Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como se escreve ...

    Ao deslizar na pele as pontas dos meus dedos, escrevo
    Saberei alguns dos teus segredos, dos teus desejos, dos
       teus sonhos; saberei colher o que a palavra Amor, semeia

    Saberás tu onde está a colheita, saberás como me aceitas
       e escrevere-mos os dois da mesma maneira.
    Não precisamos de estar em mundos paralelos,

    Mas aceitar que somos diferentes
    A palavra Amor pode decipar-se no momento que a
       queremos decifrar

    Ela não tem sentido escrita;
    Mas o seu sentido e cheiro, mesmo estando longe
    Amor existe quando há desejos

        e se estiver errada, a minha
        tentativa de não a querer escrever,
        saberei que me odeias e  já não és o meu Amor!
Divavid
Enviado por Divavid em 09/10/2014
Reeditado em 10/01/2019
Código do texto: T4993228
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Divavid
Köln - Nordrhein-Westfalen - Alemanha
1078 textos (53792 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/09/19 15:45)
Divavid