Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRIMAVERA TRISTE

Pedacinho de céu
ilumina as flores que crescem.
Nessa terra tão fértil
regada com amor que merecem.

Abro minha janela e deixo
o perfume delas me enfeitiçar.
Elas me trazem lembranças
de quando se foi sem pensar.

Tantas flores te mandei
juntos cartas e você as rejeitou.
Acreditei que tudo entre nós
de um jeito ou de outro terminou...

Pedacinho de céu era o meu
apelido gesto que não esqueci ainda!
Amor enfeitando com as cores
e o perfume das flores lindas.

Com carinho colhidas na primavera.
amor eterno nós dois juramos.
Regados de emoções e carinhos
Salpicados de mel exalamos.

Sentimento forte em meio
a beleza delicadas de cada pétalas.
Flores perfumadas na primavera,
e acabou em um adeus pela janela.

Essa foi a marca de uma espera
Que perdura até os dias atuais.
Nunca compreendi minha despedida
sem as flores para perfumar meus ais.

Tanta solidão vivida...ainda te amo
sua volta espero pelo nosso amor.
Quando sinto o perfume de flores
as nossas vidas era...somente amor.

...Eu já sofri demais por te amar,
quando vi se afastando meu mundo caiu.
Pra que voltar e reconstruir um jardim
que você e seu egoísmo destruiu.

Nillo Costa
Teresinha Costa
poetadobalcao, Nillo Costa e Terezinha Costa
Enviado por poetadobalcao em 06/09/2020
Reeditado em 06/09/2020
Código do texto: T7056331
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
poetadobalcao
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil
2028 textos (21659 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/04/21 14:11)
poetadobalcao