Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APENAS
 
Sem certezas nem centavos
Destravo minha poética loucura
 
Sem sentido nem solvente
Sigo em frente sempre rente
 
Nada me cerca, nada me cega
O mundo me nega e eu nada tenho
 
Sou apenas essa alma vazia
Que rodopia... rodopia... rodopia...
 
O vento me bebe feito veneno
Sou pequeno grão de poeira no cosmo
 
O verso do Poe me define
Eu me definho em cada taça de vinho
 
Sou apenas uma rima imperfeita
Que o poeta rejeita na primeira revisão
 
Sou apenas a letra que não encaixa
Em nenhum alfabeto, em nenhuma endeixa
 
...sou apenas...
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 14/12/2018
Código do texto: T6527221
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Cláudio Antonio Mendes
Mutum - Minas Gerais - Brasil
747 textos (20178 leituras)
8 e-livros (325 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 07:19)
Cláudio Antonio Mendes

Site do Escritor