Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÚLTIMA CHANCE

Doei amor sem medida
amei no profundo do meu ser.
Sou fera ferida lutando pela vida
buscando sobreviver sua indiferença.
Trouxe sofrimento aos meus sentimentos.
não compreendo...
Tantos momentos ternos vividos
hoje tudo parece esquecido.
Acorde e busque salvar nosso amor que está frio.
Essa é a última chance!
a vida está passando depressa.
Temos que ter pressa reacender nossa chama
que está se apagando.
Faça alguma coisa, vamos nos dar
uma última chance salvando nosso amor!

Não entendo esse descontentamento
para que tanta pressa se temos tanto tempo.
O amor não se implora e só chega na hora
sem a gente ao menos poder sentir.
O tempo é o remédio para quase tudo
não se desespere estou aqui e sei que esta ai.
Mas as vezes é impossível poder falar
trilho e você sabe não posso vacilar.
Se existe tanto sentimento assim, poxa,
vai até me entender, e me esperar poetizando.
De certo não controla este coração que está amando.
não sofra tanto por esse amor que tanto dói
Receba com carinho esse meu sentimento
tudo um dia acontecera basta saber esperar.

____Nillo Sérgio
@poetadobalcao
Terezinha Costa
poetadobalcao e Terezinha Costa
Enviado por poetadobalcao em 19/07/2020
Reeditado em 13/08/2020
Código do texto: T7010115
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
poetadobalcao
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil
2028 textos (21659 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/04/21 13:17)
poetadobalcao