Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS FOCAS E A ORCA

  Depois da batalha da orca com o tubarão a orca começou a se achar o maior, mais terrível e mais violento animal marinho.
    Dava imensos mergulhos pelo oceano e se jogava pelos ares somente para ver o pavor entre os demais seres viventes dos oceanos. Inclusive das focas malucas que a haviam atraído para aquela região.
     As focas, sabedoras da força deste animal e do poder de destruição, depois que viram a luta entre os dois gigantes, sabiam muito bem em que águas estavam navegando. Às vezes, até se arrependiam de tê-la atraído para aquela região, antes tão pacífica.
     Mas o problema era real e as focas precisavam tomar alguma atitude urgente.
     A orca, feliz seguia sua vida sem temor a qualquer outro ser vivente. Momento em que as focas, percebendo essa soberba, pensaram em agir.
     Reuniram-se para uma discussão da melhor estratégia para vencer o inimigo.
     Como ao cair da tarde era mais tranquilo, reuniram-se próximo a uma rocha imensa.
    - Acabamos com o tubarão - uma iniciou a conversa - , mas temos um problema muito maior.
    - É verdade. O problema agora é que somos petisco preferido desta orca gigante - disse outra.
    - Alguém tem uma ideia do que podemos fazer? - Falou uma terceira.
    - Eu tenho uma ideia de como vencer este novo perigo - respondeu uma quarta foca.
     E expôs o seu plano.
     Chegou o grande dia. Todas as focas reuniram-se num só lugar para atrair a atenção da orca.
     A orca vendo o seu almoço garantido foi-se chegando dando altos saltos. De repente a maré baixou e a orca ficou entalada numa rocha impossibilitando sua movimentação. Presa por entre as pedras pensou no seu almoço fugindo.
     As focas comemoraram o sucesso do plano. Para vencer aquele animal gigante só mesmo contando com a ajuda da natureza.
    Enquanto a orca debatia por entre as pedras as focas tomaram rumo a outro oceano. Livres daquele perigo poderiam saborear o gosto da vida pelos mares do mundo.
     Pelo menos até que um novo perigo aparecesse.

Moral da história: Mais vale a inteligência do que a força bruta.
NEUZA DRUMOND
Enviado por NEUZA DRUMOND em 14/10/2019
Código do texto: T6769495
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
NEUZA DRUMOND
Bom Jesus do Amparo - Minas Gerais - Brasil
1016 textos (13670 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/19 20:26)
NEUZA DRUMOND