Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O sereno amor dela

Bastilha era uma mulher cheia de amores. Com quinze anos começou a arte de dança de salão e não parou mais. Seu par na gafieira era Jonatas um rapaz um ano mais novo do que ela. E dançavam muito. Ela costumava pisar no pé esquerdo dele quando ele errava o passo e eram felizes. Ela participou de vários concursos e em quatro deles ficou em primeiro lugar com o Jonatas seu par na dança e no amor. E com sentimento devotado de cada sentimento de que ela era especial o amor pelo samba de gafieira era sua paixão. E fez faculdade de dança e formou-se em alguns anos e Jonatas seguiu com ela juntamente. E casaram-se em setembro do ano em que ela completava vinte e cinco anos e dançavam sem parar. E resolveram montar a própria escola de dança. E o fruto deu certo. Montaram cinco escolas deste estilo e fizeram sucesso extraordinário e internacional. Eles dois ganharam o prêmio internacional de dança de salão do ano passado e fizeram seu apogeu. Bastilha era de origem francesa e gostava de sua terra natal, doce Paris. E Jonatas era da cidade de Campos do Jordão sua casa paterna. Juntos Bastilha e Jonatas foram felizes e cresciam no amor e no sucesso profissional. De cada novo aluno uma nova ambição. Queriam conquistar o mundo. Hoje ela está com trinta e nove e ele um ano a menos. E adotaram dois bebês e tiveram mais dois para aumentar a família. E chamaram aos filhos, de Eustáquio, e Lascivo, Manuelina e Germina. E foram todos dançarinos de gafieira como os dois pais. E fizeram mais sucesso ainda os seis e foram felizes. Bastilha era metódica mais dançava assim e Jonatas acompanhava os passos retilíneos dela dentro e fora do salão. E casamento lindo que este for para centenas de pessoas e com direito a um buquê de rosas brancas e vermelhas para as mulheres e um pedaço da gravata para os homens. E sentiam que o amor pairava no luar. E que Bastilha era uma mulher linda e perfeita somente faltava-lhe uma auréola celeste. De cada momento sincero de que ela tomava posse o amor superabundava na casa dela. Com certeza o amor dela era forte e Jonatas somente a amava e intensa. De cada momento trivial de que ela se sentia querida o amor nutria. Com certeza aquele vestido azul e branco, aquele sapato alto dourado, aquela cinturinha de modelo e um adereço à cabeça tornavam-na mais bela e perfeita. Com sentimento de que somos amados por Deus mais ainda. O semblante deles dois, de Bastilha e de Jonatas se corriam em densas vozes do amar. Como o sucesso da dança de gafieira o amor concorria com a bondade. E simples sucesso foi um grande sucesso. Bastilha era perfeita e simples de coração. De cada passo se faz um concreto foi cada tijolo para se construir uma nova casa para o samba. E simples foram-se assim. Jonatas hoje é empresário ao lado dela e são muito felizes graças a Deus. Doravante o amor de Bastilha e de Jonatas fora fidelidade com amor e perdões contínuos com graça benfazeja. Com sentimento sensorial ser.
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 26/06/2020
Código do texto: T6988408
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
4656 textos (15720 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 04:38)
Gumer Navarro