Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONSCIÊNCIA NEGRA?

Nunca conseguir entender o dia da consciência negra. Confunde! Vejo algo sem noção que propaga a confusão e o próprio preconceito. Uma vez que se admite que exista o preconceito! Penso: São atitudes negras – escravizadas pelo seu próprio eu/ e ou medo? Revolta e dor. Sei, não sei se posso gritar! Sinto-me perdida num mundo lúgubre aonde corações sangram – chorando lágrimas de sangue. Quisera içar a bandeira da vitória – seria a glória. Fico perplexa     diante de tudo que acontece no nosso cotidiano após séculos. Num passado distante quando criança, num presente – futuro mais velho. Como entender? O desvario de seres que se dizem humanos. Infinito que propaga a guerra, o ódio, a fome – miséria.  Ás vezes num estrilar pergunto-me por quê? Por que tem cor?!... Não deslumbra a beleza do amor? Mas que amor? O amor consiste n’alma e não na pele... O ser humano não é uma flor para sua cor ser escarlate – rubra... Mas seu sangue sim: é vermelho igual à de todos os outros sejam, brancos, pardos, amarelos, negros etc. Não importa a etnia. A consciência negra esmera-se em fuga para se esconder atrás do preconceito.

Por: Mary Jun – 19/11/2014
Mary Jun
Enviado por Mary Jun em 20/11/2014
Reeditado em 20/11/2018
Código do texto: T5041830
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Mary Jun
Recife - Pernambuco - Brasil, 55 anos
941 textos (45257 leituras)
1 e-livros (97 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 03:47)
Mary Jun