Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Armas para quê(m)? Luis Felipe Valle é geógrafo graduado pela UNICAMP

Infelizmente, muitos não querem ver os efeitos de sua escolha.Outros, veem nisso uma chance de se vingar da sociedade e ainda há muitos que querem se amar. Tem intenções não éticas e humanitárias ao quererem isso: machismo, desespero, machismo, tradicionalismos extremistas, neofascismos, isolacionistas, irritacionanistas, situaacionistas insatisfeitos com a direita e a esquerda, os que não entendem o que seja uma ou outra ideologia, há alguns homens e mulheres que querem ver o circo pegar fogo - armas nos lares é tiro no pé e morte em mira... Irracionalistas neo-truculentos, obscurantistas não reflexivos e antissociais e antiéticos... Tem muito disso ainda sob o manto da democracia, Não que não devamos ser democráticos. Mas que não seja pretexto ou desculpa para ser extremistas, chantagistas, ironicamente contra o bem-comum da caminhada da humanidade depois de extermínio em massas e manipulações da mídia... Essa é perigosíssima por nos impor ideologias sem percebermos e votar de modo ambíguo e coletivamente absurdo e obtusamente inconveniente e incoerentemente com a ética e a vivência contra a ditaduras que já tivemos (getulismo e militares de 1964- 1985.

J B PEREIRA - contra trump  nos USA e balsonaro: jamais, nunca no Brasil antibalsonaro - não quero racistas no poder democrático de meu pais.

__________________

IMPRENSA OFICIAL DO MUNICÍPIO DE JAGUARIÚNA - 03/03/2018- www.jaguariuna.sp.gov.br -Ano 5 Edição 252 ? pág. 1 __COLUNA - EDUCAÇÃO E CIDADANIA - Titulo: Armas para quê(m)? __ AUTOR: Luis Felipe Valle é geógrafo graduado pela UNICAMP, professor de Comunicação e Relacionamento Interpessoal - Cento Universitário de Jaguariúna.___"Viver numa sociedade que parece, Segundo a organização estadunidense Gun Violence Archive, as mortes por arma de fogo nos EUA cresceram 37% no primeiro ano de governo Trump, marcado pelo discurso reacionário de ódio, intolerância e justiçamento. Nem chegamos a março e já foram registrados 17 massacres a tiros nos EUA. Foram 291 ataques a escolas desde 2013, segundo a organização Moms Demand Action. O país ostenta 89 armas, em média, para cada 100 habitantes, segundo a Pew Research Center, sendo que 48% dos homens brancos têm arma e 41% dos armados não têm ensino superior. Foram, só no ano passado, 52.572 incidentes com armas de fogo, com mais de treze mil mortos e mais de 27 mil feridos, a maioria civis desarmados e pessoas inocentes, inclusive crianças feridas ?acidentalmente?. Segundo o jornal The Washington Post, em 2017, houve 34 assassinatos de pessoas inocentes para cada criminoso morto em legítima defesa no país. Além disso, está nos EUA a maior (e crescente) população carcerária do planeta ? mais de 2,2 milhões de prisioneiros, somando quase 25% de todos os presidiários do mundo.
       O Brasil, país onde ganha força o discurso do armamento do ?cidadão-de-bem? como solução à violência não fica atrás: apesar do teórico controle sobre o porte de armas, as mortes por arma de fogo são três vezes maiores do que nos Estados Unidos, segundo relatório da ONU (2013) e dados da Polícia Federal (2016). Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, houve 4.224 casos de pessoas mortas em decorrência de operações policiais ano passado. A Polícia Militar Brasileira é a que mais mata ? e também a que mais morre. Ano passado, chegamos ao posto de terceira maior população carcerária do mundo, com mais de 700 mil prisioneiros, sendo 28% acusados de tráfico de drogas, 55% jovens entre 18 e 29 anos, 64% negros, 75% sem ensino médio completo, segundo dados da INFOPEN (2017); 1 a cada 3 presos sequer tiveram condenação definitiva, de acordo com o Conselho Nacional de Justiça (2017). Em contrapartida, no Japão, onde as leis e fiscalização com relação a armas de fogo são extremamente rigorosas, o número de homicídios por arma de fogo no país inteiro foi de 6 pessoas em 2014. Em 2015, a polícia japonesa fez apenas 5 disparos com arma de fogo ? nenhum deles letal, de acordo com informações oficiais do governo japonês. Pensando em outros exemplos a se seguir, vale destacar o fechamento de 24 prisões na Holanda, em 2017, por falta de prisioneiros. Anos antes, a Suécia desativou quatro presídios e tem uma das menores populações encarceradas no mundo todo. Na Noruega, o índice de reabilitação dos presos é superior a 80%, sendo extremamente raros os relatos de tortura ou assédio contra os detentos. (...)Ou se trata apenas de armar pessoas que querem preservar seus privilégios e dar manutenção a uma lógica perversa, excludente e injusta onde, paradoxalmente, a violência é erguida como caminho à paz?

 (Cuidado na hora de votar: não vote em quem quer armar a população! J B PEREIRA)

01/10/2018 16:14 - J B Pereira

Faça sua visitação em meu

"SETE maneiras de proteger O BRASIL CONTRA POLÍTICOS ANTIÉTICOS, PROTEJA o seu casamento

_ Apoie os valores cristãos..."

____ Hoje envio JOSEFOLOGIA: ESTUDOS SOBRE SÃO JOSÉ. Vale a pena aprofundar e antes de tudo, orar e conhecer a devoção lindamente poderosa do Pai Nutrício de Jesus diante da Lei do Judaísmo.

____Aspectos edificantes sobre a figura de São José e que pouca gente sabe!

_____https://www.acidigital.com/noticias/aspectos-edificantes-sobre-a-figura-de-sao-jose-e-que-pouca-gente-sabe-58337
___ REDAÇÃO CENTRAL, 01 Mai. 17 / 08:00 am (ACI).-
 1. Não há palavras suas nas Sagradas Escrituras
2. Foi muito pouco mencionado no Novo Testamento
3. Sua saída da história dos Evangelhos não é explicada na Bíblia
4. Viúvo e idoso?
5. É venerado aproximadamente desde o século IX Um dos primeiros títulos que utilizaram para honrá-lo foi ?nutritor Domini?, que significa ?guardião do Senhor?.
6. Tem 3 celebrações: 19 de março e São José Operário (Dia Internacional do Trabalho) no dia 1º de maio. Festa da Sagrada Família (30 de dezembro).
7. É padroeiro de várias coisas É o padroeiro da Igreja Universal, da boa morte, das famílias, dos pais, das mulheres grávidas, dos viajantes, dos imigrantes, dos artesãos, dos engenheiros e trabalhadores. E também é padroeiro das Américas, Canadá, China, Croácia, México, Coreia, Áustria, Bélgica, Peru, Filipinas e Vietnã.

8. A Josefologia?

01/10/2018 16:10 - J B Pereira
Conheça outro poemas e sonetos de Sebastião Bemfica Milagre: um lírico da modernidade em Divinópolis... - UFSJ https://www.ufsj.edu.br/.../mestletras/A_DISSERTACAO_de_JOSE_JOAO_BOSCO_PER... 22 de mai de 2009
 - primeiros volumes de poemas em Belo Horizonte nos anos 1960, ......
Paulo Roberto Natividade Milagre ofereceu a J. B. Pereira (2006)
 O Doação de Sangue ......

RECANTO DAS LETRAS sobre Sebastião Bemfica Milagre.
J B Pereira e https://www.ufsj.edu.br/.../mestletras/A_DISSERTACAO_de_JOSE_JOAO_BOSCO_PER... 22 de mai de 2009
Enviado por J B Pereira em 01/10/2018
Reeditado em 10/10/2018
Código do texto: T6464848
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2301 textos (1287876 leituras)
14 e-livros (90 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 05:19)
J B Pereira