Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na ilusão de um mundo novo deixo aqui o meu recado



Neste mundo amalucado
De muita ação sem razão
De pecado repletado
De muita alucinação
Morre o pobre desprezado
Vive na fartura o cão.

Denuncio ressabiado
De sofrer retaliação
Desse povo acomodado
Em grande depravação
Que vendeu a alma ao diabo
Vive de corrupção.

Que faz discurso furado
Vive em pompa e ostentação
Sobre a moral e o legado
De alguma religião
Mas só faz parte do gado
Que marcha pra perdição.

Qualquer que seja o recado
A usar mata borrão
Retruca feito malvado
Somente por gozação
E não permite ao vedado
Expor a sua versão.

Compreender eu nem consigo
Como a isto se chegou
Poder que penso, forjado
Pelo mal que se alastrou
Onde o honesto e ilibado
Condenado se tornou.

E canto em verso rimado
Tamanha desolação
Vendo um tempo conturbado
Sem saber de solução
Sonhando um mundo mudado
Em que haja paz... Ó ilusão!


ANA MARIA GAZZANEO
Enviado por ANA MARIA GAZZANEO em 13/10/2019
Código do texto: T6768334
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ANA MARIA GAZZANEO
Bragança Paulista - São Paulo - Brasil
1564 textos (40841 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 09:43)
ANA MARIA GAZZANEO