Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A LENDA DO PAPA-FIGO


   Quando eu era menino, na faixa dos seis a oito anos, uma história aterrorizante deixava as crianças amedrontadas, falavam muito sobre o sumiço de muitas delas e quando apareciam eram apenas os corpos e sem os fígados, eram abertas para serem retirados esses órgãos. Os mais velhos afirmavam terem ouvido falar que um velho com um saco enganava crianças e as colocava em um saco para depois abrirem a barriga delas e retirarem o fígado, o que era essencial para eles continuarem sobrevivendo, pois suas orelhas e unhas cresciam e só fígado de crianças evitaria essa metamorfose horripilante. Alguns deles ficavam escondidos e mandavam outros capturarem meninos para não serem reconhecidos com suas orelhas grandes e unhas pontudas.
   Quando minha mãe me mandava na venda comprar alguma coisa recomendava logo: "volte logo senão o papa-figo te pega". Eu vivia momentos de verdadeira aflição e não gostava de ir sozinho, as vezes levava um amiguinho comigo. Durante a noite, quando estava na cama pronto para dormir, era só no que eu pensava, ficava imaginando aquelas pobres crianças nas mãos desses assassinos sendo cortadas, o sangue escorrendo, elas gritando e dspois morrendo. Meu Deus do céu, era apavorante, eu não podia ver um homem com um saco na mão que pensava logo que se tratava de um papa-figo. Essa lenda passou muito tempo atanazando a meninada, muitos meninos nem gostavam de brincar na rua ou saírem sozinhos na rua.
Moacir Rodrigues
Enviado por Moacir Rodrigues em 01/03/2019
Código do texto: T6587169
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Moacir Rodrigues
Recife - Pernambuco - Brasil, 70 anos
1862 textos (35517 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/01/20 23:13)
Moacir Rodrigues