Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Normalmente, quando  se planeia uma Viagen, procura-se um Método viável, de pelo menos tentar conhecer o País a Visitar.
Eu pelo menos compro um Livro, da cidade, tento perceber o Por qué do valor monetário, como funcionam as propinas nos Cafés e restaurantes.
Um Hotelezito, bem situado, de preferéncia central, para nao andar muito.
Lógico que acabo por andar quilómetos e metros, mas pelo certo e errado, me fico por ali!
Se é uma viagen de visita, Estatal, vejo os Museus e todos os Monumentos Históricos.Dá-se uma vista de olhos pelos rios e canais, Prova-se tudo o que há de Comestível a comer, e compram-se umas Bugigangas de Recordacao!
Tirando as misérias, procuro as belezas, relativas, um docinho ou um quadro.
Se as massas derem para mais, compro o Quadro.
Tenho um lugar bem Requintado, lá em casa, para estes quadritos, que qualquer dia se torna em Museu.Mas enfim, há que salvaguardar o Futuro, uns compram ouro outros Postais, a minha predilecao, sao as Artes.
Uma viagen preferida, uma vez que nasci ao pé do Mar é sem dúvida no verao, e ele existe em todo o lado, haja cifroes para o pagar, e aí fico por aí, e só penso em me banhar, torrar ao sol, comer e beber, e usufruir do Paraíso.
Quanto mais nao baste a minha varanda de sol a sol, e fico preta de Melancolia!
Ainda bem que vivo num País frio, senao acabaria só nos Banhos e na danca, nas festas e passeios, e as banhas se acumulam...
Nao há realmente muito que planear, só mesmo a Língua que aí se fala.
Só na China, Hong-Kong, é que por enquanto nao pude assimilar, mas tinha a minha irma, para traduzir, no mercado, quando resolvemos comer Peixe!Vivo comprado de preferéncia!
Enfim, tudo passou, nao preciso, mas digo que me falta o Continente Australiano, o polo Norte ou e o Sul, os mesmos se tornam  um, mas tentei , sempre Falar, ou aprender, o que todos se intitulam de Indivíduos da terra.
Bom, esses sao os preparativos, meus, pois claro, mas o Giro sao as resposta, que ouvi há dois dias, de uma Loirita.
Lembrei-me de escrever este Roteiro, porque li uma Anedota de loiras.
Sou morena de Cabelo, mas pintar o cabelo também posso!Assim tenho uma desculpa.
Resulta minha cara Loirita, que quando te perguntei, aonde tinhas estado, me dizes-te que foste á América Central. Na minha geografia, as Caríbicas nao ficam lá.
Sao Ilhas Independentes, que para ti se situam no Centro da América mas a tua cabeca estava centrada noutras coisas!
Ouve lá e aprendes-te a falar espanhol?
Sim, sim, várias vezes, já sei dizer umas coisas.
Han han!
Como por exemplo?
_ Deixa-me em PaZ!
deixa-me em paz, é um pouco estranho, nao!
Eu por exemplo, aprendo a dizer bom dia, Obrigada, desculpe, Quanto custa?
Adeus, e até á próxima, mas esta Madalena, disse e repete, deixa-me em Paz!
Ficasse em sua territa. Onde tudo se torna claro como a cerveja, e lá pode dizer deixa-me, e vai ver onde para a simpatia!
Realmente, ainda de pequenina, meu Pai um contabilista da Cuca, a única fábrica de Cerveja existente em Angola, nos dava, ás quatro Meninas, uma colhersita de Malz- desculpem mas nao sei traduzir em portugués, é a cevada ou levedura, preta...para fazer uma certa cerveja.
Desde entao, odeio cerveja, nao porque a tomei, mas cresci de uma outra maneira e prefiro o Vinho, que é da cor do Sangue, e quando despejo é sempre claro como a água, perdoem as palavras empregadas, mas de cerveja, por melhor que seja, sejam todos a gostar d'elas, mas se caio em mim, depois reconheco, que há outras Loiritas, que pintaram o cabelo, e agora me deixam pasmadas.Com o deixa-me em PaZ!
De Psicóloga nao tenho nada, mas a Madalena trabalha na TV.
Tinha uma blusa Dourada, calcas pretas e saltos altos, e eu nesse dia, depois de trés dias de cama, resolvi passar um dia de férias, no meu Cafézito preferido, Uma Amiga me acompanhou, outros e outra apareceram, e já ás 9 da noite, me convidam outra vez e lá fui tomar mais um copito.Nao esquecer que tudo aqui comeca, ás 4 ou 5 da tarde.
Nove da noite já é tarde!
Assim estava assim fui, de jeans e sapatilhas, de mala cheia de tudo e óculos escuros, para ver bem!
Puxa, deixa-me em Paz!Diz ela,
coitado do Homen que devía de estar com uma delas, e como gosta de elas, por aí ficou.
Benditos os óculos!
 Ideologista!
 Apenas rio-me das coisas da pequena.
Divavid
Enviado por Divavid em 29/07/2009
Reeditado em 29/07/2009
Código do texto: T1726051
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Divavid
Köln - Nordrhein-Westfalen - Alemanha
1088 textos (56224 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/20 10:28)
Divavid