Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tá foda pro ser humano...

Guerras, catástrofes ambientais, ódio, dor. São coisas comuns no nosso mundo e isso não é mais novidade (tem até na bíblia), mas a origem disso tudo é muito incerta, dizem que é algo natural, algo humano, outros dizem que é culpa do Estado ou do sistema econômico-social em que estamos inseridos. Bem, tem muito sabichão por aí revelando supostas verdades absolutas (alguns que até querem me censurar), mas o que trago aqui é a dúvida, muito mais prazerosa e segura que qualquer afirmação de um maluco qualquer achado por aí.

Harari no seu magnífico Sapiens, mostra algo muito interessante sobre a nossa natureza. Bem, vamos adentrar no assunto, somos Homo sapiens não é mesmo? Surgimos a 150 mil anos atrás e convivemos com muitas espécies Homo, dentre elas o Homo neanderthalensis que conviveu mais próximo dos nossos ancestrais, e mesmo após a convivência entre essas espécies nota-se que apenas uma sobreviveu: Homo sapiens. Mas porquê?

Bom, segundo o Harari, há duas possíveis teorias, a primeira de que  ambas espécies teriam cruzado entre si e assim seus genes se misturaram, criando assim os diferentes tipos de humanos, durante muito tempo essa ideia foi descartada mas recentemente alguns cientistas descobriram que algumas pessoas possuem de 1% a 6% de DNA Neanderthal, comprovando em partes essa teoria, o maior medo disso ser realmente verdade é a possibilidade de dar mais ênfase as ridículas teorias racistas, motivo esse pelo qual essa teoria foi ignorada por tanto tempo. Nem preciso dizer a tamanha idiotice que uma ideologia racista pode significar em qualquer uma das opções.

A segunda diz algo um pouco mais horripilante, possivelmente os Homo sapiens que se encontraram com outras espécies acabaram tendo ‘estranhamentos’ e logo acabaram tendo conflitos entre si, gerando por exemplo a extinção do Homo neandertalensis, seja por que os sapiens estavam mais bem preparados (com habilidades e ferramentas mais avançadas) e assim conseguiu caçar e coletar frutos com mais eficiência levando a outra espécie a extinção por falta de alimentos, ou por puro preconceito de um ou ambas as partes que levaram a um conflito e possivelmente o primeiro caso de limpeza étnica da humanidade.

Enfim, o que sabemos é que no final o Homo sapiens não só reinou sobre as suas outras espécies, mas sobre toda a natureza. Antes o lugar ocupado por animais ferozes como leões, leopardos, mamutes, baleias que demoraram milhões de anos para conseguir ocupar o topo da cadeia alimentar, agora é ocupado por um ser de estatura média e bem menor que o mais nanico dos mamutes, não só isso como essa mesma criatura conseguiu se estabelecer em menos tempo que os demais, o que fez um mal profundo para si e para a natureza. Vejam bem, os leões demoraram milhões de anos para chegar no topo da cadeia e ao mesmo tempo em que um leão ficava mais feroz, uma gazela podia ficar mais rápida (coisas que a natureza cuida por si só) e assim manter o equilíbrio das coisas, mas com esse avanço descomunal dos humanos, a natureza não teve tempo pra deixar tudo em ordem e aí a bagunça começou.

Não bastou apenas o nosso consumo ser exagerado, nós também herdamos dos nossos ancestrais recém-chegados à primeira posição da cadeia, a ansiedade, veja só, os outros animais que demoraram milhões de anos pra chegar lá em cima estavam confiantes, um leão não precisa se preocupar em demonstrar respeito para todos ao seu redor pois todos os outros animais sabem que ele é um leão e é perigoso devido ao tempo em que esse cara se demonstrou dessa forma, o ser humano teve pouco tempo pra isso e acabou sentindo a eterna sensação de se provar digno de estar naquela posição, o que ficou guardado em nossas mentes.

Daí vem todo esse ódio, medo e frustração de nossas vidas que nos fazem agir como maníacos, incitando o ódio em qualquer lugar, matando não por necessidade, mas por prazer, destruindo tudo aquilo que nos mantém vivos. É essa vontade de mostrar que a gente é foda e manda em tudo que nos faz morrer aos poucos, viver bem menos que os nossos ancestrais que desapareceram (viveram 2,5 milhões de anos) e ter um amargo caminho de sofrimento. Coisas como a masculinidade tóxica mesmo têm muito a ver com isso, então não ache que porque você nunca criou uma guerra no oriente médio está fora dessa linha, isso convive com a gente. Será que o ser humano é um bicho escroto por natureza?  Ou então foi um trauma antigo que precisa ser revisto?

São perguntas que atiçam a minha mente, pensar que sou um bárbaro e não posso mudar isso me faz querer desistir de continuar a viver nessa civilização, talvez se isolar seja a resposta nesse caso. Mas a questão é que algo está erado em nossa mente e precisa ser revisto caso queiramos viver como nossos queridos antepassados, se é que há como prolongar a nossa existência.
Pequeno moço
Enviado por Pequeno moço em 04/09/2019
Reeditado em 26/11/2019
Código do texto: T6737204
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Pequeno moço
Sobral - Ceará - Brasil, 20 anos
378 textos (5232 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/11/20 23:19)