Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O poder de uma amizade!

O encantamento de almas que vislumbram a magia da eternidade e da busca constante.

Um adágio popular assevera que a quantidade de amigos que se tem, não cabe na palma de sua mão e é verdade. Quando se começa a contar quais e quantos são seus verdadeiros amigos, é que a ficha cai e se é possível perceber que praticamente está sozinho. Amigos verdadeiros são relíquias, peças preciosas, tesouros escondidos que possuem valor incalculável, são insubstituíveis e, exatamente, por isso, a Canção da América, de Milton Nascimento, eternizou que “amigo é coisa pra se guardar, no lado esquerdo do peito, dentro do coração...” e “debaixo de sete chaves”.

Amigos de verdade são do coração, de alma cristalina, de pureza de sentimento, tem olhos de compaixão, são humildes e enxergam além da alma. São visionários, mensageiros do bem, pontos de apoio, companheiros de lutas e batalhas vencidas ou perdidas.

Outra situação prevê que um amigo vale, do ponto de vista da escolha, mais que um irmão, é mais que sangue, é um sentimento nobre, é algo inexplicável, é um mistério que vem de outras vidas. Um amigo te ampara, te acolhe, te aconselha, te abraça, divide sua dor, seus bens, suas frustrações, não te julga e nem te abandona.
Um amigo de verdade não desiste de você. Não importa seus defeitos, vícios e imperfeiçoes. O amigo está sempre por perto para te dizer, siga em frente, conte comigo.

Quando se analisa a partir desse contexto, certamente, chega-se à conclusão de que tem poucos e quase nada de amigos e saberá definir, quem são os verdadeiros amigos e também os de momento, de interesses, de baladas, de vícios, de trabalho, do futebol, do churrasco, dos momentos de glórias, dentre outras ocasiões.
Mas, quando cair, adoecer, contrair dívidas, perder bens materiais, o sentido de viver, envelhecer, vai olhar para o retrovisor da vida, e ver quem esteve – e está - junto nessas batalhas cruciais, quem foram - e são - seus verdadeiros amigos e irmãos. Daí conhecerá a verdade.
A “verdade vos libertará”, desde que a conheça e, assim, poderá alçar vôos infinitos em direção desconhecida. Abrirá seu coração e pulmão para respirar a divindade que apresentará seu único e maior amigo: DEUS!

As mentes dos poetas vão além da imaginação e voam para outra dimensão, a fim de tão-somente ir em busca da paz. E nessas ondas vibratórias que energizam nossas veias, nos fortalecemos e nos alimentamos de todo amor e de fluidos cósmicos. Nessas viagens ao firmamento, vamos ao encontro do nosso EU.
É como se olhasse para o espelho e visse o reflexo de toda existência e tentasse decifrar os porquês. Lembre-se de que, na sua caminhada, nunca esteve sozinho. Embora não pudesse ver ou sentir, mas uma força sobrenatural (para alguns, denominada DEUS) sempre esteve consigo nos bons e maus momentos e quem lhe ofereceu força e condições para sonhar e esperança para não ficar pelo caminho.
Deixe que as pedras e espinhos se multipliquem em seus caminhos, pois serão obstáculos a ser superados, vencidos, ignorados e jamais interferirão nas flôres de sonhos que desabrocham em seus jardins e da inevitável primavera. Encante-se!
Edimilson Eufrásio
Enviado por Edimilson Eufrásio em 26/03/2020
Reeditado em 26/03/2020
Código do texto: T6897395
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Edimilson Eufrásio
Mineiros do Tietê - São Paulo - Brasil
175 textos (6748 leituras)
2 e-livros (66 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/04/20 21:20)
Edimilson Eufrásio