Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GANHAS ALMAS PRA JESUS: ISSO É POSSÍVEL?

Ninguém ganha ninguém pra jesus, apenas para um sistema de crenças onde os que vivem do sistema serão os maiores beneficiados!
*Por Antônio F. Bispo
   Ao “entregar-se para jesus” em uma igreja qualquer, querendo ou não à partir daquele momento a pessoa se torna propriedade particular da igreja onde se filiou e o líder religioso local de acordo com a própria visão de mundo que tem, determinará para o indivíduo o que é bom ou mau para ele, de acordo com aquilo que ele interpreta ser a vontade de deus.
   Na maioria dos casos o líder religioso local é apenas um sujeito oportunista que deseja se aproveitar da ignorância alheia, ou um fracassado em outros ramos de negócios e que viu no comércio da fé, uma excelente oportunidade de ser da bem na vida e ainda ser respeitado como se fosse “o anjo do senhor”!
   Se isso não é verdade e o contrário disso é verdadeiro, me digam então que membro de uma igreja nos moldes cristãos tem o direito de perguntar abertamente sobre a “vontade de deus”, o modo como a igreja é dirigida e outras questões relacionadas a permanência do próprio indivíduo no grupo sem ser perseguido, maltratado ou humilhado?
   No mínimo eles dirão que quando o sujeito se associou àquele grupo, tal fundamento já existia, se ele quiser é assim, se não quiser é assim ou que caia fora! A igreja é do senhor e ele é quem manda! É o que todos dizem. Que senhor? Só se for o senhor que registrou o CNPJ da igreja ou que é submisso a este, por que outro senhor não existe a não ser o senhor DINHEIRO e o senhor PODER!
  É assim com uma igreja de 10 membro e também é assim com uma religião de 3 bilhões de adeptos no mundo inteiro. Cada um interpretando ao seu próprio modo a vontade de deus, fazendo prosélitos mesmo pertencentes a tal religião, invalidando os ritos litúrgicos uns dos outros, criando debates intermináveis sem sentido ou utilidade alguma, subjugando indivíduos ou reinos inteiros a um ponto de vista e quem não concordar, há uma variedade de penalidades diferentes que podem ser aplicados desde um boicote a imagem ou comércio daquela pessoa, até uma pena de morte executada de diferentes formas.
   Quem duvida disto, que pare e olhe ao seu redor e tire as próprias conclusões e se mesmo assim não ficar convencido, que estude melhor sobre a história da igreja geral ou da qual você estar inserido e veja qual era o método mais eficiente para “converter” as pessoas a deus por mais de 10 séculos seguidos e até hoje em alguns lugares onde o cristianismo ainda é maioria.
   Em outras palavras: ao “aceitar jesus” a sua vida, sua personalidade, seus desejos, seus projetos, sua vontade de progredir e todos os seus sonhos estão condicionados à vontade de uma líder que em muitas das vezes tem mentalidade de uma ameba, pode ter o comportamento de um pervertido sexual ou age como se fosse um líder de uma facção criminosa e nada você poderá fazer para mudar isso se você quiser receber a sua “salvação” qual eles dizem intermediar.
  CREIA E OBEDEÇA! Esse letreiro invisível estar em todas as igrejas, não importa qual nome de fachada elas usem.
  Como poderia a salvação como sendo algo tão caro ser vendido de “modo pirata”, contrabandeada por gente tão barata, sem que o real dono da mercadoria nada faça para intervir mesmo assistindo tudo com sua onipresença? Tem caroço nesse angu...se uma mercadoria pode ser oferecida por qualquer pessoa e de qualquer jeito é por que ela não funciona!
   Filiar-se a um agrupamento para fins religiosos ou iludir-se para manter-se num estado mental de conforto é um direito de todos! Explorar e expor outras vertentes de uma mesma realidade também! Se a maioria soubessem como todo esse “plano de salvação” é arquitetado e que há inúmeras outras opções de escolha ou de “salvação”, duvido que pelo menos 1% permanecessem onde estão, servindo de curral, para que seus pastores se beneficiem como bem entender.
  Como associação ativa em projetos sociais a igreja é uma instituição poderosa e deve ser respeitada quando olha para os humanos com olhares humanos e procura juntos encontrar soluções para os problemas da humanidade enquanto esses ainda vivem.
  Como vendedores da salvação futura, são apenas trambiqueiros, vendendo o que não tem e nem podem dar, sem garantia de reembolso, já que ninguém depois de morto voltará para dizer que era tudo uma grande mentira!
  O proselitismo religioso é apenas meio indelicado de aumentar o poder de quem já o tem e diminuir o poder de quem quase não o tem. Uma forma corrupta de ser aceito como filho por aquele quem dizem ser pai de todos onde o filho parido é que tem de criar o pai e não o contrário.
  Diferente dos sistema “injusto e pecador” criado por nós humanos em que a nossa lei obriga pais irresponsáveis assumirem seus filhos, na crença religiosa cristã, são os filhos que devem procurar a todo o custo a proteção desse tipo de pai e nessa busca desenfreada se tornar vítimas de todo tipo de salafrário que diz conhecer o tal pai e que vai conduzi-lo até ele mediante um pagamento constante de 10%  de tudo que o procurador conseguir em vida além de uma vida inteira de obediência a esse guia cego e de procedência duvidosa.
  Ninguém leva ninguém a jesus e ninguém ganha ninguém pra jesus, para deus ou seja lá para que santo for.  Ao fazer prosélitos para determinada igreja você só estar fazendo com que uma pessoa livre e desimpedida passe a ser escravo de um sistema de crenças e aberrações que o indivíduo na maioria dos casos poderia viver sem ele.
  Ao proceder com o rito batismal ninguém estar salvando a alma de ninguém nem a tornando filho (a) de deus. Isso é tudo invenção copiada de outras religiões e de outros ritos de passagem. Na maioria dos casos apenas um meio de fazer com que pessoas más, achem que são boas e especiais só por que foram imersas em aguas paradas ou correntes sem nem se quer corrigirem os erros que cometem com os outros.
  Quase tudo em uma crença religiosa é engano, ilusão ou superstição. A única coisa real que existe é o bem ou o mal que podemos fazer aos outros por meio de uma crença religiosa, o resto é balela, muleta, andaime ou escada para se alcançar o topo do nada e ao chegar lá em cima, perceber que você não passava de um trouxa, um objeto de manipulação, de lucro ou de prazer sexual para um grupo seleto de igualmente ignorantes, pervertidos ou gananciosos.
  Quando alguém estar inserido em um sistema religioso em que o proselitismo é o meio mais comum de conseguir adeptos a pessoa acha que estar fazendo um bom negócio tentando persuadir, seduzir ou intimidar outras pessoas por meio de ameaças infernais para que esta se junte ao seu grupo.
  A pessoa que faz isso o faz por que acredita que realmente estar fazendo algo importante para deus e para a pessoa que estar “recebendo” a salvação ou por que a pessoa se sente útil, produtiva e satisfeita “batendo as metas” para o “reino de cristo”, ou seja, fazendo prosélitos.
   Esse ato é quase que uma obrigação até por que é comum em algumas igrejas evangélicas usarem passagens bíblicas fora do contexto para intimidar os membros dizendo que não basta apenas ser salvo, se este o salvo não trouxer em vida pelo menos 1 única pessoa “para jesus” jamais poderá ser salvo, receber a coroa ou coisa do tipo e que todos os que um dia “partiram sem jesus” serão cobrados das mãos daquele “atalaia” e por isso o fiel que nada produzira além de não ser salvo receberá sua sentença no inferno aumentada se não salvar outras pessoas “para jesus”. É mole ou quer mais? É pra ser trouxa de pé irmão....
  Quem estar fora do sistema hoje pode dizer sem nenhum peso na consciência: “vai pra P* que o pariu com tanta mentira e discrepância seus bandos de...”
   Imaginem só: você, depois de salvo, perder sua recompensa por que outra pessoa seja de perto ou do outro lado do mundo não ouviu o “evangelho” por sua causa? Como se você tivesse culpa nisso!
 “Quem pariu Mateus que o balance”, já dizia os mais velhos!
  Se alguém tem culpa na salvação ou condenação de quem quer que seja, saiba que não é você! O que você puder fazer para tirar alguém da miséria, do sufoco, de um vício ou de uma situação ruim o faça sem holofotes e sem esperar nada em troca, até por que há uma grande chance de a pessoa que você hoje ajuda te dar uma rasteira no futuro, te pagar com ingratidão ou espalhar boatos duvidosos ao seu respeito que comprometam sua reputação ou coisa do tipo. Isso acontece todos os dias e nem por isso pessoas boas deixam de fazer o bem, apenas se tornam mais precavidas.
   O motivo de muitas pessoas nunca sair da merda em que estão metidas é por que no fundo elas não querem sair de lá, antes sim querem te puxar para onde elas estão, pois o consolo dela não é o delas subirem ou de ver alguém subindo, mas de permanecer onde estão e trazer outros para perto de si. É difícil entender isso, mas com o tempo você aprende...
  No caso do não proselitismo, condenar uma criatura ao inferno por não ter falado do “amor de deus” para outra seria o mesmo que condenar o vizinho do prédio ao lado pela quantidade de filhos não assumidos que uma pai irresponsável deixou por aí em um país subdesenvolvido qualquer como todo dia ocorre.
   Vejam só que antagonismo essa questão da salvação e como isso não é problema seu: num passado bem distante, deus estava entediado e criou outros seres angelicais para se relacionar com ele num ambiente puro e livre de qualquer pecado capital comum aos meros mortais humanos.
 De repente um desses seres imortais e puríssimo se deixa corromper pelo orgulho. Ele com raiva pune esse anjo rebelde e o manda direto para o planeta terra, lugar onde ele presumidamente pretendia colonizar depois. Poderia ter enviado para qualquer outra galáxia ou qualquer outra dimensão, mas escolheu justamente a terra. Poderia também ter aniquilado o mal de uma vez por todas naquele instante mas não o fez, preferiu manter seu arqui-inimigo vivo e ativo por algum motivo.
   Assim, logo que criou o homem esse anjo do mau vem o tenta, o homem peca, e ele castiga o homem expulsando-o do paraíso ao de com sua onisciência evitar tal tragédia.
   Irado com a desobediência humana ele lança praga sobre nossa espécie, condenando-a a trabalhos forçados, dissabores e todo tipo de sofrimento quando na verdade fomos apenas vítimas de sua irresponsabilidade paternal e de sua questão mal resolvida com seu querubim ungido.
   Depois de um certo tempo, ainda irado ele destrói em um dilúvio toda nossa espécie humana bem como mais de 99,99 % de toda vida na terra se consideramos apenas os humanos e animais sobreviventes da arca. Ele praticamente resetou toda a vida para refaze-la, com erros de novo!
  Depois disso, vária epopeias foram travadas com seu arqui-inimigo tendo como palco de batalha os corações de meros mortais. Insatisfeito com tudo, ele desce dos céus em forma de pomba, engravida uma mulher sendo pai ele mesmo, e assim se torna o pai, o filho e o espirito santo.
   Em uma dessas personalidades ele é o deus irado e em outra ele é o filho submisso. A terceira pessoalidade só os crentes pentecostais fazem uso dela, pois me parece que sua utilidade é apenas fazer as pessoas passarem ridículo, fazendo-as caírem, rolarem, gritarem e fazerem piruetas no meio da igreja além de dizer palavras ininteligíveis e desconexas que para nada se aproveita.
  Os católicos depois disseram que Maria era sua mãe que tornou ainda mais confusa ainda. Mas isso é o que faz de melhor o pensamento religioso. Quanto mais confuso e misterioso for um caso, mas inteligente parece ser. E só há duas opções nesse tipo de labirinto: não entrar nele, ou levar consigo algum tipo de ferramenta poderosa para tornar transitável todos os becos sem saída desse labirinto libertando a si mesmo e a tantos outros que por milhares de anos estão presos nele. Sem a ferramenta da lógica, da razão e do bom senso ninguém jamais saiu de lá e como zumbis, contaminam a todos quanto tiverem contato e comem o cérebro de quem resiste.
   Desse modo, após encarnado, deus permite que romanos e judeus julguem, condenem e mantem ao seu filho que aliás era ele próprio, para perdoar os pecados do povo e livrá-los da ira dele mesmo e depois por milênios seguidos permitir que igrejas de todos os tipos explorassem essa ideia a vendessem como bem entendesse.
  Tem algo mais controverso e sem sentido do que esse tipo de salvação. Nem boi dorme com uma história dessas! É uma tremenda de uma piada sem graça contada para surdos ouvir, numa sala escura onde cegos tateiam pelo interruptor esperando que os mudos lhe digam onde eles estão.  Desse modo a luz nunca se ascenderá e a ignorância dominará a todos.
  Para os que vivem do sistema, é importante que isso aconteça. É lucrativo! É uma experimento macabro. O deus que curte esse tipo de coisa deve ser realmente gente muito boa e passar a eternidade com um cara desses seria para todos um péssimo negócio. Se em uma vida curta e insignificante ele se diverte com esse tipo de coisa, imagine toda uma eternidade ao lado dele...
  Se você procura algum tipo de salvação, procure salvar-se daqueles que lhe impedem o questionamento, o diálogo aberto e respeito entre todos e não apenas aos de seu grupo religioso. É desse tipo de gente que você precisa ser salvo! Sentar num banco de igreja (ou de escola) e apenas ouvir sem questionar não é aprender, é doutrinar-se, submeter-se a uma programação mental para um propósito específico.
   Se o proselitismo fosse mesmo interessante para aquele que dizem ser o deus verdadeiro, ele mesmo apareceria e converteria a todos, sem precisar de intervenção de ninguém. Criar o universo com bilhões de galáxia e todo tipo de vida existente nele era mais difícil e dizem que ele o fez. De repente ele precisa de você para convencer a outras pessoas que ele existe!
   Ahhhh...vão lamber sabão! É preciso ter mentalidade de ovelha para ser guiado por um pastor!
    Saúde e sanidade a todos!
Texto escrito em 12/8/19
*Antônio F. Bispo é graduando em jornalismo, Bacharel em Teologia, estudante de religiões e filosofia.
Ferreira Bispo
Enviado por Ferreira Bispo em 12/08/2019
Código do texto: T6718123
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ferreira Bispo
Cristinápolis - Sergipe - Brasil, 37 anos
154 textos (8233 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/19 02:59)
Ferreira Bispo