Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pimenta Neves: o exemplo de uma mente assassina

Dizem que sou polêmica. Eu rebato e digo que não. Só não sou cega, e tampouco me mantenho alheia às coisas que acontecem em meu país. Imagine se todos os que possuem o poder de decidir pela massa, tivessem esta mesma consciência que eu. Teríamos um Brasil bem melhor, sem sombra de dúvidas.

O que dizer de um país que leva 11 anos para prender um assassino confesso? Que tantos benefícios e recursos são estes que o Sr. Pimenta Neves teve direito? Será que se fosse um pobre qualquer, a justiça teria demorado tanto? É óbvio que não.

Na teoria ele foi condenado em 2006, porém, a prática nos mostrou o quão falha é a nossa justiça brasileira. Este mesmo senhor matou a ex-namorada a sangue frio. E agora, tantos anos depois, quando a justiça enfim resolveu fazer o seu papel, ou seja, prender canalhas como ele, o mesmo está se dando ao luxo de ficar triste, abalado e incomodado com a sujeira da cadeia.

Gente, se isso não é piada, eu não sei definir também o que seja.
Esse calhorda interrompeu uma vida por motivos fúteis e agora quer posar de vítima.
Infelizmente, conhecemos bem a nossa "queridíssima" justiça, assim como todos os recursos que esses bandidos engravatados possuem para driblá-la.

Logo, logo este ser repugnante estará de volta às ruas, desfilando toda a sua educação, porque, claro, ele é educado. Recebeu a polícia em sua residência dando "boa noite", além de distribuir sorrisos. Já bem treinado por seu advogado, ele se disse arrependido.

Pois bem, a pergunta que não quer calar é: o arrependimento deste verme trará de volta a vida de Sandra Gomide? Não trará. Assim como não apagará a dor sentida pela família e amigos da mesma, mas pelo menos alivia o sofrimento.

Em breve darão um jeitinho de tirá-lo da cadeia, como sempre acontece quando o bandido é alguém com dinheiro e bem relacionado. Daqui a pouco surge uma "doença" aqui, uma "delibitação" ali, um "médico" acolá, o estatuto do idoso e também os Direitos COMPRADOS Humanos. Engraçado, que a vítima não teve direito algum e é nessas horas que vemos claramente a inversão de valores. Vagabundos não têm que ter direitos, e sim, deveres. Deveriam trabalhar dentro da cadeia para custear os gastos que saem do nosso bolso.

Então, Sr. assassino sem escrúpulos, deixe os seus "arrependimentos" e suas lamúrias para quando for acertar as contas com Deus, porque dessa justiça você não poderá escapar, pois ela pode até demorar, mas nunca falha.

Vanessa Pires
Enviado por Vanessa Pires em 26/05/2011
Reeditado em 28/05/2011
Código do texto: T2994621
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Vanessa Pires
Petrópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
132 textos (33382 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/09/21 22:48)
Vanessa Pires