Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Respostas dadas pelo poeta Eligio Moura:Entrevista feita pelo poeta Paulo Miranda

Atendendo sugestão do nobilíssimo escritor Paulo Miranda,reproduzo na minha página as respostas da entrevista feita por ele à minha pessoa,em 04/05/2018.

Perguntas para o Confrade Elígio Moura

1- Único Elígio no Recanto, já encontrou algum homônimo vida afora? O mais próximo que localizei foi Aprígio...

Conheço mais três: meu falecido pai, o meu filho mais velho e um sobrinho meu.

Em 1 de dezembro de 2018, celebra-se o dia do Santo Elígio, um grande organizador, apóstolo cheio de zelo, sabedoria e bondade.

Conta a lenda que um dia estava o Senhor Deus todo pensativo no Céu. Tanto que Jesus lhe perguntou: — Que é que tendes, meu Pai? Respondeu o Senhor: — Olha lá no fundo. — Onde? — Lá em baixo: Vês naquela vila, numa das últimas casas, aquela grande e bela oficina de ferrador? — Vejo. — Pois bem. Lá está uma criatura que eu quisera salvar. Chama-se Elígio. É sem dúvida um homem bom, obediente às minhas leis, caridoso com os pobres, pronto para servir a todos. Da manhã até à meia-noite ele está sempre aplicado ao trabalho, sem que jamais escape de sua boca uma blasfêmia ou uma palavra suja. Parece-me mesmo digno de tornar-se um grande santo. Jesus perguntou: — E que é que lho impede? — O seu orgulho. É um artífice de primeiríssima ordem, mas está convencido de que não há no mundo quem seja capaz de superá-lo. E tu sabes que presunção significa perdição.
— Meu Pai, se consentis que eu desça à terra, tentarei a conversão dele. — Pois vai, meu filho. E Jesus desceu à terra. Vestiu um macacão de aprendiz de ferreiro, pôs nos ombros uma trouxa de ferramentas, e sem mais o divino operário pôs-se a caminho da oficina do Mestre Elígio. À entrada lia-se: "Ferrador Elígio, mestre dos mestres. Quase sem fogo bate qualquer ferradura".
E Jesus operou no ferreiro Eligio o milagre da humildade.Agora a alma soberba de Mestre Elígio se achava confundida. Entrou na oficina, para ajoelhar-se aos pés do jovem, mas este desaparecera. O pranto inundou o coração do Mestre Elígio. Reconhecera que acima dele, pobre mortal, havia outro Mestre que era inimitável. Tirou o avental de couro, abandonou a oficina e pôs-se a percorrer o mundo, anunciando a palavra de Nosso Senhor Jesus Cristo.

2-Viver no Rio é só sofreviver?

Já encarei um tiroteio na avenida Brasil e um arrastão na Linha Vermelha, em sequência.

3- Um alambique em Meca faria a diferença?

Não somos devotos da cachaça mas, aqui no Rio de Janeiro, Paraty é a Meca da cachaça. Há alambiques tradicionais e se formos nos concentrar no termo “lugar bonito”, há alambiques excelentes.
Sabemos que na Arábia Saudita, o álcool é proibido, devido a uma interpretação do Alcorão. Além do mais na Árabia Saudita fica Meca, o local sagrado da religião Islã ...
Mas podemos imaginar uma cena: uma escola de samba  na Caaba fazendo uma apresentação e muita festa brasileira. Seria o mesmo desastre.

4 - Sérgio Cabral não tem elementos para se queixar da vida que levou...Será que volta à (obs)cena política?
Levou vida boa... Roubou tudo do Rio de Janeiro, menos a nossa esperança;Vai agora apodrecer na cadeia. Mas, se voltasse: roubaria a cena.

5- Samba, choro, ou funk?
No rio de Janeiro...ao sair de casa fique atento...Podes sambar na bala perdida ou no "perdeu mermão" e em seguida você entra no choro...kkk

6- Por quê os cantores sertanejos não conquistam o Rio, como fazem praticamente em todo o resto do país?

O Rio de Janeiro é um lugar multicultural, marcado pela bossa, pelo samba, pelo rock. Mas já esta se rendendo à música sertaneja.

7- Oraria com Dom Orani, ou teria mais audiência para Malafaia?

 Acho que Dom Origami, quero dizer Orani, seria maior a audiência.

8- Lula, Nobel da Paz? Olaria, Campeão Fluminense?
Segundo o PALOCCI LULA é o maior ladrão do mundo. Nobel da Cara de Pau, ou da Esperteza.

Olaria Campeão Fluminense? Não 'olharia' isso com bons olhos.

9- Como descreveria o cotidiano recantista?
Há um clima muito afável...Tanto que fui convidado para esta entrevista muito simpática.

10- Em que ordem gostaria de entrevistar os cinco Fernandos seguintes:
Beira-Mar, Henrique Cardoso, o da Ginástica, Collor de Mello, o da música do ABBA?

Ordem de prisão para alguns...Ordem da tornozeleira para outros...

Paulo Miranda

Eligio Moura
Enviado por Eligio Moura em 28/11/2018
Reeditado em 29/11/2018
Código do texto: T6513986
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Eligio Moura
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1463 textos (34225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/02/20 17:21)
Eligio Moura