Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mestre Biu Neguinho Em literatura de cordel

Mestre Biu Neguinho
Em literatura de cordel

Peço licença a vocês
Para aqui poder contar
A história de seu Biu
Um artista popular
Talento arcoverdense
Na arte se fez brilhar

Severino Amaro Santos
No ano trinta nasceu
No dia treze de maio
O mundo lhe recebeu
Pernambuco é seu estado
Arcoverde o torrão seu

Popular e conhecido
Como mestre Biu Neguinho
Pela arte sempre teve
Um grandioso carinho
Está com noventa anos
De luta no seu caminho

Trazendo recordações
Dos tempos de juventude
Vive com bastante humor
Mesmo com pouca saúde
Sempre foi um lutador
Homem de boa virtude

Foi um grande jogador
Destaque na região
Na arte do futebol
Chamado de campeão
E o time em qual jogou
Era o melhor do sertão

Era um clube muito grande
Na época bem popular
Nesse clube Biu Neguinho
Conseguiu se destacar
E o clube promovia
Festas finas no lugar

Nas festas não aceitavam
Negros ali frequentar
Somente pessoas finas
Podiam lá adentrar
Ou seja, brancos e ricos.
Podiam se associar

Mas o Mestre Biu Neguinho
Talentoso jogador
Que por conta do talento
E de ser bom corredor
No tal clube foi aceito
Vencendo o preconceito
Biu neguinho um vencedor

De foguete era chamado
Pela a sua rapidez
Com ele na lateral
Outro ali não tinha vez
Foi o melhor jogador
Que Arcoverde já fez

Mas a sua habilidade
Nunca se limitaria
Biu Neguinho também era
Um mestre de bateria
Dono da Escola de Samba
Que em setenta existia

No carnaval desfilava
Abrilhantando a cidade
Ao lado de Cicero Gomes
Um amigo de verdade
Com Ivo e Lula Calixto
Completando a irmandade

Ivo Lopes era coquista
E mestre na brincadeira
Convidou seu Biu Neguinho
Que aceitou de primeira
Colocou no coco o surdo
Enfeitando a batuqueira

Além do ganzá no coco
Tinha triangulo e pandeiro
Biu Neguinho acrescentou
O surdo por derradeiro
Parabéns pra Biu Neguinho
Verdadeiro batuqueiro

Hoje com noventa anos
Muita historia pra contar
Orgulho de Arcoverde
Um artista exemplar
Parabéns seu Biu neguinho
Viva a arte popular

Foi aqui a homenagem
Em forma de poesia
Contada bem resumida
Com bastante alegria
A história de seu Biu
Bonita biografia.

Diosmam Avelino- 13-05-2020
DIOSMAM AVELINO
Enviado por DIOSMAM AVELINO em 27/05/2020
Código do texto: T6960260
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
DIOSMAM AVELINO
Arcoverde - Pernambuco - Brasil, 42 anos
95 textos (3889 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 15:59)
DIOSMAM AVELINO