Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Silêncio e a Melodia

O momento requer uma boa reflexão acerca da figura materna, que assume o papel de esquecida dos seus próprios familiares e seus correlatos numa estreita ligação com a família materna que está longe.

Sinuosamente tudo deve ser bem  musicalizado em sua vida, e o ensino faz parte deste processo musical em sua longa vida bem cheia de polifonia.

Ironias cervantinas á parte , a figura materna também exerce seu papel de disciplinar seus filhos e filha de forma educada e polida, nessa linha estrutural.

Legalmente ,esse belo  registro deve ser no mínimo cadenciado em uma sequência musical bem compartilhada em resultados bem distributivos  na vida de cada filho.

E as experiências advindas da primeira vida lhe foram úteis a polifonia da vida naturalmente nem todas experiências lhe foram importantes, algumas mais que outras.

Naturalmente a mãe Lúcia busca realizar a conexão sinfônica de cada elemento da polifonia da vida em uma busca incessante e sonora, mas ainda falta algo.

Cabalmente ela busca realizar a conexão com os elementos existentes e disponíveis em sua vida que possam criar e recriar simbolicamente sua vida em outras formas de existência.

Inicialmente o silêncio ocupa esplendidamente este espaço de criação e recriação que permite a construção de uma partitura musical real e concreta para sua polifonia da vida.

O momento em questão exige simplesmente compreensão e uma boa interpretação solícita de cada elemento em apreço sugerindo uma nova melodia.

E as experiências advindas da primeira vida lhe foram úteis a polifonia da vida naturalmente nem todas experiências lhe foram importantes, algumas mais que outras.

As experiências são na verdade fatos alinhados em uma perspectiva narrativa traduzem uma ideia valorativa sobre a vida em geral ,  a mãe  Lúcia entende todos esses elementos tão cheio de polifonia.

Mas ela também é uma  filha que depende de sua mãe com as devidas proporções cuida da sonoridade existencial da polifonia da vida em certas notas.

E a sua existência também obedece um sentido musical e a uma sequência gradativa  e gradual de notas altas e baixas, em que sempre ocorre eventos favoráveis e desfavoráveis correlacionados a mesma vida de uma pessoa.

Lidar com os eventos cotidianos contrários a sua realidade como um todo, esse processo de aceitação longo e complexo que custa assim também compreender as razões da polifonia da vida.

O momento exige dela uma boa leitura e interpretação de cada evento em sua vida cotidiana e conectada com essa polifonia da vida, tal conexão permite uma uma leitura audaciosa dos eventos da vida.

Diante disso é  sempre possível verificar e  não aceitar todos os eventos cotidianos e questionar a validade deles, onde a polifonia da vida sempre tocará sua melodia escondida em algum lugar.

Ironicamente a construção de certos eventos da vida normalmente é inesperada ou ainda desconectada com o restante da vida como um códice silencioso.

A visão de que se tem da vida ,  é que esconde uma certa musicalidade muito complexa e progressiva  que vai de um réquiem ao rock progressivo variando sempre sua modulações em geral.
JessePensador
Enviado por JessePensador em 18/07/2019
Código do texto: T6698976
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
JessePensador
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil, 35 anos
1021 textos (9820 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/01/20 03:20)