Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CULPA

Existe algo que todos possuímos!
Por conta da semelhança no agir.
Usamos na surdina.
 E a carregamos escondida atrás das mãos, como uma espécie de proteção,  um elemento surpresa num momento de aflição, para que o outro não veja!
Nós a ultilizamos, quando nos sentimos acuados, ou simplesmente quando estamos revoltados.
Utilizamos, quando o outro e mais forte que a gente, ou quando este, está distante demais para  alcançar, talvez nós defendermos.
Acredito que não!
Há bem da verdade; usamos; por sermos fracos e covardes.
A relatos de usarmos culturalmente, muitas vezes em bárbaros rituais públicos!
A civilizações que a usam como condenação, por um ato não aceitável pelo coletivo doentio!
Até a morte!
A classificamos e mensurados conforme a conveniência.
Distribuímos com facilidade, para diminuir o peso, e atiramos com tanta força, que a soma do seu peso e velocidade atinge com um impacto avassalador.
Muitas vezes negamos, dizemos não possuir, e outras vezes fingimos com tal facilidade que acreditamos na própria mentira, ,nos ludibriamos.
Ultilizada como arma,  deste tempos remotos, mil artifícios para atira-la mais longe.
Desde o bodoque, estilingue ou atiradeira, tanto faz o nome que se  queira dar, este arrificio, comparo com palavras desferidas.
Já pararam pra pensar:
Não é  a "culpa"  dêntica a uma pedra.
E sempre temos uma escondida na mão?
 Jogamos no outro para ferir, ou para soltar nossa hipocrisia, e desta forma, ficarmos como os heróis da história, mesmo sendo vilões.
Existe uma máxima bem remota até; que poderia ser dita assim:
" Quem nunca errou,que atire a primeira culpa"
Daria no mesmo infelizmente...

( Do meu livro: O Escultor de Frases)
( Conclusão)
(Autor: George Loez)
George Loez
Enviado por George Loez em 26/12/2019
Código do texto: T6827175
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
George Loez
Barbacena - Minas Gerais - Brasil, 49 anos
167 textos (3348 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 15:40)
George Loez