Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÉBRIOS NA ALCOVA À LUZ DO LUAR

Eu ébrio de luar
Você tonta de emoção
A lua a nos olhar
Com sofreguidão

A sombra se faz forma
E teu ébano olhar
Olhar onde percorro
Este lindo luar

Tanto desejo no olhar
Olhos de bem-me-quer
Fascínio de além mar
Doce sereia linda mulher

Desejos de admirar
A doçura do tocar
Da sua poesia não consigo escapar
Em êxtase pleno no amar

meus olhos tanto desejo
Tanto amor tanto amar
Se fecham no doce beijo
Se abrem a lhe admirar

Gosto das formas
Do cheio vislumbrar
Plena no cantar
Sereia sua vou tornar

E assim com tanta doçura
Em total deslumbramento
Me perco na pele tua
Alcova é gozo e encantamento

E com o canto e desejo na alcova
Te seduzo em mil formas
Formas em minhas curvas
Curvas que teu rio faz transbordar.

 
BARBOZAMARCO e LEIDYANNE ANDRADE
Enviado por BARBOZAMARCO em 30/04/2014
Reeditado em 12/06/2014
Código do texto: T4788517
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
BARBOZAMARCO
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 55 anos
833 textos (45326 leituras)
1 áudios (384 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/11/20 00:12)
BARBOZAMARCO