Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
NÃO PENSO

 
Não penso, logo não existo!
Em limbo frio me arrasto...
Mórbida inexistência despisto!
 
Espalhando substratos prossigo...
Mesmo nesta mortal pseudovida!
 
Princípio real de um postigo
Entreaberto e ainda assim sem saída?
Neste submundo sequer investigo...
Se nem existo e nem tenho vida!
Aninharei em destroços tal castigo?
Minha inexistência tem algo que intimida?
Em que mundo obterá a vida, tais respostas,
No limiar da loucura e morte estão dispostas...
Toda tentativa em rastejar, evoluir, caminhar?
O ser humano em involução caminha sem pensar...



 
♥♥♥♥

 
Embalada ao ler:

Cogito, ergo sum:
"penso, logo existo";
Ou ainda Dubito, ergo cogito, ergo sum:
"Eu duvido, logo penso, logo existo”.


&


“Tudo o que faço ou medito
Fica sempre na metade.
Querendo, quero o infinito.
Fazendo, nada é verdade.

Que nojo de mim me fica
Ao olhar para o que faço!
Minha alma é lúcida e rica,
E eu sou um mar de sargaço.”

(Fernando Pessoa)

=>Vídeo aqui<=
TUDO O QUE EU TE DOU
INEZTEVES
Enviado por INEZTEVES em 14/12/2012
Reeditado em 17/12/2012
Código do texto: T4036076
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
INEZTEVES
Japeri - Rio de Janeiro - Brasil
1376 textos (112809 leituras)
290 áudios (28847 audições)
2 e-livros (117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/19 18:23)
INEZTEVES