Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ombro amigo dela

Com vinte e dois anos, Elizabete era enfermeira chefe geral de um hospital na capital paulista. Morava com seus pais, o bom Genésio e a boa Audácia e eram felizes. O pai era administrador, a mãe bióloga e Elizabete enfermeira como já dito. E tinha tez morena, lábios carnudos silhueta esbelta, olhos castanhos mel, um metro e setenta de altura e era virginiana de signo. E começou a namorar Junto o homem perfeito para ela até no nome. De cada amor feito, cada beijo dado, cada noite perfeita era assim os dois Elizabete e Junto. E tiveram um filho antes de se casar e chamou-o de Imanes. Ela escrevia todos os dias um tratado de enfermagem moderna no Brasil. Junto também escrevia sobre ecologia um livro chamado: ao ser a natureza se faz. E Imanes foi professor de português e fez dezenas de livros. O primeiro publicou com sete anos e o último com noventa e nove, e foi-se feliz. E teve dois filhos Imanes com Audácia Ler um filho e três filhas, chamados de Jonas, Anis, Assinam e Remissa. E escreveram os três como os dois pais da família inteira. E fizeram vários livros. Eis os nomes de todos: Elizabete, Junto, Genésio, Audácia, Imanes, Audácia Ler, Jonas, Anis, Assinam e Remissa. E foram para o céu Elizabete com cento e dois, Junto morreu com cem, Genésio foi com noventa e oito. Audácia com cento e dois partiu, Imanes foi-se com cento e três, Audácia Ler foi-se com oitenta e sete, Jonas foi-se com cento e quatro, Anis foi-se com cem anos, Assinam foi-se com cento e um anos, e Remissa viveu mais com cento e sete anos. Todos eles enfrentavam o drama da balança e quase sempre foram obesos. E somente Remissa não fora obesa deles todos. E fazia dietas após dias se faziam ser que acertaram a obesidade como natural de seus corpos. Elizabete foi a mais obesa chegando a se pesar cento e dez quilos, já Junto tinha cem quilos, Genésio tinha oitenta e nove quilos, Audácia tinha cem quilos, Imanes tinha cento e um. Audácia Ler tinha oitenta e cinco. Jonas tinha oitenta e oito quilos, Anis estava com cem, Assina estava com cento e dois, e Remissa já dita o peso. E quando eles morreram foram sepultados um ao lado do outro e se escreveu no cobre e bronze o salmo noventa e uma dedicatória a Nossa Senhora do Carmo. E muitos rezam quando passam pelo lugar com muito amor e esmero. E Elizabete fora mulher perfeita somente não mais pelo seu sobrepeso. E o corpo dela foi santo. De tanto se rezar pela intercessão dela pelos doentes virou bem-aventurada futura santa. E tirou-se um pedaço de seu osso esquerdo da perna curar quaisquer doenças impossíveis. Curou um homem de uma gripe mortal, um câncer terminal. Intercedeu por um parto aonde a mãe e o filho corriam o risco de morrer. E a oração que se falava era: minha santa querida faça minha vontade se Deus desejar de verdade. Guiai-me, proteja, ilumine contra os passos errados e nos dê a paz e vida eternas. E assim o amor de Jesus não falte mais em nossos corações. E sede de nosso saber se encontra em Cristo Nosso ser.
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 10/08/2020
Código do texto: T7031615
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 37 anos
5316 textos (17292 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/20 23:15)
Gumer Navarro