Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Desenho e a Música

O momento nos convida a uma série de ensaios sobre meu irmão caçula Oséias e sua divertida vida entre o violão em primeiro lugar  e suas muitas sequências musicais.

Diante disso tudo nasce com somente os  fatos decisivos para ele como um bom conhecedor do mundo  mediante essa mentalidade musical em fragmentos em sua volta e assim usa os mecanismos capazes de uma boa formação.

E suas formas de interpretação destes fatos condizem com sua cosmovisão que deve se adequar ao contexto em apreço , bem exigido e detalhado em que cabe leituras e compreensões de um mundo em fragmentos já na Antiguidade Oriental.

Sinuosamente escrever um fio biográfico é um desafio enorme  para quem redige em estruturas nominais , um ensaísta definiu todos somente os desafios de sua escrita.

E inicialmente ignora virtualmente toda forma de tradição e constrói um novo modelo interpretativo do fatos em evidência diante da nação que perde sua soberania estrutural.

Naturalmente o desenhista Oséias tinha uma leitura sombria dos eventos cotidianos inesperados em um construto inacabado de um governo que tinha certo grau de estabilidade.

Havia um pensamento norteador existente e também ampliada naquela forma de cultura advinda de uma tradição ou forma de pensamento bem declinante.

O músico Javier Ruibal tem poucas opções usa aquilo pelo qual deseja com fluidez salvar ou oferecer uma lúcida redenção a um povo que esqueceu algo que lhe valia muito.

E as explicações oferecidas pelo músico  são de fato inadequadas interpretações  ao contexto que estavam assim inseridas como forma de opinião disfarçadas.

A virtude de um músico segundo Javiel Ruibal é algo bem delicado e profundo não pode ser uma mínima coisa a se tratar como uma forma de composição.

Mas ele também é um  filho que depende de sua mãe com as devidas proporções cuida da sonoridade existencial da polifonia da vida em certas notas.

Usualmente esse foco também deve ser no mínimo visto  em outros ambientes , não aqui. Essa observação faz parte de um modelo de narrativa.

Simbolicamente era um enorme desafio elaborar perguntas para meu irmão em uma pose bem colocada, no caso especial essas respostas detalhadas  em detalhes riquíssimos e inexatos.

Inicialmente surge um pensamento na cabeça do caro jornalista ' em razão de tremenda complexidade, ele usa um recurso para sair na tangente'. Assim uma visão conflitante reage a um fio de pensamento pessimista. Pairou um silêncio no ambiente capaz de ouvir uma sinfonia sombria parecida uma melodia digna de  Richard Wagner.

Como meu irmão poderia dar tanto suporte ao crescimento da polifonia da vida? Uma pergunta que requer muitas respostas que devem ser deliberativas e bem definidas.
JessePensador
Enviado por JessePensador em 13/10/2019
Código do texto: T6768392
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JessePensador
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil, 35 anos
878 textos (8487 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/19 11:15)