Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



* Quem Nunca Errou Que Atire A Primeira Pedra *

Quem nunca ouviu essa expressão? Pois é. Que assim seja.

Já fui julgada, condenada sem direito a defesa e sentenciada sem o menor pudor. Sem direito a dizer uma palavra. Já fui muitas vezes repreendida e advertida sem culpa. Já fui atacada por algo que jamais fiz, por erros que quem me conhece jamais poderia admitir crer, mas já passei por condenações absurdas e por muito tempo eu aceitei ser culpada de crimes que jamais cometi.

Já fui julgada por minhas palavras, por uma foto, por ser educada. Parece engraçado, e um tanto concordo que és, mas foi real. Fui condenada sem direito a nenhuma palavra por pessoas que jamais viram meu rosto, ou mesmo me conheceram. Fui hackeada, enganada e muitas e muitas vezes iludida.

Já passei por poucas e boas e no final eu descobri que não preciso buscar a aprovação de ninguém, que não preciso me submeter a qualquer ofensa, mesmo de quem está ao nosso lado. É difícil pensar em contradizer assim na hora da acusação, muitas vezes a sentença chega sem mesmo saber qual foi a acusação.

Eu já perdi muitos e muitos julgamentos, mas descobri que perdi porque eu quis e não por estar errada. Chega um momento que tu para de tentar e apenas aceita, é a pior fase da vida. Mas tudo é aprendizado. Você um dia descobre que não precisa de juízes e muito menos plateia.

Já passei por fases em que nem mesmo um verso eu conseguia compor, já passei por momentos que criei bloqueios em minha mente, para quê? Para agradar os outros. Quando penso, sinto remorso! Já vivi dias nublados em que sorria para não criar caso, já me vesti de musa e deste dia sinto falta, hoje eu perdi muito mais que pude contar...

Perdi meus versos, minhas palavras, meus dias, minhas noites, meu sorriso, meu amor próprio. Descobri que perdi os meus sonhos e que foram roubados junto a cada julgamento sem direito a defesa, que perdi o medo no final e descobri que eu sou aquela mulher que não precisa mesmo dar satisfação da vida a ninguém, e que não preciso me prender por acusações em fundamento, sabe por quê?

Porque eu sou aquela mulher que não precisa mais provar nada a ninguém!

Sou única, sou real, sou integra, sou cristã e acima de tudo sou INTENSIDADE!!!


 


 
Elisa Strubb
Enviado por Elisa Strubb em 07/07/2020
Reeditado em 10/07/2020
Código do texto: T6999147
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Elisa Strubb
Chapecó - Santa Catarina - Brasil
103 textos (6923 leituras)
3 áudios (307 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/08/20 05:18)
Elisa Strubb

Site do Escritor