Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Namoro à moda antiga // Eligio Moura

A mocinha sempre espera
namorando na janela...
O que parece quimera,
é ardente espera dela
nos seus dezessete anos...
Beija por baixo dos panos
levando a sério! Quem dera,
esse doce namoro eu e ela...
A mocinha sempre espera
namorando na janela...

(Redonde, experimental criação do poeta Francisco de Assis Góis)

Agradeço a linda interação da poetisa ESTHER LESSA.

NOSSO NAMORO // ESTHER LESSA

LEMBRO COMO EU TE ESPERAVA...
E CHEIA DE ANSIEDADE !
AO TE VER, CUORE** PULAVA
COM TANTA FELICIDADE !
É MUITA SAUDADE ,AMOR,
DE NOSSA VIDA EM ALVOR
TEU BEIJO ME ALVOROÇAVA
CO' ARDÊNCIA E DOCILIDADE...
LEMBRO COMO EU TE ESPERAVA...
E CHEIA DE ANSIEDADE !


(O REDONDE É CRIAÇÃO DO POETA FRANCISCO DE ASSIS GÓIS)

CUORE / CORAÇÃO, EM ITALIANO

Agradeço a gentil e bela interação ao excelente poeta Jacó Filho

A gente perdia a hora,
Pra namorar escondido.
De paixão a gente chora,
Se não for correspondido.
Quase sempre atrasados,
Nosso professor ligado,
Percebendo o que rola.
Pros nossos pais vai escrito.
A gente perdia a hora,
Pra namorar escondido.

Agradeço ao grande poeta  Ranon Machado a honrosa visita que me faz e a interação que deixou:

Ah, quantas vezes, ali da minha janela,
eu a vi passar...
era a moça dos meus sonhos
e também o meu grande segredo...
nunca tive coragem de revelar...

Comentário em destaque ( poeta Ranon Machado)

Poeta Eligio Moura, você é muito bom com as palavras... Parabéns!!!
Eligio Moura
Enviado por Eligio Moura em 12/01/2021
Reeditado em 20/01/2021
Código do texto: T7157902
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Eligio Moura
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1692 textos (44586 leituras)
148 áudios (1592 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/04/21 03:41)
Eligio Moura