Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PROFESSOR

Por Gecílio Souza

Fermento da civilização
Que lhe dá forma e cor
Baluarte da cultura
Seu combustível e motor
Do progresso social
É o desencadeador
Ele atua nas entranhas
Anônimo balisador
Os méritos são todos seus
Não, não é nenhum deus
Ele é o professor

A docência é unisex
Assim como é o amor
Não se instrui por afeto
Nem tampouco por favor
Problematizar o mundo
É o papel do educador
Ela e ele são o mesmo
Em dignidade e valor
Às vezes sufocam o pranto
Não, não é nenhum santo
Ele é o professor

Livros, quadro e pincéis
E o desejo motivador
Causam tantas reações
Medo, ódio e pavor
À “sagrada” ignorância
Do espírito ditador
Elegeu como inimigos
O saber e o pensador
Só os anos lhe consomem
Não, não é um super homem
Ele é o professor

Entre ataques e elogios
Vai doando o seu vigor
Ele forma o advogado
O juiz e o promotor
Das suas mãos saem o médico
O engenheiro e o doutor
Sem ele nem existiria
O jornalista agressor
Patrimônio da sociedade
Não, não é uma divindade
Ele é o professor

Instrui os filhos dos outros
Que polivalente labor
Fazem o papel de babá
Psicólogo e orientador
Se expõe às ações transversas
Do sistema opressor
É uma pedra no sapato
Do segmento acusador
Encaminha os bons pleitos
Não, não é um ser sem defeitos
Ele é o professor!

G. S.
Oiliceg
Enviado por Oiliceg em 15/10/2019
Reeditado em 15/10/2019
Código do texto: T6770107
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Oiliceg
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 57 anos
165 textos (6780 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/11/19 16:20)
Oiliceg