Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pensamentos Soltos

Espero encontrar
O que ainda não encontrei
Espero olhar
 O que ainda não olhei
Espero
O que me espera
Se ainda espera
Uma longa espera
Volta e meia a esperar
Os encantos
Se a encantos
Poucos ou tantos
Que possam me encantar
Amadurecer
Crescer ou definhar
Será que fiz
O que fiz
Ou ainda não fiz
Um dia irei de fazer
O que importa
Será que alguém se importa
Tudo passa
Tudo passou
Tudo se foi
Uma mera lembrança
Uma mera esperança
Do que ainda me resta
Será que ainda tem festa
Que festa
Que dia
Que tarde
Que noite
Mais um longo dia
E nada de nada
Na dica de nada
Apenas nada demais
ES bem pouco
Ainda não estou louco
Quero mais
Não sei o quanto mais
Só sei que quero
Ainda quero
Como quero
Não sei o que quero
Somos bobos demais
O dia ainda é dia
A noite ainda é noite
E eu o que sou?
O que penso que sou?
Apenas mais um
Em um dia
Em um longo dia
Sem ter o que fazer
Sem ter nada para dizer
Pensamento vagando pelo ar
Sinto cheirinho
Será que é aquele cafezinho
Como é bom suspira - lo no ar
Versos a rolar
Mais soltos do que os meus pensamentos
Raro são estes momentos
Que não se pode falar
E sim se concentrar
No que esta dentro de mim
Tenho que continuar
Ir e voltar
Rir e chorar
Todos por um
Ou um por todos
Difícil dizer
Difícil saber
Difícil sonhar
Difícil de terminar
De sentir
De expressar
De ser
O sentimento que nos fala
ES ele que nos move
Que nos escreve
Nos leva
A ser o que somos
Vento sem direção
Sem nenhuma explicação
De onde
Como
E por que vem
Muitos menos se algum dia ira voltar
Só digo até mais
Sabe Deus lá quando.
Sandro Sansão
Enviado por Sandro Sansão em 23/03/2010
Reeditado em 23/03/2010
Código do texto: T2154945
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sandro Sansão
Miracatu - São Paulo - Brasil
893 textos (36802 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/19 19:13)
Sandro Sansão