Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Escrita e a Morte

A busca por aventura ou experiências agradáveis deve também fazer parte do pacote, é uma parte importante de todo o processo, é um esforço para sair da rotina, e requer planejamento e outros detalhes como preparar malas. E todas as vezes que vou á minha cidade natal, sempre passo na casa do tio Paulo, e todo o momento ele está ampliando e construindo algo novo.

E alguns nomes sempre lhe trazia a sua espantosa memória que corria como um rio em época de cheia em especial  e a mim guardava alguns fogos de artifício tardia lembrança de Gandalf.

Sinuosamente tudo deve ser bem  musicalizado em sua vida, e o ensino faz parte deste processo musical em sua longa vida bem cheia de polifonia.

Cabalmente o passado quando aberto tem um enorme peso no futuro , ou um presente cheio de amplidão ou de referências bem simbólicas como num quadro de Van Gogh.

Realmente ter boas lembranças significa que esses momentos em sua vida  devem ser no mínimo lembrados em outras ocasiões como uma boa construção em alvenaria.

Ironicamente  as experiências vivenciadas por ele lhe  ajudam, apreciando mudanças possíveis em seu cotidiano que sucedem piamente.

Tal interpretação original dos fatos cotidianos favorecem uma forma afoita de ler a própria leitura conflitiva e superficial da existência como um todo ao lidar com as conexões definitivas da boa compreensão.

Assim eu compreende a dimensão da vida  mediante as cordas do amigo violão, suas capacidade musical capaz de dedilhar por horas diversas melodias bem múltiplas no mesmo ritmo e som. Suas melodias traduzem o conjunto de preocupações existentes em sua  polifonia de vida.

E assim a leitura se procede com muitos ricos detalhes , pois numa viagem , o viajante em questão pode ler desde lindas paisagens de fundo rural á ricos cenários urbanos das pequenas cidades do seus país e de outra nação se for a um país estrangeiro.

A leitura é um processo que se requer um pouco de reflexão e ao mesmo tempo solidão, a primeira advêm da necessidade de se compreender o texto ou a paisagem pelo qual está a frente, a segunda aparece como resultado da primeira.

Mas  eu também é sou filho que dependo de minha mãe com as devidas proporções cuida da sonoridade existencial da polifonia da vida em certas notas.

O momento nos convida a uma série de ensaios sobre mim   e minha divertida vida entre o violão em primeiro lugar  e suas muitas sequências musicais.

Realmente o  texto sempre vai buscar algo próximo a realidade ali dimensionada atualizando-a com o momento presente , mas um filme , um quadro sempre são formas de leituras de obras do passado ou do presente.

Temerariamente, o que um leitor deve ou pode ler? Qual padrão correto de leitura? Quais livros deve se ler? Em quais ocasiões deve ler certos livros?

E assim a leitura se procede com muitos ricos detalhes , pois numa viagem , o viajante em questão pode ler desde lindas paisagens de fundo rural á ricos cenários urbanos das pequenas cidades do seus país e de outra nação se for a um país estrangeiro.

JessePensador
Enviado por JessePensador em 06/11/2019
Código do texto: T6788720
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JessePensador
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil, 35 anos
881 textos (8529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 07:39)