que a noite chega, que acalantado a mim como reles criança que simplesmente me refaço; dia após dia com as palavras que não sei o quê
significam nesse mistério cósmico de alguma loucura; e dantescamente me nego a dizer poucas palavras, por faltar beleza ou quimericamente por divina perfeição deste estado embriagado da vida; de completo pedinte desta cândida: Língua Portuguesa: Senhora minha!
Francesco Acácio
Enviado por Francesco Acácio em 13/09/2019
Reeditado em 13/09/2019
Código do texto: T6743825
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francesco Acácio
Redenção - Ceará - Brasil, 30 anos
906 textos (10145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/19 21:09)
Francesco Acácio