Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 
HORAS RUBRAS
 
Quem sabe minhas horas rubras tenham fim?! Neste momento, chove em meu coração. Ao comentar com uma amiga o que está ocorrendo comigo, ela disse:
Aconteceu-te o que tinha que ser. Não cuidaste da tua recuperação como deveria. Sempre pöe os outros à frente.
Após, o afastamento de Luzia, refleti sobre suas palavras e cheguei à conclusão que a saúde é o maior bem que podemos dispor e, até então, não a valorizei.
Três dias depois, procurei um especialista e retomei o tratamento. Segundo o médico, para artrite ainda não há cura. Terei que aprender a conviver com a dor. Sessões de fisioterapia amenizam-nas.
A maneira como o doutor colocou o problema, deu-me a doce certeza de que viver vale a pena.
Ilda Maria Costa Brasil
Enviado por Ilda Maria Costa Brasil em 12/05/2019
Código do texto: T6645371
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Ilda Maria Costa Brasil
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1975 textos (107566 leituras)
6 e-livros (1138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/19 04:31)
Ilda Maria Costa Brasil

Site do Escritor