Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRECIOSOS LÍRIOS

                                   
                               Diante de portentosa beleza
                       Estava eu, a vislumbrar uma obra magistral
                    Na qual os impressionistas captavam tão natural
                   A luminosidade, cor e sombra da distinta natureza.

                      Mãos preciosas que faziam dançar o pincel
                      E os olhos trilhavam nas nuances cor de mel
                     Na mente, uma guirlanda de honorável mestre
                      Que na arte investe e sobretudo estarrece.

                            A brancura dos preciosos lírios
                         Flutuando em águas sóbrias e claras
                   É uma vitória que grita mundo afora, em delírio
                    Trazendo à tona um talento, com fundamento.

                  Vertiginosa era a sensação diante das flores
              E nessa clima primaveril, elegeu seu destino varonil
                 Monet, ascende e sua fama provocando rumores
                Que a pitoresca tela dentre milhões, é a mais bela.

                                               (Verdana Verdannis)


                            Uma tela brilhando na memória
                            ofuscando do sol tanto esplendor,
                            e qual ninfa em  vestes de vapor
                            até a aurora inunda com sua glória.

                             Suas cores parecem que são vivas,
                             rutilanetes que nem pena de pavão:
                            - fica deslumbrado o aquático tritão
                              perante tão divinas perspectivas.

                              Bendito seja o grande artista
                             que com pincel, tinta e paleta
                             à vida deu mais vida o seu pintar.

                             Ah, se o cego pudesse ter a vista
                             uma só olhada o tornaria poeta
                             e feliz mergulharia no colorido mar.

                                                               (Richard Foxe)
                                                               


  NOTA: Poesia inspirada, na magistral obra "Lírios D'Água", do francês
  Claude Monet, o mais célebre entre os pintores impressionistas.


                    Obrigada, mestre Jacó Filho, por mais
                    uma primorosa interação, que muito me honra.

                             Suavizam como os lírios,
                             Teus versos ajardinados.
                             Levam pra longe, martírios;
                             Faz-nos sentirmos amados...

 
Verdana Verdannis
Enviado por Verdana Verdannis em 28/03/2019
Reeditado em 17/06/2019
Código do texto: T6609430
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verdana Verdannis
Fortaleza - Ceará - Brasil
322 textos (26047 leituras)
46 áudios (2327 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/19 12:11)
Verdana Verdannis