Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

1999

 Eu não me lembro claramente de tudo. Eu tinha 5 anos. Mas, de alguma forma, eu sei que em 1999 a vida era mais simples. Eu era uma criança, que só pensava em diversão e brincadeira o tempo todo, eu tinha uma imaginação poderosa. Eu não sabia exatamente o que eu queria ser quando me tornasse adulto. 1999 foi um dos melhores anos da minha vida.
 Eu pensava que quando alcançasse os 18 anos, eu já teria minha vida completamente feita e estabilizada. Eu achava que quando tivesse 18 anos, eu já teria minha família, minha casa, meu carro e meu emprego. Era o meu sonho, minha meta, meu objetivo. No entanto, o tempo me ensinou que o meu sonho já estava sendo realizado, ate porque eu estava sonhando.
 Muitas pessoas que fizeram parte dessa longínqua e deliciosa fase da minha vida não fazem mais parte, hoje, no presente. Eu me pergunto se as pessoas têm noção ou conhecimento da importância que tiveram durante determinada fase ou até mesmo na vida do outro. É certo que pessoas entram e saem, mas eu acredito que quem realmente for especial e provar que merece um espaço na sua vida, vai permanecer e vai acrescentar.
 1999 foi o ano em que a vida era pautada pelas coisas singelas. A amizade tinha valor, a televisão tinha conteúdo, as músicas expressavam sentimentos e transmitiam mensagens de positividade e esperança, muito diferente das músicas de hoje, que estão permeadas pela imoralidade.
 O tempo passou. 1999 se foi. E apesar da pouca idade, eu lembro que as pessoas aguardavam com anseio e apreensão a chegada do novo milênio. A expectativa era alimentada pelo que o povo acreditava ser uma era de transição, de modernidades e renovações.
 No ano de 1999, as pessoas eram mais unidas, o elo entre as pessoas era mais forte e genuíno, não havia demonstração de interesses secundários, o amor estava mais presente na vida humana. Não sei, mas a minha reflexão diz que a algumas das contemporaneidades da nova era são a ascensão do egocentrismo e a falta de empatia.
 Valeu, 1999.
O Veterinário Escritor
Enviado por O Veterinário Escritor em 14/09/2018
Reeditado em 14/09/2018
Código do texto: T6448300
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Veterinário Escritor
São Mateus - Espírito Santo - Brasil, 24 anos
34 textos (506 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/18 02:15)
O Veterinário Escritor