Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MItologias em questão: esporte e produção textual em função de texto escolar

Zodíaco é uma faixa imaginária do firmamento celeste que inclui as órbitas aparentes da Lua e dos planetas Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. As divisões do zodíaco representam constelações na astronomia e signos na astrologia.
Panorama de 360º com as constelações sobrepostas ao céu noturno.
O zodíaco da astronomia
Chama-se de zodíaco o conjunto de constelações ao longo da eclíptica (o caminho aparente percorrido pelo Sol durante o ano).
As 12 constelações que compõem o zodíaco são:
Aries, o carneiro - 21/03 a 20/04
Taurus, o touro - 21/04 a 20/05
Gemini, os gêmeos - 21/05 a 20/06
Cancer, o caranguejo - 21/06 a 21/07
Leo, o leão - 22/07 a 22/08
Virgo, a virgem - 23/08 a 22/09
Libra, a balança - 23/09 a 22/10
Scorpius, o escorpião - 23/10 a 21/11
Sagittarius, Sagitário, o arqueiro - 22/11 a 21/12
Capricornus Capricórnio, a cabra-do-mar ou o bode da montanha - 22/12 a 20/01
Aquarius, Aquário, o Aguadeiro, carregador de água - 21/01 a 19/02
Pisces, os peixes - 20/02 a 20/03
O zodíaco da astrologia
O conceito de zodíaco tem interpretações diferenciadas nas astrologias ocidental, chinesa e védica.
Na astrologia Ocidental, o Zodíaco é representado como uma circunferência onde estão colocados os planetas da forma como se apresentavam no céu no momento do nascimento do assunto estudado (que pode ser uma pessoa, cidade, país etc.) — o mapa astrológico da pessoa ou evento.
Os 360° (graus) da circunferência estão divididos em doze signos zodiacais (Áries ou Carneiro, Touro, Gêmeos, Câncer ou Caranguejo, Leão, Virgem, Libra ou Balança, Escorpião, Sagitário,Capricórnio, Aquário e Peixes) e cada um é regido por um planeta/astro (Marte, Vênus, Mercúrio, Lua , Sol, Mercúrio, Vênus, Plutão, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno, respectivamente).
Ao mesmo tempo, este espaço também está dividido em doze casas zodiacais, cada uma relacionada a assuntos específicos da vida analisada. Cada uma destas casas também é relacionada ("regida por") a um dos signos acima. As casas representam as 24 horas do dia.
No mapa astrológico de uma pessoa ou evento, o signo que ocupa a cúspide de cada casa, isto é, que está "passando" sobre cada casa, depende do horário e local de seu nascimento. Por exemplo: se a pessoa nasceu ou o evento aconteceu, entre 4h e 6h no Rio de Janeiro, Brasil, a casa 1 estará em Áries. Entre 2h e 4h, será Touro, e assim por diante.
O signo na cúspide da casa 1 é o chamado signo ascendente, fator importante do mapa, relacionado às características da personalidade do sujeito.
Os signos nas casas, a posição dos planetas no mapa e nas casas, o aspecto astrológico - relação geométrica - entre os planetas (por exemplo: se um planeta está a 1 grau de distância de outro planeta - dando a impressão de muita proximidade ao serem observados da Terra -, eles estão em conjunção entre si), aspectos entre os planetas e certos pontos importantes no mapa e outros elementos ou pontos do mapa estudados (roda da fortuna, nódulo lunar etc.) são relacionados a aspectos da vida e da personalidade do analisando. É importante salientar aqui que nosso Sistema Solar viaja por 14 Constelações. As outras duas são Serpentário (Ofiúco) no mês de Novembro, e a Baleia.
Astronomia grega

Astronômos Acoreus • Aglaonice • Agripa • Anaximandro • Andrônico • Apolônio • Arato • Aristarco • Aristilo • Atalo • Autolico
 Bion • Calipo • Cleomedes • Cleóstrato • Conon • Eratóstenes • Euctêmon • Eudóxio •Geminus • Heráclides •
Hicetas • Hiparco • Hipócrates de Quíos • Hipsicles • Menelau • Meton de Atenas • Oenópides • Filipo de Opunte •
Filolau • Posidônio • Ptolemeu • Píteas • Seleuco •Sosígenes de Alexandria • Sosígenes, o Peripatético • Estrabão •
 Tales • Teodósio • Téon de Alexandria • Téon de Esmirna • Timocares

Trabalhos Almagesto (Ptolemeu) • Sobre tamanhos e distâncias (Hiparco) • Sobre tamanhos e distâncias (Aristarco) •
Sobre os Céus (Aristóteles)

Instrumentos Máquina de Anticítera • Esfera armilar • Astrolábio • Dioptra • Anel equatorial • Gnômon • Instrumento de mural •
 Triquetrum

Conceitos Ciclo calípico • Esferas celestiais • Círculo de latitude • Contra-Terra • Deferente e epiciclo • Equante •
Geocentrismo • Heliocentrismo • Ciclo hipárquico • Ciclo metônico • Octaetéride • Solstício • Terra esférica •
Esfera sublunar • Zodíaco

Influências Astronomia babilônica • Astronomia egípcia

Influenciados Astronomia europeia • Astronomia indiana • Astronomia islâmica


http://pt.wikipedia.org/wiki/Zod%C3%ADaco
Origens na antiga China
Os chineses acreditavam que sua história estava relacionada com os céus. Chamavam sua terra de o Reino do Meio, que representava oReino do meio celeste, onde as estrelas nunca se punham. O imperador, ou o Filho dos Céus como era chamado, era um mediador entre o Céu e a Terra. Conhecia, graças ao seu astrólogo imperial, os dias da mudança das estações e podia prever e interpretar todos os sinais celestes. Acreditava-se que, caso o imperador cometesse algum erro em suas previsões, ele perderia todos os poderes que lhe eram conferidos pela natureza. Portanto, era muito importante que seus conselheiros observassem e calculassem com a máxima precisão todos os movimentos do céu. Os deslizes eram punidos com a decapitação.
Tão marcante era a influência da astrologia na China antiga, que mesmo os palácios eram construídos de forma a se adequarem à simbologia astrológica. Havia um palácio para cada estação do ano e eram a representação terrena dos palácios ou setores do reino celeste. As portas do palácio de verão estavam voltadas para o Sul as da primavera, para o Leste; as do outono, para oOeste e as do inverno, para o Norte. Durante a dinastia Shang, por exemplo, o imperador era obrigado não só a residir nesses palácios de acordo com a estação do ano, como também a voltar-se para o Sul durante as audiências. O sul representava o centro do seu reino, a Estrela Polar.
Astrólogos-astrônomos
Além do Zodíaco Chinês, os astrólogos-astrônomos deixaram ao mundo outras valiosas contribuições. Acreditavam que os cometas eram emanações dos planetas e foram os primeiros a observar o cometa Halley em 240 a.C.. Dividiram o ano em exatamente 365 ¼ dias em 444 a.C., tal como fez Júlio César quando introduziu o nosso atual calendário.
As enchentes e as secas eram previstas astronomicamente desde 300 a.C. e o papel desses sábios era dos mais decisivos na administração econômica e judiciária de todo o país. As manchas solares eram cuidadosamente registradas desde 28 a.C., pois acreditava-se que o sucesso na agricultura estava intimamente ligado a esse fenômeno solar. Aos planetas foram dados elementos e direções; Júpiter = (madeira, leste); Marte = (fogo, sul); Saturno = (terra, centro); Vênus = (metal, oeste) e Mercúrio = (água, norte).
Em vez de se basearem na elíptica, como fazem os astrólogos ocidentais, os chineses observavam as estrelas circumpolares, que eram visíveis durante a noite toda e durante o ano todo. Concentravam-se também nas 28 constelações circumpolares, denominadas hsui. Cada uma delas pertencia a um dos palácios celestes e tinha o nome de algum animal. Assim, a constelação do Morcego, por exemplo, estaria nos domínios do Palácio do Norte.
Alguns desses animais não só dão seu nome aos doze meses, como também aos ciclos horários e aos ciclos de 12 meses. Esse Zodíaco parece ter sido usado desde 500 a.C. Porém, a verdadeira origem do círculo dos animais ainda permanece desconhecida.
A lenda chinesa dos doze animais
Segundo uma antiga lenda chinesa, Buda convidou todos os animais da criação para uma festa de Ano Novo, prometendo uma surpresa a cada um dos animais. Apenas doze animais compareceram e ganharam um ano de acordo com a ordem de chegada: o Rato ou Camundongo; O Boi ou Búfalo (Vaca, na Tailândia); o Tigre (Pantera, na Mongólia); O Coelho (Gato, na Tailândia ); o Dragão (Crocodilo, na Pérsia); a Cobra ou Serpente (Pequeno Dragão, na Tailândia ); o Cavalo; a Cabra, bode ou Carneiro; o Galo ou Galinha; o Macaco; o Cão; o Porco ou Javali. O Cavalo de Fogo rege a cada 60 anos.
De acordo com um antigo texto budista, quando os animais terminam suas meritórias tarefas, fazem um juramento solene perante os budas de que um deles estará sempre, por um dia e por uma noite, pelo mundo, pregando e convertendo, enquanto os outros onze ficam praticando o bem em silêncio. O Rato inicia sua jornada no primeiro dia da sétima Lua; procura persuadir os nativos do seu signo a praticarem boas ações e a corrigirem os defeitos de seus temperamentos. Os demais bichos fazem o mesmo, sucessivamente, e o Rato reinicia seu trabalho no 13º dia. Assim, graças ao trabalho constante dos animais, os budas garantem uma certa ordem no universo.
Signos no Zodíaco Chinês e as Horas
Cada período de duas horas, correspondente à regência de um dos signos. Para saber quais são as características que você pode herdar do signo da hora do seu nascimento, basta procurar o signo regente na tabela a seguir.
RATO - Nome Chinês : Shú
3:00 à 1:00
BOI - Nome Chinês : Niú
1:00 às 3:00
TIGRE - Nome Chinês : Hú
3:00 às 5:00
COELHO - Nome Chinês : Tú
5:00 às 7:00
DRAGÃO - Nome Chinês : Long
7:00 às 9:00
SERPENTE - Nome Chinês : Shé
9:00 às 11:00
CAVALO - Nome Chinês : Ma
11:00 às 13:00
CABRA - Nome Chinês: Yáng
13:00 às 15:00
MACACO - Nome Chinês: Hóu
15:00 às 17:00
GALO - Nome Chinês: Ji
17:00 às 19:00
CÃO - Nome Chinês: Gou
19:00 às 21:00
PORCO - Nome Chinês: Zhu
21:00 às 23:00 horas: Ji
Signos no Zodíaco Chinês de acordo com data de nascimento
Logo abaixo, relacionamos todos os signos que compõem a Astrologia chinesa, mas, antes, vale lembrar que para calcularmos com mais precisão o signo chinês de uma pessoa, são necessários os seguintes dados para a análise dos mesmos: 1º) data de nascimento - dia/mês/ano [é com estas informações que descobrimos o nosso signo lunar, assim como a polaridade (Yin/Yang) do mesmo] e 2º) horário de nascimento - hora/minutos (é com isto que descobrimos qual é o nosso signo ascendente).
RATO - Nome Chinês : Shú
31/01/1900 a 18/02/1901
18/02/1912 a 05/02/1913
05/02/1924 a 24/01/1925
24/01/1936 a 10/02/1937
10/02/1948 a 28/01/1949
28/01/1960 a 14/02/1961
15/02/1972 a 02/02/1973
02/02/1984 a 19/02/1985
19/02/1996 a 06/02/1997
07/02/2008 a 25/01/2009
BOI - Nome Chinês : Niú
19/02/1901 a 07/02/1902
06/02/1913 a 25/01/1914
25/01/1925 a 12/02/1926
11/02/1937 a 30/01/1938
29/01/1949 a 16/02/1950
15/02/1961 a 04/02/1962
03/02/1973 a 22/01/1974
20/02/1985 a 08/02/1986
07/02/1997 a 27/01/1998
26/01/2009 a 13/02/2010
TIGRE - Nome Chinês : Hú
08/02/1902 a 28/02/1903
26/01/1914 a 13/02/1915
13/02/1926 a 01/02/1927
Osíris - O Deus da Renovação
Existe um ar de mistério e sedução nos nativos do signo de Osíris. Sensíveis e intuitivos, bem orientados internamente, podem adquirir a sabedoria dos magos. Desde pequenos são ciumentos e possessivos. Estas crianças são autoritárias e impacientes.
Possuem a virtude da coragem, estabelecem metas de conquistas, tanto profissionais como afetivas. São investigadores e curiosos, querem estar sempre por dentro dos fatos. Se traídos são vingativos. Os protegidos de Osíris têm poder de decisão e amor à liberdade. É um amigo forte, mas quando ferido torna-se um inimigo implacável.
No amor são sensuais e ciumentos, gostam de aventuras rápidas e sexualmente são intensas.
As zonas de prazer são a boca e os órgãos genitais. Na saúde, os homens devem tomar cuidado com inflamações na próstata e, as mulheres, com problemas no útero e no ovário. A garganta é um órgão sensível para os nativos. Podem trabalhar como engenheiros, arquitetos, médicos ou cirurgiões e ocultistas.
Hathor - Deusa do Amor e da Advinhação
A deusa Hathor influencia seus filhos a serem ambiciosos, espertos e audaciosos. Muito inteligentes, são dinâmicos no trabalho, francos e diretos na comunicação com as pessoas. Adoram conforto e viajam sempre quando podem. Gostam de ter animais de estimação em casa.
No amor são atirados e conquistadores, às vezes prometem muito e não cumprem as promessas. Geralmente, se apaixonam por pessoas, com estilo de ser diferente ou que têm presença marcante. Adoram serem tocados em todas as partes do corpo.
Os homens deste signo sofrem altos e baixos na vida. Têm uma boa intuição nos negócios, escapando de problemas financeiros.
Na saúde, os pulmões são pontos frágeis; costumam sentir dores na coluna dorsal e cervical.
Anúbis - O Guardião dos Mortos
Força de vontade, persistência e teimosia são características dos filhos de Anúbis. São exigentes, confiáveis e ambiciosos. A expressão, muitas vezes séria, mostra um temperamento reservado. Gostam de privacidade e, às vezes, se distraem com os próprios pensamentos. Muitos dos nativos não abrem o jogo do que realmente pensam.
Alcançam suas metas através de muito trabalho. A estabilidade financeira chega após os 40 anos, a não ser que recebam uma herança.
Os protegidos de Anúbis são inteligentes, sagazes e, profissionalmente, se adaptam bem a área de medicina, jornalismo e engenharia.
No amor são companheiros, inquietos, sedutores e volúveis. As mulheres ou os homens desse signo, podem ter a oportunidade de casar duas vezes. Gostam de se vestir com elegância. Praticam desportos e ginástica. São bem informados, lêem sobre todos os assuntos.
Na saúde, os resfriados e infecções devem ser cuidados com cautela. Alimentação deve ser sempre sadia, pois o nativo pode ter problemas de digestão. Os joelhos e as pernas são pontos sensíveis.
Bastet - A Deusa Gata
Esses nativos são intelectualmente ativos, assimilam e entendem sobre todos os assuntos com facilidade. São independentes, emotivos e instáveis nos sentimentos, sofrendo algumas depressões.
Os filhos de Bastet são estranhos e traiçoeiros quando não estão resolvidos internamente.
São excêntricos e apaixonados por aventuras perigosas. Têm uma imaginação surrealista. Podem ser atores, escritores, médicos, professores e advogados. Sabem conduzir uma conversa em grupo, despertando admiração a atenção de todos.
No amor são criativos, dotados de mistério e misticismo, costumando sentir o parceiro de forma aguçada. Os jovens preferem “ficar”, em vez, de assumir compromissos. Sexualmente, são fogosos e gostam de carícias diferentes. Seus pontos são os lábios e os tornozelos.
Na saúde, os nativos podem ter problemas digestivos ou nas vias respiratórias. Tendência ainda à artrite, dores na coluna e alguma disfunção glandular.
Tuéris - A Deusa da Fertilidade
Os nativos que recebem influências da deusa Tuéris têm grande sensibilidade. Aparentam tranqüilidade e timidez. São super-intuitivos, têm fortes premonições e inspirações misteriosas. Os nativos são afetuosos, sinceros, compreensivos e justos. Quando exercem o lado negativo da personalidade são mentirosos, preguiçosos e agressivos. O filho de Tuéris, deve escolher bem as amizades para não se decepcionar mais tarde. Adoram brincar, imitar, criar. São divertidos, quando, bem humorados.
Podem seguir as seguintes profissões: ator, médico, enfermeiro, professor e economista.
A vida afetiva é de altos e baixos, pois idealizam demais os parceiros. São sedutores e podem ter vários casamentos.
A saúde dos nativos é delicada. Propensão a problemas na vesícula, males do estômago, problemas nos pés e na coluna. As crianças regidas pelo signo de Tuéris são tranqüilas de serem educadas. Na infância, precisam de afeto e atenção, para que, mais tarde, não fiquem complexadas.
Sekhmet - A Deusa Leoa
São líderes natos, otimistas, idealistas e persistentes. Têm vitalidade, força de caráter. Mente ágil, tendência a agressividade, mas sabem controlar-se.
Estes nativos são magnéticos, atraindo com facilidades amigos e amores. Podem exercer qualquer cargo de chefia e profissões esportistas. Têm espírito competitivo. Apaixonam-se com facilidade. Adoram ser acariciados na nuca e na cabeça. As mulheres são práticas, sinceras e sujeitas a crises de ira, que passam rapidamente.
Os homens são atraentes, o temperamento aventureiro e, em alguns nativos, a infidelidade é uma constante.
Na saúde, costumam sofrer dores de cabeça, seu aparelho digestivo é delicado, bem como o aparelho respiratório, sendo sujeitos a asma, enfisema pulmonar e bronquite.
Na infância, são crianças arteiras, alegres e indóceis. Têm uma intuição maravilhosa. Não gostam de receber ordens, entrando em conflitos com os pais.
Ptah - O Criador Universal
Como existe uma combinação de Áries e Touro no zodíaco Egípcio temos uma dupla influência no protegido por Ptah. Os nativos são corajosos, impulsivos e temidos. São persistentes, teimosos e materialistas. Adoram conforto, objetos com designer moderno e, quando podem, compram os últimos lançamentos na área de informática. Viagens a trabalho ou lazer fazem parte da vida do nativo.
Possuem boa resistência física, e oscilam entre a calma e a impaciência.
No amor, são sensuais, de sexualidade intensa; o contato com a pele é fundamental para os nativos. Terão muitos amores e uniões durante a vida.
As mulheres são independentes, ativas, femininas e vaidosas. Gostam de crianças e preservam a ligação com a família. Atraem homens com facilidade. Os homens desse signo são comodistas, bem informados, amam o conforto. São bons pais e bons maridos. Quando felizes no casamento serão fiéis, amigos e protetores.
Na infância são fortes, tenazes e sensuais desde cedo. São gulosas e, para educá-las bem, é preciso pulso forte pois, os filhos de Ptah são teimosos.
Na saúde, têm boa recuperação física e uma leve tendência a obesidade, pois gostam de comer bem e são um pouco preguiçosos para fazerem ginástica.
Devem tomar cuidado com acidentes na cabeça, amidalites, dores na coluna cervical, insuficiência renal e hepática.

Toth - O Invetor da Escrita
Como a flor de lótus, os filhos de Toth são sensíveis, sensitivos e intelectuais. São firmes nas decisões, determinados a vencer obstáculos. Não gostam de ser pressionados tanto no trabalho como no amor. Adoram novidades, são bem informados, alguns são escritores, jornalistas ou radialistas. Sabem lidar com a terra, as flores, os frutos. Alguns conquistam bons amigos, outros sãos bruscos e francos demais, afastando os contatos. São possessivos, têm medo de perder seus bens ou não se aventuram em novas oportunidades quando não sentem segurança.
Excelentes colaboradores, enfrentam a vida com coragem. Este tipo misto, que nasce sob a proteção do deus Toth, é aberto a opiniões e sabe reconhecer os próprios erros. Sua atitude é calorosa e alegre ao reencontrar um amigo. O seu nervosismo o impede de ocupar-se por muito tempo no mesmo assunto.
Não fazem diferença entre uma relação afetiva e uma atração física. Esta última constitui para os nativos uma importante motivação. Não se ligam com facilidade a outras pessoas, mas quando isso acontece são capazes de fazer sacrifícios pelo parceiro.
Na saúde têm o sistema nervoso frágil e precisam de esporte para aliviar a pressão do dia a dia. Há tendências a terem problemas nos rins, nos órgãos genitais, garganta e boca. A coluna vertebral será sempre um ponto delicado.
As crianças são quietas, tímidas, pensativas, gostam de brincar sozinhas. Amam a natureza, os animais e a liberdade.
Ísis - A Mãe Cósmica
Quem nasce sob o signo de Ísis é sensível e tem dons telepáticos. Adoram desafios; são simpáticos, de espírito maternal e são espertos nos negócios. Manipulam as pessoas com seu jeito de criança e fala mansa conseguindo atingir os seus objetivos. São ambiciosos, criativos e divertidos. Têm diplomacia e sabem acalmar situações tensas. São instáveis, especialmente na Lua Cheia e no Quarto Crescente, mudando de opinião ou ideais. O passado é sempre presente nas lembranças dos nativos. Não gostam de ser criticados.
Alguns filhos de Ísis costumam viver longe de seus pais e irmãos e formam uma família com pessoas estranhas, a quem amam e se integram com elas. Adoram os filhos. São românticos, gostam de arte e música.
São carentes e precisam alguém mais forte que os proteja. No amor, são apaixonados e desconfiados, exigindo atenção o tempo todo. Sua imaginação os faz muito teatrais e vivem os seus próprios dramas interiores. São reservados, ciumentos e possessivos. São muito carinhosos e atenciosos com os filhos.
Na saúde a parte mais sensível é o estômago e os intestinos. Quando estão muito nervosos, suas mãos tremem. As filhas de Ísis são férteis e devem tomar cuidado com o aparelho reprodutor. Homens (principalmente com o nome de Vinicius) e mulheres deste signo são sujeitos a terem hemorróidas internas e externas.

http://www.mistico.com/p/egipcio/calendarioegipcio.html

Os signos do zodíaco ou signos zodiacais têm sua origem nas doze constelações do zodíaco visíveis na eclíptica, que também é conhecida como o Cinturão Zodiacal ou Via Solis, ‘Caminho do Sol’.
Há cerca de dois mil anos , quando o grego Cláudio Ptolomeu sistematizou todo o conhecimento recolhido à tradição astrológica dos povos com quem os gregos mantiveram contato, o equinócio vernal – marca do início da primavera no hemisfério norte – era assinalado pelo “ingresso” do Sol na constelação de Áries. Na verdade, tratava-se do fato de que, da Terra, o Sol era visto tendo a constelação de Áries “ao fundo”.
Como este fato marcava o retorno da vegetação e do calor após os meses de inverno, o momento em que a vida irrompia do solo e o início de um novo ciclo, Áries foi considerado o primeiro signo zodiacal e as constelações seguintes passaram a nomear os signos em sequencia.
Aqui se faz necessário um esclarecimento. Por uma questão prática e estética, adotou-se a ideia do círculo (360º) para a representação do céu. Este círculo também representava o caminho do Sol através das constelações/signos. A cada signo corresponderiam trinta graus em doze parcelas correspondentes. Esta representação veio a ser considerada um ‘zodíaco intelectual’, já que simplificava propositalmente a representação elíptica da órbita dos planetas. Importa saber que, nestes tempos, ainda se acreditava que a Terra era o centro do universo. A Astrologia e a Astronomia, até então consideradas ciências complementares, baseavam-se na visão geocêntrica.
Com o passar do tempo, notou-se que um fenômeno “celeste” fazia com que o ponto equinocial de primavera retrocedesse à constelação anterior, neste caso, Peixes. Este fenômeno veio a ser chamado de Precessão Equinocial. A partir desta constatação, a Astrologia, que se mantinha fiel à forma geocêntrica de representar as posições signo/planeta e à representação destas posições dentro dos 360º graus do círculo, passou a ser violentamente desacreditada e combatida. Entretanto, objeto de estudo e prática de inúmeros cientistas de todas as épocas, a Astrologia seguiu atraindo adeptos e solidificando seus princípios e técnicas.
Este artigo foi escrito da perspectiva da Astrologia Tropical, uma vez que se estuda a influência dos signos e das posições planetárias recebidas por tudo e todos que se encontram na Terra.
Pessoas acreditam que os signos representam formas de comportamento primordiais e simples, características que poderiam ser percebidas com facilidade, se nos déssemos ao trabalho de verificá-las. O signo de Áries, por exemplo, pode ser percebido em indivíduos muito enérgicos, irrequietos, cheios de iniciativa e destemor. Podem ser impacientes, e tendem a dizer o que pensam sem medir as consequências. As situações e/ou atividades onde estas características sejam necessárias, certamente estão sobre a influência deste signo. Outro fator importante na percepção da influência dos signos zodiacais que adeptos da astrologia têm é o efeito que neles produz a passagem (trânsito) dos planetas do nosso sistema. Os estudiosos atribuíram um planeta a cada signo, cuja influência guardava forte analogia com o assunto de cada signo. Estes planetas vieram a ser chamados “planetas regentes”.
Como, na Antiguidade, o método mais utilizado para a observação da movimentação planetária era olhar para o céu, apenas cinco planetas eram visíveis. Eram eles: Mercúrio, Marte, Vênus, Júpiter e Saturno. O Sol e a Lua eram chamados luminares, e contavam entre os planetas, quanto à distribuição de regentes por signo. Desta forma, o Sol e a Lua foram atribuídos aos signos de Leão e de Câncer, respectivamente. Aos cinco planetas foi atribuída uma regência dupla. Vênus, por exemplo, rege a Touro e a Libra. No primeiro, estimularia a sensualidade e a exploração dos sentidos, o desejo pela matéria de boa qualidade, pela opulência das formas, a doçura, quando em ambientes calmos. No segundo, o desejo pela harmonia, pelo equilíbrio estético, a cortesia, a beleza e o charme, o desejo de seduzir pela graça.
Note-se que o termo ‘planeta’ desde o princípio correspondia a um corpo luminoso, que era visto no céu a “cruzar” uma determinada constelação/signo. Este nome tem origem grega e vem do adjetivo ‘planétes’ ‘errante, vagabundo’, significando qualquer corpo celeste que, em relação à eclíptica, apresentava órbita irregular, dada a sofrer alterações de direção e ritmo. O movimento do Sol e o da Lua jamais se alteram.
O signo solar
O signo solar é aquele no qual o Sol é visto por ocasião do nascimento ou do início de uma pessoa ou atividade. Quem afirma “Sou de Capricórnio!”, p.ex., nos informa que nasceu em algum momento do período em que o Sol cruza este signo. O signo solar nos informa das qualidades e defeitos que precisaremos desenvolver ou minimizar durante a nossa vida. Refere-se às potenciais dos quais devemos nos conscientizar, uma vez que o Sol simboliza o princípio vital, doador de vida, assim como a consciência em estado primordial. Entretanto, para uma orientação mais aprofundada e útil, deve-se procurar estudar o mapa natal onde, da interação do conjunto dos doze signos, dos planetas e luminares, um astrólogo competente levantará significados que poderão inspirar a nossa inteligência, sugerir caminhos e escolhas adequadas para o momento.
Índice
  1 Planetas regentes e os signos
• 2 Os Signos
• 3 Modos do Zodíaco
• 4 Curiosidades
o 4.1 Os Cavaleiros do Zodíaco
o 4.2 Sobre o 13º Signo

Os Signos
  - Carneiro ou Áries (21 de Março - 20 de Abril) - Signo do Fogo do OutonoHS / Terra na PrimaveraHN.
  - Touro (21 de Abril - 20 de Maio) - Signo da Terra do OutonoHS / Água na PrimaveraHN.
  - Gémeos ou Gêmeos (21 de Maio - 20 de Junho) - Signo do Ar do OutonoHS / Fogo na PrimaveraHN.
  - Caranguejo ou Câncer (21 de Junho - 21 de Julho) - Signo da Água do InvernoHS / Terra no VerãoHN.
  - Leão (22 de Julho - 22 de Agosto) - Signo do Fogo do InvernoHS / Ar no VerãoHN.
  - Virgem (23 de Agosto - 22 de Setembro) - Signo da Terra do InvernoHS / Água no VerãoHN.
  - Balança ou Libra (23 de Setembro - 22 de Outubro) - Signo do Ar da PrimaveraHS / Fogo no OutonoHN.
  - Escorpião (23 de Outubro - 21 de Novembro) - Signo da Água da PrimaveraHS / Terra no OutonoHN.
  - Sagitário (22 de Novembro - 21 de Dezembro) - Signo do Fogo da PrimaveraHS / Ar no OutonoHN.
  - Capricórnio (22 de Dezembro - 20 de Janeiro) - Signo da Terra do VerãoHS / Água no InvernoHN.
  - Aquário (21 de Janeiro - 19 de Fevereiro) - Signo do Ar do VerãoHS / Fogo no InvernoHN.
  - Peixes (20 de Fevereiro - 20 de Março) - signo da Água do Verão HS / Terra no Inverno HN.
HN - hemisfério norte HS - hemisfério sul
Modos do Zodíaco
 Cardinal - Carneiro (Áries); Caranguejo (Câncer); Balança (Libra); Capricórnio.
 Fixo - Touro; Leão; Escorpião; Aquário.
 Mutável - Gêmeos; Virgem; Sagitário; Peixes.

Curiosidades
Os Cavaleiros do Zodíaco
A trama japonesa Saint Seiya (traduzido no ocidente para Os Cavaleiros do Zodíaco) utiliza da mitologia grega entre outras para criar as histórias do desenho (Animê). Cada cavaleiro precisa passar por uma prova para poder receber uma das 88 armaduras do zodíaco. Eles são classificados conforme a habilidade da queima da energia cósmica ou da cosmo energia interior. São classificados em cavaleiros de bronze (48 armaduras), cavaleiros de prata (24 armaduras) e os mais fortes entre eles, os cavaleiros de ouro (12 armaduras), havendo ainda outras 4 armaduras (para se totalizar 88 e, excluindo-se os cavaleiros sem constelação, que só existem no anime, não fazendo parte da história original do mangá) que não são faladas a respeito.
Sobre o 13º Signo
Na história, conhecida no mangá e animê como "Saga do Santuário", os cavaleiros de bronze precisaram correr pelas 12 Casas do Santuário até chegar à sala do Grande Mestre.
Por coincidência a representação do atual Grande Mestre (revelado como sendo um dos próprios cavaleiros de ouro, Saga de Gêmeos), possuía em seu capacete (helmo) uma serpente assim como a suposta 13ª constelação do zodíaco de ofiúco.
Zodíaco Ocidental
Elementos Fogo • Terra •
Ar • Água

Qualidades Cardinal •
Fixo • Mutável

Polaridades Positiva • Negativa

Signos Carneiro/Áries • Touro •
Gémeos/Gêmeos •
Caranguejo/Câncer •
Leão •
 Virgem •
 Balança/Libra •
Escorpião •
Sagitário •
Capricórnio •
Aquário •
Peixes


Veja o quadro de lado sobre Áries:
Elemento Qualidade Polaridade
Fogo Cardinal Masculino[1]

Planeta regente
Marte[2]

Exílio Exaltação Queda
Vênus/Vénus
Sol
Saturno

Anatomia
Cabeça
Palavra-chave Casa natural
Iniciativa Casa I
Signo
Anterior Oposto Posterior
Peixes
Libra/Balança
Touro

Características
Positivas Negativas
Corajoso
Intuitivo
Destemido Agressivo
Impulsivo
Egoísta
Áries (português brasileiro) ou Carneiro (português europeu) é o primeiro [3] signo astrológico do zodíaco, situado entre Peixes e Touro e associado à constelação de Áries. Seu símbolo é um carneiro. Forma com Leão e Sagitário[4] a triplicidade dos signos do Fogo [carece de fontes]. É também um dos quatro signos cardinais, juntamente com Câncer/Caranguejo, Libra/Balança e Capricórnio. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os arianos/carneiros são as pessoas nascidas entre 21 de março e 20 de abril.
Quando se incluem estrelas de brilho menor, visíveis a olho nu, a área da constelação parece a cabeça de um carneiro, tendo uma forma geral de cabeça de herbívoro e um chifre em espiral.
Segundo Higino, autor romano da época de Augusto, acreditava-se que a constelação era o carneiro que carregou Frixo e Hele através do Helesponto[5]. Este carneiro tinha pelo de ouro, e foi sacrificado a Júpiter quando Frixo chegou na corte do rei Eetes[5]. A imagem do carneiro foi colocada entre as constelações por Nubes[Nota 1], e marca o tempo do ano em que o grão deve ser semeado, porque Ino havia semeado antes do tempo o grão molhado, o que causou a fuga de Frixo e Hele[5]. Segundo Eratóstenes, o próprio carneiro havia removido o pelo dourado e dado a Frixo, e depois foi por conta própria para as estrelas; por este motivo as estrelas são fracas[5].
Higino também apresenta duas outras versões para o mito de Áries[5].
________________
Para Touro, veja o quadro de lado:_
Elemento Qualidade Polaridade
Terra Fixo Feminino
Planeta regente
Vênus/Vénus

Exílio Exaltação Queda
Plutão
Lua
Urano

Anatomia
Pescoço, garganta
Palavra-chave Casa natural
Realização Casa II
Signo
Anterior Oposto Posterior
Áries/Carneiro
Escorpião
Gêmeos/Gémeos

Características
Positivas Negativas
Perseverante
Habilidoso
Determinado[1]
Possessivo
Preguiçoso
Teimoso[1]

Touro ou Tauro é o segundo signo astrológico do zodíaco, situado entre Áries/Carneiro e Gêmeos/Gémeos e associado à constelação deTaurus. Seu símbolo é um boi. Forma com Virgem e Capricórnio a triplicidade dos signos da Terra. É também um dos quatro signos fixos, juntamente com Leão, Escorpião e Aquário. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os taurinos são as pessoas nascidas entre21 de Abril e 20 de Maio. Osíris era um deus da vegetação do Egito e aparecia com uma cabeça de touro. No Egito, quando o touro sagrado morria, colocavam-lhe um disco de ouro entre os chifres (símbolo do sol, a força da vida) e era pranteado e mumificado.
O voltear dos toureiros de hoje, entre os chifres do touro, lembra a dança em honra ao animal. Zeus apaixonou-se por Europa, que brincava na praia. Transformou-se num belo touro branco e aproximou-se ajoelhando-se aos pés dela. Europa não resistiu e trepou em cima do touro, que a transportou pelo mar até a Ilha de Creta, onde a fecundou. Na constelação de Touro só aparece a sua parte dianteira, porque o resto ficou submerso no mar.
Mais tarde, em Creta, Europa deu à luz ao futuro rei Minos; como rei tinha um belo rebanho de touros dedicados a Poseidon e disse-lhe que se o deus o fizesse rei dos Mares – símbolo da conquista marítima – ele lhe daria seu animal mais belo. Então Creta floresceu, tornando-se uma ilha forte, mas Minos era avarento e cobiçoso, não queria se desfazer daquilo que possuía e menos ainda, das melhores. Por isso resolveu enganar Poseidon oferecendo-lhe um touro de segunda categoria. Poseidon se aborreceu e pediu ajuda a Afrodite para vingar-se.
Minos era casado com Pasifae e sua mulher apaixonou-se por um belo touro branco. Pasifae pediu ajuda a Dédalo, um arquiteto que vivia na corte, patrocinado pelo rei. Dédalo vendeu-se, colaborando contra seu benfeitor em troca de bens materiais, construindo uma espécie de vacapara Pasifae se disfarçar e poder se unir ao touro. Dessa união nasceu o Minotauro, um monstro metade homem, metade touro.
O Minotauro representa o ser humano consumido pelos seus desejos e o conflito entre o lado humano e o bestial, existente em todos nós. O monstro precisava ser preso e o rei mandou Dédalo construir-lhe uma prisão: o labirinto.
O labirinto foi, na verdade, um palácio complicado na Ilha de Creta, a fim de que não fosse invadido e, também, um mosaico desenhado no chão onde se dançava em honra dos deuses da fertilidade. Até hoje, ambos existem em Creta.
Então, o Minotauro, preso no labirinto, exigia carne humana de atenienses, para comer de 9 em 9 anos. Representa o homem obcecado pelo seu apetite devorador e que nada lhe contém.
Teseu, herdeiro do trono de Atenas, resolve ir dominar o Minotauro. Encontra Ariadne, filha do rei Minos que se apaixona pelo herói, e dá-lhe um novelo de linha, a fim de que pudesse entrar no labirinto sem se perder.
O novelo simboliza um plano e um propósito que os taurinos devem ter para não entrarem cegamente numa empreitada de longo alcance. O labirinto é o emaranhado de desejos e sensações físicas e materiais do ser humano. Teseu mata o Minotauro e volta para sua terra, abandonando Ariadne. Minos fica furioso e prende Dédalo dentro do labirinto criado por ele, significando isso o artista aprisionado pela sua obra porque fez concessões, criando conforme a exigência do seu patrocinador e sacrificando a independência da sua criatividade.
____________________
Gêmeos, veja o quadro de lado:
Elemento Qualidade Polaridade
Ar Mutável Masculino [1]

Planeta regente
Mercúrio

Exílio Exaltação Queda
Júpiter
Nodo N Nodo S
Anatomia
Braços e sistema respiratório
Palavra-chave Casa natural
Comunicação Casa III
Signo
Anterior Oposto Posterior
Touro
Sagitário
Câncer/Caranguejo

Características
Positivas Negativas
Comunicativo
Curioso
Inteligente Contraditório
Tagarela
Dispersivo
Gêmeos (português brasileiro) ou Gémeos (português europeu), ou ainda Gemini, é o terceiro signo astrológico do zodíaco, situado entre Touro eCâncer/Caranguejo e associado à constelação de Gemini. Seu símbolo é os irmãos gêmeos/gémeos. Forma com Libra/Balança e Aquário a triplicidade dos signos do Ar. É também um dos quatro signos mutáveis, juntamente com Virgem, Sagitário e Peixes. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os geminianos são as pessoas nascidas entre 21 de Maio e 20 de Junho.
Mitologia
Gêmeos está relacionado ao Deus Mercúrio, o mensageiro Alado, filho mais inteligente de Zeus e ao mito de Castor e Pólux: Triste pela morte do irmão Castor em uma batalha contra Idas e Linceu, Pólux pede a Júpiter, seu pai, que o traga de volta à vida. Tocado pela demonstração de amizade dos irmãos, Júpiter determina que Pólux compartilhe sua imortalidade com Castor, alternando diariamente com ele a vida e a morte.
Referências
1. ↑ Cláudio Ptolemeu, Tetrabiblos, Capítulo XXI, As triplicidades
_______________________

Câncer (português brasileiro) ou Caranguejo (português europeu) é o quarto signo astrológico do zodíaco, situado entre Gêmeos /Gémeos e Leão e associado à constelação de Câncer. Seu símbolo é um caranguejo. Forma com Escorpião e Peixes a triplicidade dos signos da Água. É também um dos quatro signos cardinais, juntamente com Áries / Carneiro, Libra / Balança e Capricórnio. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os cancerianos são as pessoas nascidas entre 21 de Junho e 21 de Julho.
Mitologia
Câncer representa o caranguejo gigante que Hera, rainha dos deuses gregos, enviou para resgatar a hidra. O caranguejo mordeu os pés de Hércules quando este combatia o terrível monstro, mas foi esmagado. Para premiar o caranguejo, Hera transformou-o naquela constelação.
Associações
Elemento Água

Regente Lua

Metal Prata

Pedras Pérola

Perfume Lírio
Plantas Flor de laranjeira ; Flores silvestres ; Dormideira ; Alface

Animais Gato ; Caranguejo
Países China ; Escócia ; Holanda ; Nova Zelândia

Cores Branco ; Cinza-pérola

Personagem Mortícia Addams , de A Família Addams´,

Orixá Oxum

Órgão Estômago
Dia Segunda-feira
Verbo "Eu sinto"
Atrações Capricórnio
_______________
Leão, veja o quadro de lado:
Elemento Qualidade Polaridade
Fogo Fixo Masculino
Planeta regente
Sol

Exílio Exaltação Queda
Urano
Netuno
(Mercúrio)

Anatomia
Coração, costas, coluna vertebral
Palavra-chave Casa natural
Poder Casa V
Signo
Anterior Oposto Posterior
Câncer/Caranguejo
Aquário
Virgem

Características
Positivas Negativas
Criativo
Leal
Decidido Egoísta
Inflexível
Egocêntrico

Leão ou Leo é o quinto signo astrológico do zodíaco, situado entre Câncer/Caranguejo e Virgem e associado à constelação de Leo. Seu símbolo é um leão. Forma com Áries/Carneiro e Sagitário a triplicidade dos signos do Fogo. É também um dos quatro signos fixos, juntamente com Touro, Escorpião e Aquário. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os leoninos são as pessoas nascidas entre 22 de Julho e22 de Agosto. Retirado do “Dicionário dos Símbolos de Jean Chevalier e Alain Gheerbrant”
Este signo é caracterizado pelo desabrochar da natureza sob os raios quentes do Sol, que é o seu reagente planetário. Coração do Zodíaco exprime a alegria de viver, a ambição, o orgulho e a elevação.
Com o leão, voltamos ao elemento Fogo; mas o Carneiro ao Leão elabora-se metamorfose do princípio que, de força animal bruta, instantânea e absoluta, como a centelha ou relâmpago, se torna força desenvolvida, para se tornar força dominadora e disponível, como a chama irradiante em pleno calor e luz. Alias, passamos as auroras primaveris à magnificência dos meios-dias do Verão. O signo é representado pela majestosa criatura do Rei dos Animais, emblema do poder soberano, da força nobre, e está ligado ao Sol, sendo que tanto o signo como o astro, símbolos da vida sob os aspectos do calor, da luz, do esplendor, do poder e da aristocracia radiante. Da mesma forma, a casa leonina é semelhante a uma ode triunfal em ouros acobreados, brilho dos ardores vitais. Este tipo zodiacal corresponde o carácter de mais alto poder: apaixonado, ser de vontade, pela pressão de necessidades e de gosto de agir, estando esta força de emotivo – ativo disciplinada e orientado para o objetivo e para servir ambições de longo alcance. É uma natureza forte, nascida para fazer cantar a vida com toda a força e para encontrar a sua suprema razão de viver, fazendo explodir uma nota retumbante no firmamento do seu destino. Essa força pode exercida num desdobramento horizontal e da origem a um tipo hercúleo em realismo, é em eficácia, em vigor concreto, em presença física. Mas pode também desdobrar-se em tensão vertical e de origem a um tipo apolíneo, idealista, em quem as forças luminosas tendem a reinar completamente.
Mitologia
O Leão de Neméia que devastava a região e o povo não conseguia matar, foi estrangulado por Hércules. Acabada a luta, este arrancou a pele do animal com as suas próprias mãos e passou a utilizá-la como vestuário. Assim, a criatura derrotada, converteu-se na constelação de leão.
_____________________
Elemento Qualidade Polaridade
Terra Feminino[Nota 1]

Planeta regente
Mercúrio

Exílio Exaltação Queda
Mercúrio
Vênus/Vénus

Anatomia

Palavra-chave Casa natural
Casa VI
Signo
Anterior Oposto Posterior
Leão [1]
Peixes
Libra [1]

Características
Positivas Negativas
Organizado; Coerente; Prático
Virgem ou Virgo é o sexto [1] signo astrológico do zodíaco, situado entre Leão [1] e Libra [1] e associado à constelação de Virgo. Seu símbolo é uma virgem. Forma com Touro [2] e Capricórnio [2] a triplicidade dos signos da Terra. É também um dos quatro signos, juntamente com Gêmeos/Gémeos, Sagitário e Peixes. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os virginianos são as pessoas nascidas entre23 de agosto e 22 de setembro.

Mitologia
Higino cita várias versões sobre quem este signo representa; segundo Hesíodo, o signo representa a filha de Júpiter e Têmis; segundo Arato, ele representa a filha de Astreu e Aurora, que viveu na Era de Ouro dos homens e era sua líder.[3]
Por causa da sua prudência e brilho, ela foi chamada de Justitia, e naquele tempo não havia guerras, nem ninguém navegava pelos mares, cada qual cultivando o seu próprio campo. Aqueles que nasceram depois desta geração tornaram-se menos observantes do dever e mais gananciosos, até que veio a Raça de Bronze, quando a deusa não mais aguentou, e fugiu para as estrelas.[3]
Outras versões, ainda segundo Higino, chamam-na de Fortuna ou de Ceres, e disputam a versão porque a cabeça da constelação é de pouco brilho.[3]
Outros a chamam de Erígone, a filha de Ícaro.[3] Ícaro morava com sua filha virgem Erígone e seu cão Maera, e hospedou Liber Pater, que o ensinou o segredo do vinho. Ícaro deu o vinho a uns pastores que, acreditando que ele os tinha envenenado, o mataram a pauladas. Seu cãoMaera, latindo sobre o corpo morto do dono, chamou Erígone, que se enforcou. Liber Pater então afligiu as mulheres atenienses com uma praga, que só terminou quando eles puniram os pastores e instituiram um festival em honra dos dois. Os deuses então transformaram ambos em estrelas: Erígone virou a constelação de Virgem e Icário a estrela Arcturo.[4]
Outra versão é que a constelação a filha de Apolo e Chrysothemis, chamada Parthenos, que morreu jovem e foi colocada por Apolo entre as constelações.[3]
Notas
1. ↑ Os signos se alternam entre masculino e feminino, de acordo com o Tetrabiblos (ver Livro I, Capítulo XV), começando com Áries, masculino.
Referências
1. ↑ a b c Cláudio Ptolomeu, Tetrabiblos, Livro I, Capítulo IX, A influência das estrelas fixas [em linha]
2. ↑ a b Cláudio Ptolemeu, Tetrabiblos, Capítulo XXI, As triplicidades [em linha]
3. ↑ a b c d e Higino, Astronomica, XXV, Virgem [em linha]
4. ↑ Higino, Fabulae, CXXX, Icário e Erígone

____________________
Libra veja o quadro de lado:
Elemento Qualidade Polaridade
Ar
Cardinal Masculino
Planeta regente
Vênus (e recentemente, Pallas)

Exílio Exaltação Queda
Marte
Saturno
Sol

Anatomia
Rins
Palavra-chave Casa natural
Equilíbrio Casa VII
Signo
Anterior Oposto Posterior
Virgem
Áries/Carneiro
Escorpião

Características
Positivas Negativas
Equilibrado
Diplomático
Sociável Manipulador
Indeciso
Superficial

Libra é representado pelo mito de Astreia, filha de Zeus e Têmis, que instruía os humanos sobre a justiça. Ao decepcionar-se com a crescente iniquidade dos homens, a deusa resolve abandonar a Terra. Esta constelação aparece com o equinócio de primavera, quando o dia e a noite têm a mesma duração, representando o equilíbrio entre ambos.
Na mitologia Grega, Libra está relacionado com três deuses: Atena, Apolo e Afrodite, sendo que possui diversas características destes três deuses.
Atena é a deusa da inteligência, que ensinou aos homens diversas artes: caçar, colher, fazerem tarefas domésticas, e forneceu-lhes alguns instrumentos, como armas. Porém, os humanos descobriram a maldade, e Athena arrependeu-se de os ter ajudado, pois queria um mundo perfeito. Assim, abandonou os homens e partiu para a guerra, a favor da justiça.
Apolo é o deus da arte, da leitura, de tudo que é belo e harmonioso. É o sol, a luz, mas como toda luz, também produzia sombras, e tinha um lado sombrio. É o deus da medicina, mas que nunca teve sorte no amor, apesar da beleza. Teve quatro romances, mas acabou sozinho. Apolo possui a maioria das suas características (justiça, beleza, harmonia) relacionadas com o signo de libra, incluindo as relações sociais e o talento artístico.
Afrodite é a deusa grega do amor, que possui alguns traços de libra, mas também é relacionada a touro. Corresponde ao planeta Vênus, que rege Libra e Touro. É uma deusa sedutora, bela e um tanto ambiciosa, características de Libra.
_____________________
Elemento Qualidade Polaridade
Água Fixo Feminino
Planeta regente
Plutão (tradicionalmente, Marte)

Exílio Exaltação Queda
(Vênus)
Urano
Lua

Anatomia
Órgãos genitais e excretores
Palavra-chave Casa natural
Transformação Casa VIII
Signo
Anterior Oposto Posterior
Libra
Touro
Sagitário

Características
Positivas Negativas
Determinado
Inteligente
Profundo
Perspicaz Vingativo
Manipulador
Destrutivo
Agressivo
Escorpião ou Scorpio é o oitavo signo astrológico do zodíaco, situado entre Libra e Sagitário e associado à constelação de Scorpius. Seu símbolo é um escorpião. Forma com Câncer e Peixes a triplicidade dos signos da Água. É também um dos quatro signos fixos, juntamente com Touro, Leão e Aquário. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os escorpianos são as pessoas nascidas entre 23 de outubro e21 de novembro.
Mitologia
O escorpião foi o animal enviado por Apolo para matar Órion, por ciúmes da relação deste com sua irmã Ártemis. As estrelas de Órion realmente desaparecem no Ocidente quando as de Escorpião nascem no Oriente.
___________
Sagitário, veja o quadro de lado:
Elemento Qualidade Polaridade
Fogo Mutável Masculino[Nota 1]

Planeta regente
Júpiter

Exílio Exaltação Queda
(Mercúrio)
Nodo S Noso N
Anatomia
Coxas, fígado, músculos
Palavra-chave Casa natural
Expansão Casa IX
Signo
Anterior Oposto Posterior
Escorpião [1]
Gêmeos
Capricórnio[1]

Características
Positivas Negativas
Corajoso
Sincero
Ousado Despreocupado
Atirado
Irresponsável
Sagitário é o nono [1] signo astrológico do zodíaco, situado entre Escorpião [1] e Capricórnio [1] e associado à constelação de Sagittarius. Seu símbolo é o centauro. Forma com Áries [2] e Leão [2] a triplicidade dos signos do Fogo. É também um dos quatro signos mutáveis, juntamente com Gêmeos, Virgem e Peixes. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os sagitarianos são as pessoas nascidas entre 22 de novembro e 21 de dezembro.
Mitologia
De Uranographia, de Johann Bode.
Na Grécia Antiga, esta constalação era chamada de O Arqueiro, e alguns a chamavam de Centauro, porém, segundo Higino, de forma incorreta, pois os centauros não usavam arcos. Outro mistério é porque esta constelação era representada com um corpo de cavalo, mas com cauda desátiro.[3]
Alguns [Nota 2] diziam que a constelação era Croto, filho da babá das Musas, Eupheme. De acordo com Sositeu, um escritor de tragédias, Croto vivia no Monte Helicão e gostava da companhia das Musas, e da caça. Ele ganhou fama como caçador, e as Musas pediram a Júpiter que o representasse em um grupo de estrelas, o que foi feito. Como ele queria mostrar todas suas habilidades em um único corpo, ele foi representado com um corpo de cavalo, porque ele gostava de cavalgar. O arco foi adicionado para mostrar sua habilidade, e a cauda de sátiro porque as Musas tinham tanto gosto por Croto quanto Liber tinha com os sátiros. Diante dos seus pés estão estrelas arrumadas como um círculo,[Nota 3] que alguns [Nota 4] dizem eram uma grinalda.[3]
Notas e referências
Notas
1. ↑ Os signos se alternam entre masculino e feminino, de acordo com o Tetrabiblos (ver Livro I, Capítulo XV), começando com Áries, masculino.
2. ↑ Higino não especifica quem dizia isto.
3. ↑ Estas estrelas, hoje, formam outra constelação, Corona Australis.
4. ↑ Higino também não diz quem.
Referências
1. ↑ a b c Cláudio Ptolomeu, Tetrabiblos, Livro I, Capítulo IX, A influência das estrelas fixas [em linha]
2. ↑ a b Cláudio Ptolemeu, Tetrabiblos, Capítulo XXI, As triplicidades [em linha]
3. ↑ a b Higino, Astronômica, 27, Arqueiro [em linha]
________
Capricórnio, veja o quadro de lado:
Elemento Qualidade Polaridade
Terra Cardinal Feminino[Nota 1]

Planeta regente
Saturno

Exílio Exaltação Queda
Lua
Marte
Júpiter

Anatomia
Ossos, dentes, pele

Palavra-chave Casa natural
Realização Casa X
Signo
Anterior Oposto Posterior
Sagitário [1]
Câncer
Aquário [1]

Características
Positivas Negativas
Responsável
Prático
Realista Mal-humorado
Ganancioso
Introvertido
Capricórnio é o décimo [1] signo astrológico do zodíaco, situado entre Sagitário [1] e Aquário [1] e associado à constelação de Capricornus. Seu símbolo é uma cabra. Forma com Touro [2] e Virgem [2] a triplicidade dos signos da Terra. É também um dos quatro signos cardinais, juntamente com Áries, Câncer e Libra. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os capricornianos são as pessoas nascidas entre 22 de dezembro e 20 de janeiro.
Mitologia
Na mitologia greco-romana, Capricórnio, ou bode do mar, é a lembrança do cabrito Aegipan, que foi colocado por Júpiter entre as constelações porque ele foi amamentado junto com Júpiter,[3] pela cabra Amalteia.[4]
Durante a luta contra os titãs, foi ele quem colocou nos inimigos o medo chamado de panikos. A parte inferior do seu corpo era de peixe, porque ele jogou conchas, em vez de pedras, contra o inimigo.[3]
De acordo com os sacerdotes egípcios e alguns poetas, quando os deuses estavam reunidos no Egito, surgiu, de repente, Tifão, um monstro terrível e inimigo dos deuses. Estes, com medo, mudaram de forma, Mercúrio se tornando uma íbis, Apolo o pássaro conhecido pelo nome de trácio e Diana em um gato. Por este motivo, os egípcios não permitem que estas criaturas sejam injuriadas, porque elas são representações dos deuses. Pã, segundo eles, jogou-se no rio, e transformou a parte inferior do seu corpo em peixe, e o resto em bode, assim escapando de Tifão. Júpiter, admirando a sua esperteza, o colocou entre as constelações.[3]


Notas e referências
Notas
1. ↑ Os signos se alternam entre masculino e feminino, de acordo com o Tetrabiblos (ver Livro I, Capítulo XV), começando com Áries, masculino.
Referências
1. ↑ a b c Cláudio Ptolomeu, Tetrabiblos, Livro I, Capítulo IX, A influência das estrelas fixas [em linha]
2. ↑ a b Cláudio Ptolemeu, Tetrabiblos, Capítulo XXI, As triplicidades [em linha]
3. ↑ a b c Higino, Astronômica, 28. Capricórnio [em linha]
4. ↑ Higino, Astronômica, 13. Auriga [em linha]
______________________
Aquário, veja quadro de lado:
Elemento Qualidade Polaridade
Ar Fixo Masculino[1]

Planeta regente
Urano

Exílio Exaltação Queda
Sol
Mercúrio(moderno)
Netuno (moderno)
Júpiter(moderno)

Anatomia
Pernas, tornozelos e circulação sanguínea
Palavra-chave Casa natural
Liberdade Casa XI
Signo
Anterior Oposto Posterior
Capricórnio
Leão
Peixes

Características
Positivas Negativas
Civilizado
Original
Tolerante
Libertário[2]
Desafetuoso
Rebelde
Excêntrico
Do contra[3]


Elemento Qualidade Polaridade
Ar Fixo Masculino[1]

Planeta regente
Urano

Exílio Exaltação Queda
Sol
Mercúrio(moderno)
Netuno (moderno)
Júpiter(moderno)

Anatomia
Pernas, tornozelos e circulação sanguínea
Palavra-chave Casa natural
Liberdade Casa XI
Signo
Anterior Oposto Posterior
Capricórnio
Leão
Peixes

Características
Positivas Negativas
Civilizado
Original
Tolerante
Libertário[2]
Desafetuoso
Rebelde
Excêntrico
Do contra[3]

 Aquário é o décimo primeiro signo astrológico do zodíaco, situado entre Capricórnio e Peixes e associado à constelação de Aquarius. Seu símbolo é o aguadeiro. Forma com Gêmeos e Libra a triplicidade dos signos do Ar. É também um dos quatro signos fixos, juntamente com Touro, Leão e Escorpião. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os aquarianos são as pessoas nascidas entre 21 de janeiro e19 de fevereiro.
Mitologia
Higino, em seu livro Astronomica, apresenta três versões da mitologia. Muitos dizem que Aquário é Ganimedes, um rapaz muito belo que Júpiter levou para o Olimpo, para se tornar o garçom dos deuses; por este motivo, ele é mostrado carregando uma urna que derrama água[4].
Segundo Hegesianax, Aquário é Deucalião, porque durante seu reinado caiu tanta água do céu que resultou no dilúvio[4]. Segundo Eubulus, Aquário é Cécrope, comemorando a antiguidade da raça, e mostrando que os homens usavam água nos sacrifícios aos deuses, antes do conhecimento do vinho, pois Cécrope reinou antes da descoberta do vinho[4].
Característica
Qualidades: É original em tudo o que faz. Para isso, utiliza a criatividade como ninguém. É amante da liberdade e da independência financeira e emocional. Tem natureza intelectual. Tem a capacidade de ver além do seu tempo. Não vive uma relação amorosa sem que antes exista uma forte amizade. Tem postura humanitária e tolerante. É racional. Sua maior virtude: Ser engenhoso.
Defeitos: É excêntrico. Não se adapta facilmente a regras preestabelecidas. Adora fazer o tipo “rebelde sem causa” e contrariar as pessoas. É imprevisível, mas não é de mudar suas ideias. Dificilmente dá abertura de sua vida pessoal a alguém. É atraído pelo proibido. Por vezes aparenta frieza. É pouco emocional. Seu maior defeito: Não ter limites.
Personalidade
Pelo lado positivo, o aquariano é simpático e humanitário. É honesto e totalmente leal; é original e brilhante; é independente e intelectual. Pelo lado negativo, o aquariano é imprevisível e tende a contrariar. É pouco emocional, e não compreende a complexidade emocional de algumas pessoas e a traição entre amigos. Tende muitas vezes a não demonstrar o que sente. O aquariano gosta de lutar por boas causas, sonhar e planejar um futuro feliz, aprender do passado, pensar, os bons amigos, divertir-se. O aquariano não gosta de promessas vazias, de sentir-se só, apesar de sentir a necessidade da solidão com certa frequência. Não gosta do cotidiano e das imitações. Prefere ver quais são as possibilidades.
Associações
Elemento Ar

Regente Urano

Metal Urânio

Pedras Safira

Perfume Cedro
Plantas Orquídeas, gerânios e hibiscos.
Animais Águia, garça e albatroz
Países Rússia ; Suécia ; Inglaterra

Cores Azul , Violeta.
Orixá Oxalá

Órgão Tornozelos, tendões e calcanhares.
Dia Segunda-Feira
Verbo "Eu sei"
Atrações Sagitário ; Gêmeos ; Leão

Referências
1. ↑ Cláudio Ptolemeu, Tetrabiblos, Capítulo XXI, As triplicidades
2. ↑ [[1]]
3. ↑ [[2]]
4. ↑ a b c Higino, Astronomica, XXIX, Aquário ou O que serve água
_______________________Peixe. Veja o quadro de lado:
Elemento Qualidade Polaridade
Água Mutável Feminino[Nota 1]

Planeta regente
Júpiter [1]

Exílio Exaltação Queda
Mercúrio
Vênus
Mercúrio

Anatomia
P
J B Pereira e Varios em http://search.babylon.com/?q=mitologia+grega&affID=109130&tl=gcn20338&tt=140612_dpl&babsrc=SP_def&mntrId=c41bdcf9000000000000000000000000
Enviado por J B Pereira em 17/08/2012
Código do texto: T3834301
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2826 textos (1569232 leituras)
35 e-livros (529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/04/21 20:20)
J B Pereira