Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARTA AO MEU AMADO

                            CARTA AO MEU AMADO
                                     DUETO
                              Maria José da Silva
                                         E
                                 J.Roberto Jun
                         

Meu amor!
Embora tão longe saiba que estás comigo.
Por todos os lugares eu te vejo  e sozinha eu estou. Agora, não consigo sorrir pois ao te ver tão longe o meu coração bate triste, porque ele sabe o que tenho dentro de mim...
Eu acredito que é o destino e que nada mudará.
Nós vamos conseguir... Eu sei que só Deus sabe o que o futuro nós reserva.
Eu estou te esperando! Para dançarmos a nossa linda canção... Num ritmo suave e delicioso Juntinhos, sentiremos o nosso coração em sintonia; acordes perfeitos... Livres, leves e soltos.
Exímio casal de bailarino dançando e bailando...
Verei o teu sorriso, verei o brilho dos teus olhos!
Quero amar, te sentir, te tocar... Ao som dessa canção fico a imaginar como vai ser lado a lado com você.
O que eu irei sentir... Será que vou conseguir dançar?
De uma coisa eu sei: nos teus braços vou cair...
E vais saber que eu te amo...
Volte logo meu amor!

Maria José da Silva

                           _____*_____


Resposta.


Minha rainha!
Fiquei felicíssimo ao receber sua carta.
Em saber que, mesmo eu estando longe tu estás comigo, e que, por todos os lugares por onde andas tu me vês e, por sentires a minha falta não consegues sorrir!
A saudade é tanta que faz doer teu coração. Entretanto, Tu sabes o que há dentro de ti. Acreditas que é o destino E acreditas também que nada mudará.
Ah, minha rainha! Eu também creio que todos os percalços serão superados, pois temos certeza que Deus está do nosso lado, e foi Ele que um dia disse:” tudo é possível  para aquele que crê.”
E nós cremos. Tu continuas à minha espera, pois sabes que voltarei.
Sim voltarei para dançarmos a nossa canção num ritmo suave e tão leve como as alvas nuvens que no céu passeiam...
E, enquanto dançamos bem coladinhos, ouviremos a melodia e sentiremos o pulsar do coração e diremos quase que sussurrando um para o outro: é tão bom te amar...
Tu verás meus lábios sorrindo e os meus olhos brilhando de felicidade, assim como eu também verei nos teus os mesmos sentimentos.
Sentiremos desejo de nos beijarmos, nos amarmos, nos sentirmos e nos tocarmos.  – Permitiremos que a imaginação nos leve pelos caminhos do amor... E assim minha rainha só assim todos hão de saber o quanto nos amamos...!


J.Roberto Jun

Mary Jun e J Roberto Jun
Enviado por Mary Jun em 05/11/2012
Reeditado em 27/11/2012
Código do texto: T3969674
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Mary Jun
Recife - Pernambuco - Brasil, 55 anos
841 textos (40743 leituras)
1 e-livros (86 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/19 07:36)
Mary Jun