Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carnavais da minha terra

Hoje amanheci lembrando,
Dos antigos carnavais,
Do muito que andei brincando,
Tempo bom que não volta mais.
Tinha blocos e fantasias,
Ensaios e músicas criadas,
Os desfiles pelas ruas,
Nas tardes ensolaradas.
Serrano Club era o point,
Da Pedra Branca de outrora,
Salões cheios e animados,
Gente até do lado de fora.
As noites inesquecíveis,
Os amores muito mais,
As bandas tocando marchinhas,
Esquecer disso, jamais.
Entre solteiros e casados,
A disputa sempre existia,
Tinha o bloco Batuqueiros Serranos,
E também o Malandromia.
Mas tudo era muito saudável,
O importante era brincar,
Um carnaval memorável,
Todos queriam pular.
E ao cairmos na piscina,
No meio da madrugada,
O que menos a gente lembrava,
É que a água estava gelada.
E assim clareava o dia,
Na mais pura diversão,
Lembranças acalentadas,
Dentro do meu coração.
Não sei porque com o tempo,
Isso deixou de existir,
E aquele povo animado,
Parou de se divertir.
Uns mudaram para a praia,
Foram atrás de um tal Axé,
Outros pararam de vez,
Esqueceram o samba no pé.
Dizem que não se paga,
Para o bom da vida sonhar,
Quem me dera poder então,
Ver o nosso carnaval voltar.
O fato é que atualmente,
Vivemos só da saudade,
Do carnaval das antigas,
Da nossa querida cidade.
Silvan Magalhães
Enviado por Silvan Magalhães em 11/10/2019
Reeditado em 21/10/2019
Código do texto: T6767263
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Silvan Magalhães
Teresina - Piauí - Brasil, 54 anos
21 textos (2263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/11/19 01:10)
Silvan Magalhães