Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
CIÚMES DE PAI



Alguém já disse: -Ser pai é padecer no paraíso! Esta afirmação tem um grande fundo de verdade... Uma coisa é certa; Não é fácil! Tenho dois que valem por quatro. Estou brincando... Dão trabalho sim, mas nada que eu considere um bicho de sete cabeças.
Na verdade, sinto saudade daqueles tempos, que viviam brincando no meu colo, disputando a minha atenção.
Herculys tem dezenove e acha que é o dono do mundo.
Sai à hora que quer e volta de madrugada, deixando a mãe, muitas das vezes sem dormir preocupada, e algumas vezes, ainda chega embriagado... Ainda não me acostumei com essa maior idade, e nem sei se vou me acostumar! Ohana tem dezessete e namora desde os quinze. O namorado até que é legal, mas não o suficiente, pra que eu não tenha ciúmes. Ainda não me libertei desse sentimento e nem sei se quero... A filhinha tão linda do papai, abraçada, se esfregando com um marmanjo...
É duro de aceitar, mas não tem jeito... Tenho que engolir, à vontade de interferir no namoro. Implicar, vigiar, regular a hora de ir embora, são atributos intencionados, porém, tenho que ser cauteloso pra não magoar minha filha, mas vez em quando, ainda dou algumas espetadas pra não perder o costume, é claro...
Fora isso, está tudo bem! Não se envolvem com drogas.
O círculo de amizade dos dois é saudável, tanto na escola quanto fora dela. Temos o controle da situação, não sei até quando, mas espero que ainda dure muito... amém!
Carlos Mambucaba
Enviado por Carlos Mambucaba em 21/04/2008
Reeditado em 22/04/2008
Código do texto: T955937
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Carlos Mambucaba
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 58 anos
515 textos (43214 leituras)
85 áudios (7689 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 03:39)
Carlos Mambucaba