Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Adeus Dimenstein

E foi assim que o conheci,  ao pegar desprentenciosanente o jornal para ler, ainda na adolescência. Pronto,  ele então me enlaçou com suas palavras.  Estava para sempre presa em sua fala. Quem era esse que me contava os fatos de maneira tão fácil e me fazia sentir toda a verdade da noticia? Nascia ali meu desejo de ser jornalista. Era tamanha a força daqueles escritos reverberando em meu ser que desejava participar, ser o meio da palavra. Agora, ao me deparar com sua partida tão cedo,  fico aqui com um sentimento de orfandade de um pai intelectual.  Bom saber que por onde andar seu riso solto estará encantando os que te ouvem e ficam a se embebedar com a beleza de sua mente. Obrigada Gilberto  Dimenstein pelo tanto que fez crescer com sua escrita! Parabéns pela bela missão cumprida!
Sam
Enviado por Sam em 30/05/2020
Reeditado em 31/05/2020
Código do texto: T6962237
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Sam
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
287 textos (23921 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 23:12)