Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GRATIDÃO VERSADA

Por Gecilio Souza

No jogo com as palavras
Ouso brincar de atleta
Com elas faço poesias
Assumo o papel de poeta
É que as letras me divertem
A rima é minha predileta
Interpreto o mundo e a vida
Um no outro se completa
Abordo qualquer questão
Até coisa do coração
No cordel se manifesta

Cada estrofe é repleta
De ideias e sentidos
Pouco importa se os versos
São curtinhos ou compridos
Contém em suas entrelinhas
Recados nem sempre lidos
Mensagens subliminares
E sentimentos polidos
O cordel é espetacular
Consegue até despertar
Os sonhos adormecidos

Quando bem compreendidos
Os verbos cumprem o papel
De levarem as mensagens
Que permeiam o cordel
Pois assim como o pintor
Fala por meio do pincel
O cordelista também
Faz das letras seu bedel
A escrita é a melhor opção
De se falar ao coração
Serve de bálsamo e de gel

A poesia forma um anel
Não se vê fim nem começo
Encontra o destinatário
No mais longínquo endereço
E assim se forma um elo
Com aqueles que não conheço
Os meus leitores merecem
Muito mais do que mereço
Há pessoas especiais
E dialogar com as quais
É um prazer que não tem preço.

G. S.
Oiliceg
Enviado por Oiliceg em 13/10/2019
Reeditado em 15/10/2019
Código do texto: T6768913
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Oiliceg
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 57 anos
168 textos (6647 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/19 01:25)
Oiliceg