Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A entrevista que virou perfil...

Segue a entrevista com BOSCO ESMERALDO

Bom dia, Cida!
Deus te abençoe!

Obrigado pelas perguntas.
Eis a seguir minhas respostas.
Estou as publicando no meu perfil.
Valeu!

    Entrevista concedida a CIDA MOURA em 5 de janeiro de 2011.

MAMM: Seu NOME...

JBRE: João Bosco Rolim Esmeraldo.

MAMM: Nacionalidade...

JBRE: Sou brasileiro, Natural de Missão Velha – CE.

MAMM: Estado civil? Por quanto tempo?

JBRE: Sou casado, bem casado com uma adorável esposa há 32 anos.

MAMM: Quantos filhos?

JBRE: Tenho 2 filhos, 2 noras, uma neta e uma filha. Herança maravilhosa.

MAMM: Trabalha em qual setor?

JBRE: Sou aposentado. Sou pastor evangélico. Atualmente trabalho como escritor e tradutor. Também trabalho na área musical como compositor e arranjador.

MAMM: Experiência inicial com poesia.

JBRE: Aos 13 anos quando o meu avô desafiou-me a fazer uma décima (glosa) para saber se eu havia herdado sua veia poética. Leia MEMÓRIAS – MEU AVÔ [http://www.recantodasletras.com.br/cronicas/2448478].

MAMM: Futuros projetos.

JBRE: Servi como missionário em uma missão transcultural. Lançar 4 livros, já escritos, mas ainda inéditos. Produzir e lançar 4 CDS, mas não gostaria de seguir a vida artística, mas lançar minhas músicas através de outros cantores.

MAMM: O que mais te inspira?

JBRE: Deus, a vida, tudo.

MAMM: Já se inspirou em momentos ruins? Esclareça.

JBRE: Sim. Várias vezes. Cada situação eu procuro explorar o seu lado positivo, construtivo e aprender cada lição inclusa. Perda de meus pais, ingratidão e traição de amigos em vez de me deprimirem, inspiraram-me para produzir e superar a decepção.

MAMM: Se espelhou em algum escritor?

JBRE: No campo da prosa, José de Alencar, Graciliano Ramos, José Lins do Rego, Viriato Correia. Na poesia, Gióia Júnior, Meu avô e Minha Mãe. Na maioria dos meus trabalhos, inspiro-me em minhas experiências, sonhos e projetos.

MAMM: O Recanto para você é um hobbie?

JBRE: Certamente. O RL me cativo. Pessoas como você têm me cativado e dado razões para permanecer aqui. Amizades sinceras e reais nascem por aqui. Se não cuidarmos, o RL torna-se um vício. É o meu café da manhã. Imperdível!

MAMM: Já teve vontade de parar de escrever?

JBRE: Já tive vontade, não de parar de escrever, mas de sair do RL motivado pela decepção. Pessoas usarem o nome da gente, envolvendo-o em fofocas, usarem o seu e-mail para detratar colegar, esse tipo de baixaria. Mas dei a volta por cima e aqui estou.

MAMM: Que tipo de mensagem gosta de transmitir em seus textos?

JBRE: Amor, otimismo, incentivo, mas o que eu mais gosto de falar é do amor de Deus por nós e de nossa dependência desse amor que é tudo. Tento transmitir isso, mesmo de forma indutiva, não explícita.
CIDA MOURA
Enviado por CIDA MOURA em 10/01/2011
Código do texto: T2719832
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
CIDA MOURA
São Paulo - São Paulo - Brasil
2854 textos (146363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/08/20 15:13)
CIDA MOURA